The Legend of Zelda: Oracle of Seasons e Oracle of Ages

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
The Legend of Zelda: Oracle of Seasons
The Legend of Zelda: Oracle of Ages
Capas norte-americanas de Oracle of Seasons (esquerda) e Oracle of Ages (direita)
Desenvolvedora(s) Flagship
Publicadora(s) Nintendo
Diretor(es) Hidemaro Fujibayashi
Produtor(es) Noritaka Funamizu
Projetista(s) Hidemaro Fujibayashi
Yoichiro Ikeda
Su Chol Lee
Artista(s) Yusuke Nakano
Compositor(es) Kiyohiro Sada
Minako Adachi
Plataforma(s) Game Boy Color
Série The Legend of Zelda
Data(s) de lançamento
  • JP 27 de fevereiro de 2001
  • AN 15 de maio de 2001
  • EU 5 de outubro de 2001
Gênero(s) Ação-aventura
Modos de jogo Um jogador
The Legend of Zelda:
Majora's Mask
The Legend of Zelda:
Four Swords

The Legend of Zelda: Oracle of Seasons e The Legend of Zelda: Oracle of Ages são dois jogos de ação e aventura da série The Legend of Zelda, desenvolvidos pela Flagship (uma subsidiária da Capcom). Eles foram lançados em 2001 para o console portátil Game Boy Color da Nintendo e relançados no Virtual Console do Nintendo 3DS em 2013. Os jogos compõem a sétima e oitava sequência da série Zelda.

O jogador controla o protagonista Link a partir de uma perspectiva aérea. Em Seasons, a Triforce transporta Link para a terra de Holodrum, onde ele vê Onox sequestrar Din, o Oráculo das Estações. Em Ages, a Triforce transporta Link para Labrynna, onde Veran se apodera de Nayru. A trama principal é revelada quando o jogador termina os dois jogos. Link está armado com uma espada e um escudo, bem como uma variedade de armas e itens secundários para combater inimigos e resolver quebra-cabeças. Os itens centrais são o Rod of Seasons (cajado das estações), que controla as estações em Holodrum, e o Harp of Ages (Harpa das Eras), que permite que Link viaje no tempo em Labrynna. Antes que ele possa se infiltrar no castelo de Onox e na torre de Veran, Link deve coletar as oito Essences of Nature (Essências da Natureza) e as oito Essences of Time (Essências do Tempo), que estão escondidas nas masmorras e guardadas pelos chefes.

Após experimentar transportar o The Legend of Zelda original para o Game Boy Color, a equipe da Flagship, supervisionada por Yoshiki Okamoto, começou a desenvolver três jogos Zelda interconectados que podiam ser jogados em qualquer ordem. A complexidade desse sistema levou a equipe a cancelar um jogo. Seasons e Ages foram um sucesso crítico e venderam 3,96 milhões de unidades cada. Os críticos elogiaram a jogabilidade, os designs coloridos e a qualidade gráfica, mas criticaram a qualidade inconsistente do som.

Enredo[editar | editar código-fonte]

O enredo do jogo se passa quando o herói Link é enviado pela Grande Triforce para salvar a Oráculo do Tempo da vilã Veran. Neste conflito a vilã retorna ao passado usando os poderes da Oráculo e assim almeja transformar o reino de Labrynna em uma era de caos. Com o desenrolar da aventura, é revelado que tanto Veran e Onox (vilão de The Legend of Zelda Oracle of Seasons) estavam apenas sendo manipulados pelas Twinrova, na ressurreição do Rei das Trevas Ganon.

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.