The Resurrection

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Resurrection
Álbum de estúdio de Geto Boys
Lançamento 2 de Abril de 1996
Gravação 1995-1996 no Lil J's Studio; Houston, Texas
Gênero(s) Southern Hip hop, horrorcore
Duração 57:27
Gravadora(s) Rap-A-Lot Records
Produção Brad Jordan
Mike Dean
N.O. Joe
Uncle Eddie
Derick Edwards
Certificação Ouro (RIAA)
Cronologia de Geto Boys
Till Death Do Us Part
(1993)
Da Good Da Bad & Da Ugly
(1998)

The Resurrection é o sexto álbum do grupo de gangsta rap de Houston, Texas conhecido como Geto Boys. O álbum foi lançado em 1996 depois que os Geto Boys se reuniram após uma pausa de três anos. É considerado o melhor álbum do grupo pela crítica, e o primeiro de dois golpes de criatividade.[1]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Ghetto Prisoner" – 1:25
  2. "Still" – 4:00
  3. "The World Is a Ghetto"– 4:25 (featuring Flaj)
  4. "Open Minded" – 4:10 (featuring DMG)
  5. "Killer 4 Scratch" – 0:36
  6. "Hold It Down" – 5:27 (featuring Facemob)
  7. "Blind Leading the Blind" – 5:04 (featuring Menace Clan)
  8. "First Light of the Day" – 5:07
  9. "Time Taker" – 5:12
  10. "Geto Boys and Girls" – 5:59
  11. "Geto Fantasy" – 4:30
  12. "I Just Wanna Die" – 4:00
  13. "Niggas and Flies" – 3:09
  14. "A Visit with Larry Hoover" – 1:25
  15. "Point of No Return" – 3:06

Uso na mídia[editar | editar código-fonte]

A canção "Still" foi usada no filme de 1999 de Mike Judge Office Space, e também na série Family Guy, no episódio "I Dream of Jesus".

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas.[2]
Entertainment Weekly B+[3]
Robert Christgau cut[4]
rapreviews (8/10)[5]
Rolling Stone 3 de 5 estrelas.[6]

The Resurrection tem recebido avaliações positivas, com alguns críticos chamando o álbum de o melhor que os Geto Boys já fizeram. Em uma avaliação positiva, Stephen Thomas Erlewine do Allmusic escreveu "The Resurrection é melhor que qualquer outro álbum dos Geto Boys em cada sentido -- a coisa mais enxuta, mais malvada e mais funk que eles já gravaram."[2] James Bernard do Entertainment Weekly deu ao álbum um B+, escrevendo "O que faz este o melhor trabalho deles é o espírito festivo do álbum, apesar de seu conteúdo desagradável."[3]

Em 2005, o comediante Chris Rock escolheu The Resurrection como o número 15 na sua lista dos Melhores Álbuns de Hip-Hop de Todos os Tempos.[7]

Posições do álbum nas paradas[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Posições nas paradas
Billboard 200 Top R&B/Hip Hop Albums
1996 The Resurrection #6 #1

Posições dos singles nas paradas[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Posições nas paradas
Billboard Hot 100 Hot R&B/Hip-Hop Singles & Tracks Hot Rap Singles
1996 "The World Is A Ghetto" #82 #37 #12

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Geto Boys > Biography». Allmusic. Consultado em 2008-06-06 
  2. a b The Resurrection - Geto Boys. Allmusic. Retrieved 12 June 2011.
  3. a b Music Review: ' The Resurrection' Review. Entertainment Weekly. Retrieved 12 June 2011
  4. Christgua, Robert. The Geto Boys: The Resurrection. Retrieved 14 June 2011
  5. Geto Boys:: The Resurrection. RapReviews. Retrieved 14 June 2011
  6. Huffman, Eddie. Geto Boys: The Resurrection. Retrieved 14 June 2011
  7. «Chris Rock's Top 25 Hip Hop Albums». Consultado em 2008-07-14