The Legend of Zelda: Link's Awakening

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
The Legend of Zelda: Link's Awakening
The Legend of Zelda Link's Awakening.jpg
Desenvolvedora Nintendo EAD
Publicadora(s) Nintendo
Plataforma(s) Game Boy, Game Boy Color e Nintendo 3DS (Virtual Console)
Série The Legend of Zelda
Data(s) de lançamento Game Boy
  • JP 6 de Junho de 1993
  • AN 31 de Dezembro de 1993

Game Boy Color
  • JP 12 de Dezembro de 1998
  • AN 31 de Dezembro de 1998
Gênero(s) Ação-aventura
Modos de jogo Um jogador
Classificação Inadequado para menores de 6 anos i ESRB (América do Norte)
Mídia Cartucho
Último
Último
The Legend of Zelda: A Link to the Past
The Legend of Zelda: Ocarina of Time
Próximo
Próximo

The Legend of Zelda: Link's Awakening é um jogo eletrônico de aventura desenvolvido e publicado pela Nintendo, criado por Shigeru Myamoto, que faz parte da série de videogames The Legend of Zelda.

Foi lançado para Game Boy. Posteriormente, foi produzida a versão The Legend of Zelda: Link's Awakening DX, lançada para Game Boy Color em 1998. Ambas as versões venderam mais de 6 milhões de unidades mundialmente.

É o quarto jogo da série oficial. Sucede a The Legend of Zelda: A Link to the Past e é o antecessor de The Legend of Zelda: Ocarina of Time. Aqui Link chega à misteriosa ilha de Koholinht, cujo guardião Wind Fish está sendo amedrontado pelo temível vilão Dethl.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Assim como os outros jogos da série Zelda, Link's Awakening tem a perspectiva em que o jogador observa o mundo de cima, e vai explorando o mundo em busca de calabouços. Itens são utilizados para combate, resolver quebra-cabeças e alcançar áreas antes inatingíveis. Também há uma busca por "conchas secretas", que podem levar a uma espada que atira raios. Para acomodar o maior número de itens considerando o menor número de botões do Game Boy comparado ao Super Nintendo, os botões A e B tem de ser associados com um item, inclusive a espada (que tinha um botão separado nos três jogos anteriores). Algumas seções tem uma perspectiva lateral similar a Zelda II: The Adventure of Link, com elementos de plataforma (com direito a inimigos similares aos da série Mario).

Link's Awakening é o primeiro jogo da série a ter uma sequência de trocas, que ao ser efetuada dá a Link um bumerangue. Outros recursos que voltariam são um minigame de pesca, uma ocarina capaz de tocar várias melodias e voar segurando um galo.

História[editar | editar código-fonte]

Algum tempo depois de A Link to the Past, Link sai velejando, é pego por uma tempestade e naufraga. Quando acorda, está na ilha de Koholint, onde um homem chamado Tarin e sua filha Marin o levam para sua casa. Marin fica fascinada por Link e o mundo exterior, e revela interesse em viajar através do mar. Após recuperar sua espada na praia de Koholint, uma coruja revela a Link que para voltar para casa, ele necessita acordar o Wind Fish, guardião de Koholint, que reside dormindo em um ovo no alto de Tal Tal Mountain. Para acordá-lo, Link busca oito instrumentos musicais das sereias atráves de Koholint, combatendo criaturas de pesadelo que tentam impedí-lo para governar o mundo dos sonhos.

Link, que havia derrotado o malvado Ganon e recuperado a paz em Hyrule, não tinha gostado da tranquilidade alcançado, e eventualmente torna-se inquieto. Sentindo-se na necessidade de treinamento, ele embarca em uma jornada pelos oceanos em um pequeno barco. Eventualmente Link completa seu treinamento nos países estrangeiros e começa a navegar de volta para sua casa, Hyrule. Mas, de repente, o mar fica violento com o céu fica escuro, uma tempestade começa a se formar. Link tenta valentemente combater as fortes ondas, Link se amarra ao navio com uma corda. Mas um raio atinge o navio e tudo fica escuro. Link é levado até às margens do Koholint Island.

