The Rembrandts

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Rembrandts
Informação geral
Origem Los Angeles, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Pop rock
Jangle pop
Power pop
Período em atividade 1990—presente
Gravadora(s) Atco Records
EastWest Records America
J-Bird Records
Varèse Sarabande
Fuel 2000
Rhino Records
Integrantes Danny Wilde
Phil Solem
Pat Mastelotto
Página oficial The Rembrandts.net / Myspace

The Rembrandts é um grupo musical de pop rock/jangle pop dos Estados Unidos, segundo Steve Huey (no Allmusic), formado em 1990 por Danny Wilde e Phil Solem, antigos integrantes da banda de Los Angeles, Great Buildings[1]. A página oficial deles comenta que são mais conhecidos pelas músicas "Just The Way It Is, Baby" e "I'll Be There for You" - esta última, tema de abertura do seriado Friends[2].

História[editar | editar código-fonte]

1990-1992: The Rembrandts, Untitled[editar | editar código-fonte]

Na primavera de 1990, Danny Wilde e Phil Solem, antigos integrantes da banda Great Buildings, se juntam em estúdio para gravar algumas demos com a ajuda do baterista Pat Mastelotto. Estas primeiras gravações impressionaram a Atco Records - de acordo com a biografia do The Rembrandts na sua página oficial - a tal ponto que foram liberadas para o primeiro disco, The Rembrandts, lançado no mesmo ano. O primeiro single foi "Just The Way It Is, Baby"[3], que atingiu a posição #14 na Billboard Hot 100[4], seguido da canção "Someone", que atingiu #78[4]; com o disco atingindo posição #88 na Billboard 200[5]. Os Rembrandts fariam uma turnê por mais de um ano antes de voltar ao estúdio para gravar[3]. Dois anos depois, a dupla lança, pela mesma gravadora, o álbum Untitled, que forneceu a música "Johnny Have You Seen Her?" (#54 no Hot 100[4]). Outra música do álbum, "Rollin' Down The Hill", que muitos consideram a melhor canção da banda, segundo sua biografia, faria parte da trilha sonora do filme Dumb & Dumber[6]; mas também está na coletânea Poptopia! Power Pop Classics of The '90s (de 1997)[7].

1995: "I'll Be There for You", L.P.[editar | editar código-fonte]

No ano de 1994, The Rembrandts estavam elaborando um novo álbum. Antes de seu lançamento, Danny Wilde e Phil Solem tinham, anonimamente, gravado uma música tema para um programa de TV. A dupla não sabia quanto tempo duraria o programa, mas a série Friends se tornou um sucesso, e a música que gravaram, "I'll Be There for You", estava entre as músicas mais pedidas na rádio (mesmo apenas como um tema de 32 segundos[8]). Foram obrigados (pela gravadora) a adicionar uma versão de corpo inteiro da música para seu terceiro disco, L.P., de 1995[2]. "I'll Be There for You" se tornou uma canção presente nas rádios e que atingiu #17 no Hot 100[4]; com o disco atingindo posição #23 na Billboard 200[5]. Steve Huey, no Allmusic, cita que L.P. se tornou disco de platina[1].

1997-2006: Separação, Spin This, retorno, Lost Together, Choice Picks, Greatest Hits[editar | editar código-fonte]

A dupla se separou em 1997[9]. Em 1998 sai o álbum Spin This (assinado apenas como Danny Wilde + The Rembrandts na capa - Discogs)[10]. No ano 2000, Danny Wilde e Phil Solem se reunem e, em 2001, lançam outro álbum aclamado pela crítica, Lost Together[2]. Em 2005, lançam uma coleção de sucessos regravados, chamada Choice Picks. A escolha em regravar antigas canções foi motivada pelo fato de que procuraram sua antiga gravadora para lançar uma coleção, sem obter sucesso[11]. Apenas no ano seguinte, a Rhino Records lança uma coleção de música deles, The Rembrandts - Greatest Hits, com duas músicas do Great Buildings no início do CD[12][13].

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Músicas em coletâneas de power pop[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Huey, Steve. «Artist biography by Steve Huey» (em inglês). Allmusic. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  2. a b c «The Rembrandts bio» (em inglês). The Rembrandts. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  3. a b «The Rembrandts» (em inglês). The Rembrandts. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  4. a b c d «The Rembrandts - The Hot 100» (em inglês). Billboard. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  5. a b «The Rembrandts - Billboard 200» (em inglês). Allmusic. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  6. «Untitled» (em inglês). The Rembrandts. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  7. «Various ‎– Poptopia! Power Pop Classics of The '90s» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  8. «L.P.» (em inglês). The Rembrandts. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  9. «Lost Together» (em inglês). The Rembrandts. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  10. «Danny Wilde + The Rembrandts - Spin This» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  11. «Choice Picks» (em inglês). The Rembrandts. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  12. «Greatest Hits» (em inglês). The Rembrandts. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  13. «The Rembrandts - Greatest Hits» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  14. «The Rembrants sign with J-Bird Records: new CD, Lost Together, due in stores october 2» (em inglês). NYRock. 19 de julho de 2001. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  15. Monger, James Christopher. «Choice Picks, review by James Christopher Monger» (em inglês). Allmusic. 1 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of the United States.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.