The Sun Comes Out World Tour

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shakira thesuncomesoutworldtour logo 1.png
Poster oficial da turnê
Turnê Mundial de Shakira
Álbum(ns) associado(s) She Wolf
Sale el sol
Data de início 15 de setembro de 2010 (2010-09-15)
Data de fim 15 de outubro de 2011 (2011-10-15)
Partes 7
Número de
apresentações
24 na América do Norte
23 na América Latina
45 na Europa
01 na África
02 na Ásia
107 no total
Cronologia de digressão por Shakira
Oral Fixation Tour
(2006–07)
The Sun Comes Out World Tour
(2010–11)
El Dorado World Tour
(2018)

The Sun Comes Out World Tour[1][2][3][4][5] (Anunciado como Shakira: Live in Concert) foi a quinta turnê de concertos da cantora e compositora colombiana Shakira, lançada em apoio de seus oitavo e nono álbuns de estúdio, She Wolf (2009) e Sale el sol ( 2010). Após um show especial de pré-estréia da turnê realizado em Montreal, Quebec, Canadá, em 15 de setembro de 2010, a parte norte-americana da turnê começou em Uncasville, Connecticut, no dia 17 de setembro, e encerrou-se em Rosemont, Illinois, em 29 de outubro de 2010. A parte europeia da turnê estava prevista para começar em Lyon, França, em 16 de novembro, e terminou em Londres, Inglaterra, em 20 de dezembro de 2010. Os ingressos para as datas iniciais da parte européia foram logo esgotados, e Shakira estendeu a turnê para 2011, começando por anunciar um show em Paris, França; locais em países como Croácia, Rússia, Espanha e Suíça foram adicionados em breve. A perna latino-americana da turnê foi parte do Festival Pop e visitou países como Argentina, Brasil, Colômbia, México e Bolívia foram adicionados às datas da turnê.

O set-list da turnê foi composto de músicas tiradas principalmente do nono álbum de estúdio de Shakira, Sale el sol; o resto eram de seus álbuns de estúdio anteriores. O palco foi moldado como a letra "T" para permitir que um número máximo de espectadores pudessem ver melhor as performances da colombiana. Uma tela grande foi ajustada atrás do palco, em que vários visuais foram exibidos. Para as apresentações, Shakira usava principalmente um top de malha cor de ouro combinado com calças de couro bem apertadas. Outros presentes que Shakira usava durante os shows incluíam um vestido rosa com capuz, uma saia de flamenco e um vestido azul plumoso.

Os shows foram bem recebidos pelos críticos, muitos dos quais elogiaram o carisma Shakira, exibido durante as apresentações. Comercialmente, a turnê foi um sucesso. Ela foi classificada no número 40 na lista de "Top 50 North American Tours" da Pollstar, de 2010, quando obteve um total de US $ 16,9 milhões no continente, com uma venda total de ingressos com 524.723. Em 2011, a turnê ficou no número 20 no "Top 25 Worldwide Tours" da Pollstar 2011, com um total bruto de US $ 93,2 milhões e venda de ingressos com 692 064. Um álbum ao vivo do show gravado no Palais Omnisports do Paris-Bercy em Paris, na França, em junho de 2011, foi lançado como Live from Paris, em 5 de dezembro de 2011.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Shakira começou o show vestido com um vestido de fúcsia com capuz (esquerda), que mais tarde trocou por um top de malha de ouro e uma calça de couro apertada (direita).

Em 3 de maio de 2010, o site oficial da Shakira anunciou datas para a parte norte-americana da turnê mundial ainda sem nome.[6][7] Três datas e locais foram confirmados no anúncio: a digressão passaria no Madison Square Garden, em Nova York, no dia 21 de setembro, Toyota Center em Houston, em 8 de outubro, e Staples Center em Los Angeles, em 23 de outubro.[6][7] Após um período de pré-venda, os bilhetes para os três locais foram disponibilizados para compra pública em 7 de maio, no site oficial da cantora.[8] Os preços dos ingressos variaram de US $ 9,50 a US $ 149,50.[9] Até 23 de 19 de agosto, as novas datas e locais de turnê foram adicionados aos iniciais, somando a contagem total de shows norte-americanos de 2010, para 22.[10][11][12][13] Também foi anunciado que um show especial de pré-visualização de turnê seria realizado em Montreal, Quebec, Canadá, no dia 15 de setembro, para oferecer aos fãs "um visual exclusivo na turnê mundial de arena de Shakira", antes do início oficial da turnê em Uncasville, Connecticut, em 17 de setembro.[10][14] A última data da turnê foi em Rosemont, Illinois, em 29 de outubro.[10]