Mais tarde, em uma ilha distante, uma jovem garota chamada Marin está andando ao longo da costa de praia da ilha. De repente ela encontra alguém deitado na areia. Após olhar de perto, ela encontra Link inconsciente e tenta acordá-lo mas sem sucesso. Incapaz de fazer qualquer outra coisa, Marin leva Link de volta para sua casa em Vila Mabe. Inconsciente, Link ouve a voz de uma menina. Ele confunde com a voz da Princesa Zelda, quando Link acorda descobre que a voz era de Marin. Ele não sabe onde está, a menina e seu pai, Tarin, explicam sobre a ilha para ele. Milagrosamente, Link tinha sido levado até a Ilha Koholint. Link começa seus preparativos para deixar a ilha, e Tarin devolve seu escudo.

No entanto, sua espada não foi encontrada ainda. Procurando nas praias da ilha, Link finalmente a encontra ao lado de seu barco que naufragou. De repente, uma misteriosa coruja voa até ele. A coruja explica que no alto das montanhas da ilha há um ovo gigante, e no interior dorme um ser conhecido como o Wind Fish. A coruja diz que o Wind Fish deve ser despertado ou link não pode deixar a ilha, ela também diz a Link que ele precisa ir para a floresta para encontrar uma chave e, em seguida, voa para longe. Ela deixou com nada além de um enigma intrigante, Link é forçado a ouvir as palavras da coruja e a entrar dentro da floresta. Ele finalmente encontra a chave. A coruja reaparece e diz para ele ir até a Caverna Tail e usar essa chave para entrar.

Link faz isso e passa por vários inimigos e puzzles neste início de dungeon. Após derrotar o chefe, Link encontra um instrumento mágico, a Full Moon Cello. Link não sabe oque é este instrumento então a coruja reaparece e explica que isso é um dos oito instrumentos das Sereias. A coruja explica que Link deve recuperar os restantes dos instrumentos, para que ele consiga despertar o Wind Fish. Agora Link, cheio de dúvidas sobre este estranho mundo, deve viajar por todo o resto da ilha e encontrar estes instrumentos místicos.

Eventualmente, em sua jornada, Link chega na Aldeia dos animais. A coruja lhe disse para se aventurar no Deserto Yarna para encontrar um item importante que o ajudaria. Infelizmente um grande Walrus dormindo atrapalha o caminho dele. No entanto, um dos animais da aldeia diz a link que, Marin e sua bela voz e melodia, pode despertar aqueles que ouvi-la. Link retorna para Mabe Village e finalmente recebe uma Ocarina do Santuário do Sonho. Ele encontra Marin na praia que lhe explica seu desejo de ser uma gaivota, para que puder voar ao redor do mundo e compartilhar suas músicas com as outras pessoas. Ela diz que espera qie o Wind Fish possa conceder esse desejo. Então Link aprende com Marin como tocar a canção do despertar - "Ballad of the Wind Fish" - em sua ocarina. No entanto, porem isso ainda não é suficiente para despertar a Walrus, Link leva Marin junto com ele à vila Animal. Marin decide ficar na aldeia após desperta Walrus, e Link encontra a chave Angler no deserto.

Antes de começar a procurar o sexto instrumento, a coruja voa até Link e diz para ele ir para o Santuário South Face Shrine. Quando Link chega lá, ele descobre uma terrível verdade sobre a ilha. Em uma parede retratando o Wind Fish, as palavras lêem "para quem encontrar, a ilha de Koholint é apenas uma ilusão ... monstro, Humanos, mar, céu ... uma cena como uma tampa sobre o olho de um dorminhoco ... acorde sonhador, e Koholint desaparecerá muito parecido com uma bolha em uma agulha ... Naufrago, você deve saber a verdade!"

Link agora enfrenta um dilema, se ele deveria despertar o Wind Fish ou não. Mas a coruja o tranquiliza e diz para que ele confie em seus sentimentos. Link se decide e continua a procurar os restantes dos instrumentos. Eventualmente, ele encontra Marin na Montanha Tal Tal sendo atacado por monstros, Link a salva. Por um momento, ela tenta dizer alguma coisa à Link mas muda de idéia. A coruja sabe sobre o seu canto e a música de despertar que ela sempre canta, e se pergunta se ela estava tentando acordar o Wind Fish.

