The Royal Tenenbaums

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Royal Tenenbaums
Os Excêntricos Tenenbaums[1] (BR)
 Estados Unidos
2001 •  cor •  109 min 
Direção Wes Anderson
Produção Wes Anderson
Barry Mendel
Scott Rudin
Roteiro Wes Anderson
Owen Wilson
Narração Alec Baldwin
Elenco Gene Hackman
Anjelica Huston
Gwyneth Paltrow
Luke Wilson
Ben Stiller
Owen Wilson
Danny Glover
Género comédia
Música Mark Mothersbaugh
Cinematografia Robert Yeoman
Edição Dylan Tichenor
Distribuição Buena Vista Pictures
Lançamento Estados Unidos 14 de dezembro de 2001
Brasil 15 de março de 2002[1]
Idioma inglês
Orçamento US$ 21 milhões
Receita US$ 71.4 milhões
Página no IMDb (em inglês)

The Royal Tenenbaums é um filme norte-americano de 2001, do gênero comédia, dirigido por Wes Anderson.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O advogado Royal Tenenbaum e sua esposa arqueóloga Etheline Tenenbaum tiveram dois filhos, Chas e Richie e adotaram Margot com dois anos, e logo depois resolveram se separar mas legalmente continuaram casados. Com o apoio da mãe e apesar da irresponsabilidade excêntrica do pai, cada um dos filhos ainda adolescente demonstrou talentos diferentes, tornando-se todos bem-sucedidos: Chas possuía um dom natural para finanças e ganhara muito dinheiro, Margot se tornara uma dramaturga de sucesso e Richie, um importante tenista profissional. Um amigo da vizinhança, Eli Cash, acompanhou os irmãos quase que como um membro da família, desde criança. Vinte e dois anos depois, porém, a história de sucesso dos três jovens Tenenbaums é esquecida por diferentes motivos: Chas ficou viúvo e se tornou superprotetor de seus filhos, Margot se casou com o neurologista St. Clair mas esconde uma paixão secreta por Richie que por sua vez sofre um abalo nervoso após o casamento da irmã, a quem também ama. Eli consegue sucesso como escritor, porém tem um sério problema com drogas. É nesse momento que Royal, após falir financeiramente, resolve reatar os antigos laços entre os Tenenbaums e lutar pelo amor de Etheline, que está prestes a se casar com seu contador, Henry Sherman (Danny Glover).

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 2002 (EUA)

  • Indicado na categoria de Melhor Roteiro Original, escrito pelo próprio Wes Anderson em parceria com o ator Owen Wilson.
Portal A Wikipédia tem o portal:

Referências

  1. a b Teté Ribeiro (15 de março de 2002). «A grande família». Folha de S. Paulo, caderno Ilustrada. Consultado em 10 de março de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.