The Pigeon That Took Rome

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Pigeon That Took Rome
O Pombo Que Conquistou Roma[1] (BR)
 Estados Unidos
1962 •  pb •  103 min 
Direção Melville Shavelson
Produção Melville Shavelson
Roteiro Donald Downes (livro)
Melville Shavelson (roteiro)
Narração Charlton Heston
Elenco Charlton Heston
Elsa Martinelli
Gênero Comédia
Guerra
Música Alessandro Cicognini
Distribuição Paramount Pictures
Lançamento 20 de junho de 1962
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Pigeon That Took Rome é um filme de comédia de guerra estadunidense de 1962, produzido, adaptado e dirigido por Melville Shavelson para a Paramount Pictures. O roteiro é baseado no livro de 1961 The Easter Dinner, de Donald Downes.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 1944, durante os últimos estágios da Guerra na Europa, os oficiais norte-americanos Paul MacDougall e Joseph Contini são enviados a Roma, ocupada pelas tropas nazistas, para agirem como espiões dos Aliados. Eles entram em contato com a Resistência Italiana ("Partisans") e ficam com a família de Ciccio Massimo, disfarçados de civis. Começam a enviar mensagens por pombos-correios, uma vez que não conseguiam se comunicar pelo rádio sem serem descobertos pelos inimigos. Contini se apaixona pela filha de Massimo, Rosalba, sem saber que ela engravidara de um soldado desconhecido, enquanto Paul flerta com a irmã dela, Antonella. Quando da celebração da Páscoa, a família de Massimo se angustia por não ter comida suficiente para o jantar de todos os parentes. E resolvem usar os pombos-correio dos Aliados para servirem como "codornas", sem que Paul e Contini saibam, complicando as operações de espionagem Aliada.

Indicações a prêmios[editar | editar código-fonte]

Óscar

Globo de Ouro

Writers Guild of America

Referências