Depois que Link obteve todas os oito Instrumentos das Sereias. A coruja diz que agora é a hora de despertar o Wind Fish. Link sobe até o cume da montanha e encontra o ovo gigante, em que o Wind Fish dorme. Com sua ocarina na mão e os outros instrumentos, Link desempenha o Ballad of the Wind Fish. De repente, uma entrada se abre no ovo, e Link entra.

Dentro, Link encontra o verdadeiro culpado por trás de tudo o caos da Koholint, o Nightmares que tem o poder de se transformar em outras formas. Após uma longa batalha Link o derrota, o último dos males da ilha. De repente abre uma escada e Link sobe, ele se encontra em uma sala estranha, preta, cheia de nuvens, arco-íris e estrelas.

Então a coruja aparece para Link pela ultima vez . A coruja explica que ele é na verdade parte do espírito do Wind Fish, e, portanto, era o guardião de seu mundo de sonho. Tudo estava em paz no sonho do Wind Fish, até que pesadelos começaram a invadir. Muitos dos pesadelos que Link havia enfrentado eram os mesmos dos calabouços que guardavam os oito instrumentos. Mas agora Link havia derrotado o último dos pesadelos, e que o Wind Fish pode sonhar à vontade mais uma vez. Com o Nightmares derrotado e os Oito Instrumentos das Sereias recuperada, o Wind Fish pode finalmente ser despertado. A coruja então diz que seu papel neste sonho agora está completo e diz adeus a Link antes de desaparecer.

De repente, Link escuta um gemido e o Wind Fish aparece diante dos seus olhos! O Wind Fish diz que em seus sonhos, um mundo inteiro tinha aparecido. No entanto, ele não pode despertar devido à Nightmares. No entanto, quando ele acordar Koholint deve desaparecer. O Wind Fish diz que Link pode algum dia recuperar esse mundo de sonhos no mundo real, a única memória da ilha.

O Wind Fish, em seguida, desaparece e diz que eles devem acordar juntos, e pede para Link tocar a música de despertar mais uma vez. Link faz isso e, lentamente, toda a ilha e seus habitantes desaparece, mas o oceano é mantida no lugar. De repente, Link é forçado a sair do quarto do Wind Fish por uma corrente de água.

O céu brilha com gaivotas voando. Link desperta em um pedaço de madeira no mar. Assim como era previsto, Koholint Island foi um sonho e Link estava de volta na realidade. Porem ele lembra de tudo, então uma sombra paira sobre ele. Olhando para cima, ele vê o Wind Fish voando no céu. Link, em seguida sorri, percebendo que ele realmente ajudou a despertar o Wind Fish. A jornada de Link's Awakening finalmente chega ao fim.

A lenda do Wind Fish[editar | editar código-fonte]

Parece que o Wind Fish poderia ser considerado um mero mito para os habitantes de Koholint Island. O ovo em cima do Monte Tamaranch é bastante grande e pode ser visto à distância, tornando-se óbvio que alguns dos habitantes da Ilha Koholint soubessem algo sobre o Wind Fish. Marin é um bom exemplo de um simples cidadão de Vila Mabe, sabe da existência do Wind Fish, mesmo desejando para o The Wind Fish para se transformar-la em uma gaivota. No entanto não se sabe se ela acredita que seja um mito ou real, no entanto Marin podem ser vista na Montanha Tal Tal, sem nenhum motivo. A coruja parece acreditar que ela pode ter tentado despertar o Wind Fish com sua música. Apenas a coruja e, possivelmente, Marin parecem saber da existência real do Wind Fish. Pouco depois de Link passar do Santuário Face Shrine, na Vila Mabe Link questionaria um garoto, "quando tinha aparecido na ilha", mas ele não tinha ideia do que significava, obviamente, sugerindo que os habitantes da Ilha Koholint não tem ideia que eles são parte de um mundo de sonhos.

O Santuário de Face Shrine é o lugar que detém a maior parte das informações sobre o mito do Wind Fish, e as palavras em suas paredes sobre a ilha ser um sonho é muito verdadeiro. A julgar pela escrita nas paredes, o santuário parece ter sido construída apenas para a pessoa que poderia despertar o Wind Fish.


Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.