The Saboteur

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Saboteur
Produtora(s) Pandemic Studios
Editora(s) Eletronic Arts
Plataforma(s) PlayStation 3, Xbox 360 e Microsoft Windows
Data(s) de lançamento
  • EU 4 de dezembro de 2009
  • AN 8 de dezembro de 2009
Gênero(s) Ação-aventura, Sandbox, Terceira pessoa
Modos de jogo Single Player

The Saboteur é um jogo de ação-aventura em terceira pessoa na França, durante a ocupação nazista na Segunda Guerra Mundial. Foi publicado pela Eletronic Arts e produzido pela Pandemic Studios, liquidada após a finalização do jogo. Foi lançado em 4 de dezembro de 2009 na Europa e em 8 de dezembro na América do Norte para Xbox 360, PlayStation 3 e Microsoft Windows.[1][2]

No jogo, é muito usada a Cruz de Lorena, como emblema da Resistência Francesa.

História[editar | editar código-fonte]

O protagonista do jogo, Sean Devlin (baseado no herói de guerra William Grover-Williams) é um mecânico irlandês que sempre participa de corridas pela Europa. Depois de ter sido trapaceado por Kurt Dierker, um coronel nazista, em uma corrida realizada em Saarbrücken, na Alemanha no ano de 1940. Sean e seu melhor amigo, e "Meio Irmão", Jules Rousseau. Cruzam o caminho com uma "ex" de Sean, Skylar Saint Claire, aonde Sean tem uma Noite com Ela. Eles foram em busca de vingança. O Plano era jogar o carro de Kurt Dierker em um penhasco. Mas são capturados, Dierker executa Jules em uma interrogação, porém Sean consegue escapar. Seu novo amigo, Luc Gaudin funda a Resistência Francesa, ande a Irmã de Jules, Veronique Rosseau e seu pai, Vittore Morini, se unem, junto com soldados e Fraceses Patriotas, como Duval Mingo e Margot Bonnaire. Luc, se apaixona por Veronique, e Sean também sentia algo por ela, mas o problema é que o caso dela não era o mesmo. Após dois anos ao lado dos franceses, o Novo Grand Prix, em Paris, aonde Sean queria Vence-lo, e eliminar seu Inimigo Kurt Dierker. Sean vence, mas na hora da foto, ele abandona o carro que acerta Dierker, mas o alemão não morre. Seus amigos foram entregados pelo traidor Federico Santos. Presos na base das catacumbas, Sean chega a tempo de os salvar, mas Luc fica preso no meio de pedras, ele pede para Sean o matar, senão ele seria pego pelos nazistas, interrogado e torturado. Sean não consegue o matar, mas Veronique consegue. O Irlandês Sean, e Veronique vão a Torre Eiffel, aonde Dierker estava, ela admite que sentia algo por ele, e os dois se beijam. Dierker estava sem municão, e pede para o Irlandês o matar, nessa hora você opta por mata-lo ou deixa-lo pular. Depois que Kurt Morre, Sean Devlin se vira para Veronique e diz " - Estou Apenas Começando". E aí as "Letrinhas Sobem" e o Jogo acaba.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogador será capaz de explorar o mundo aberto de Paris ocupada pelos nazistas, algumas áreas da zona rural e partes da Alemanha. A cor é um elemento-chave na jogabilidade. Para deixar um distrito colorido ("inspirado") novamente, os jogadores devem enfraquecer as forças alemãs ocupando a área. Ao fazer isso, os cidadãos do distrito recuperarão sua esperança, caracterizada pela "Will to Fight" (fator WTF), uma medida da moral pública. Em áreas com baixa WtF, a área é escura, com cores escuras e acizentadas (com exceção de várias bandeiras nazistas, com vermelho brilhante e completo, com suásticas), enquanto em áreas com alta WtF, as cores são vibrantes. O fator WtF também afeta a jogabilidade, pois em áreas com WtF baixa, soldados alemães estão presentes em maior quantidade.

Cabe ao jogador inspirar essas áreas novamente. Em áreas com WtF alta, os alemães não serão completamente expulsos, mas eles já não estarão em grandes quantidades, e patrulharão primordialmente bases militares, quartéis, estações de trem, QGs, e outras áreas estrategicamente importantes. Além disso, o povo francês irá desempenhar um papel ativo na luta por áreas com alta WtF. Por exemplo: se Sean, o personagem principal, lutar com um soldado alemão, os aliados da Resistência Francesa e o povo francês irão intervir contra os ocupantes.

Ao longo do jogo, os jogadores irão melhorar seu personagem na forma de "Perks". Estes Perks irão melhorar a precisão, a contagem de munição, dano e muito mais. Perks são obtidos por meio de ações, tais como fuga de níveis de alarme, ou a demolição de um número definido de instalações nazistas. O jogador também tem a habilidade de escalar prédios e até mesmo atingir os telhados. A garagem pode guardar os veículos e também reparar os danificados. O jogador também pode lutar corpo-a-corpo ou usar uma abordagem mais furtiva, ou até mesmo se disfarçar de soldados inimigos.

Depois o jogador é introduzido por Santos ao mercado negro, que é usado para comprar armas, munições, explosivos, mapas e outros itens.

Conteúdo Extra[editar | editar código-fonte]

Um código de conteúdo extra chamado (The Midnight Show) para download foi disponibilizado para as pessoas que compraram uma nova versão do jogo.Os compradores de um exemplar usado também pode pagar por este conteúdo para download no Xbox Live Marketplace ou no PlayStation Network (no Reino Unido, o conteúdo é gratuito).Para a versão de PC, o conteúdo extra já está incluído no DVD.

O conteúdo extra irá fornecer ao jogador extras como nudez e esconderijos novos. Ele também irá desbloquear um minigame, que permite que o jogador ganhe mais itens do jogo, como um carro especial.

Recepção[editar | editar código-fonte]

IGN avaliou o jogo, dando nota 8.0/10, elogiando o seu som e visuais preto e branco, porém, criticou suas "emoções baratas", jogabilidade lenta e gráficos mal acabados.

GameTrailers deu 7.6/10 ao jogo. The Saboteur foi elogiado por ser divertido, embora o site criticou sua qualidade de voz, sendo áspera.

X-Play deu nota 3/5, elogiando o seu aspecto original e configuração, e grande variedade de jogabilidade, mas criticou sua história mal executada e diversas falhas.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.