The Seduction of Joe Tynan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Seduction of Joe Tynan
 Estados Unidos
1979 •  colorido •  108 min 
Direção Jerry Schatzberg
Elenco Alan Alda
Barbara Harris
Meryl Streep
Meryl Streep
Melvyn Douglas
Género drama
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Seduction of Joe Tynan é um drama político de 1979 dirigido por Jerry Schatzberg e produzido por Martin Bregman. O roteiro é assinado por Alan Alda, que também atua no papel-título.[1]

O filme é co-estrelado também por, Barbara Harris, e Meryl Streep, com Rip Torn, Melvyn Douglas, Charles Kimbrough, e Carrie Nye.[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O respeitado senador liberal Joe Tynan é convidado a liderar a oposição em uma disputa na Suprema Corte, cargo que coloca em xeque seus valores e sua moralidade. Ao mesmo tempo se apaixona por outra mulher, em um caso que pode acabar com seu casamento e com sua carreira.[3]

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Alan Alda como Joe Tynan
  • Barbara Harris como Ellie Tynan
  • Meryl Streep as Karen Traynor
  • Rip Torn como Senador Kittner
  • Melvyn Douglas como Senador Birney
  • Charles Kimbrough como Francis
  • Carrie Nye como Aldena Kittner
  • Michael Higgins como Senador Pardew
  • Blanche Baker como Janet

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem o portal:

Referências

  1. Maslin (17 de agosto de 1979). «Screen: Alan Alda Writes and Stars in 'Joe Tynan'; Coping With Fame». The New York Times. p. C6 
  2. «The Seduction of Joe Tynan». Variety. 1 de janeiro de 1979 
  3. Rich, Frank (20 de agosto de 1979). «Split Ticket». TIME 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.