Em 28 de junho, Shakira anunciou as datas para o percurso europeu da turnê.[15] 22 datas e locais foram anunciados no total e a turnê começaria na sala de concertos Halle Tony Garnier em Lyon, no dia 16 de novembro, e terminou no O2 Arena em Londres, no dia 20 de dezembro.[16][17] Os locais notáveis ​​em que o passeio passaria seria o Palais Omnisports do Paris-Bercy em Paris, o Festhalle Frankfurt em Frankfurt, o Manchester Arena em Manchester e The O2 em Dublin.[16][17] Depois que os ingressos da parte européia da turnê foram esgotados, Shakira estendeu a turnê para 2011 e anunciou um show a ser realizado no Palais Omnisports de Paris-Bercy em Paris, em 14 de junho.[18] Mais tarde, Shakira decidiu adicionar outra data ao show de Paris do tour e definir 13 de junho para se apresentar no Palais Omnisports de Paris-Bercy.[19] Até 15 de março, novas datas de turnê foram adicionadas em locais como a Croácia, Rússia, Espanha e Suíça.[20]

Em 3 de dezembro, as datas na América Latina foram anunciadas.[21] A primeira data da turnê foi decidida no dia 1 de março em Salta, na Argentina.[22] Outros locais que a turnê passaria incluíram Bogotá, no país natal de Shakira Colômbia,[23] San José, na Costa Rica,[19] Cidade do México, no México[24] e São Paulo, no Brasil.[25] A data final para a etapa latino-americana da turnê foi marcada para 12 de abril, no Panamá.[26]

O nome da turnê inicialmente foi especulado para ser "Tour of Earthly Delights",[27][28] até o site oficial de Shakira revelar o cartaz da tour em 8 de setembro, que destacou "The Sun Comes Out World Tour" como o nome.[29] O cartaz da turnê apresenta Shakira saltando no ar vestindo um top de biquíni dourado, juntamente com calças douradas, semelhante à capa do seu single "Loca" de 2010. A turnê foi lançada para promover o oitavo álbum de estúdio da Shakira, She Wolf, que foi lançado em outubro de 2009 e seu nono álbum de estúdio Sale el sol, que deveria ser lançado em 19 de outubro de 2010.[30] As palavras "Sale el Sol" são espanhol para "The Sun Comes Out", daí a digressão também foi referida como Sale the Sol World Tour.[31]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A large green coloured face with red markings is being projected onto a large screen. On both the sides of the face, a woman with long blonde hair is singing with a mic in her hand.
Durante o desempenho de "Gordita", um rosto animado de Residente, o vocalista da banda porto-riquenha Calle 13 e um artista em destaque da música, foi projetado na tela durante suas partes da canção. Tais seqüências foram projetadas pela agência de entretenimento Loyalkaspar.[32]

Em 2008, a Shakira assinou um contrato de 10 anos com a gigante internacional de turismo com a Live Nation, o que levou a Forbes, a considerá-la como a quarta maior feminina ganhadora da história.[33][34][35] The Sun Comes Out World Tour foi sua primeira turnê ser promovida pela Live Nation. A etapa latino-americana da turnê foi parte do Festival Pop, um "novo festival que vai trazer as estrelas da música internacional para a América Latina e que também mostrará o mais recente em arte e tecnologia contemporânea".[21] De acordo com Valentina España, editora sênior do site Terra.com, o orçamento de produção da turnê foi suficientemente grande para "envergonhar a Circus (Tour), de Britney Spears".[27] Shakira falou sobre a digressão, dizendo:

"Vai ter temas e haverá muita interação com o público. Meu show ao vivo terá muito disso - muita dança, uma alegria de viver. Sinto essa liberdade no palco. Eu gosto de ver os rostos de todos no palco, para perceber a reação. Normalmente, você só pode ver a primeira fila por causa das luzes. Então vocês verão muita energia (minha) ... mas também está indo para ter outros momentos que espero sejam artisticamente energéticos. Quero que as pessoas sintam as coisas próximas."

Em 27 de novembro de 2009, revelou-se que Shakira estava realizando audições para escolher um ato de abertura diferente para cada uma das aparições da turnê em diferentes cidades.[36][37] Os artistas dispostos a audição foram obrigados a enviar vídeos de suas performances para o site oficial da Shakira. Os fãs foram autorizados a votar em seus artistas preferidos e os mais com os mais avançados para as finais; Shakira e sua equipe escolheriam o vencedor fora deles.[36][37] Sean Wolfington, parceiro de negócios digitais da Shakira, falou sobre a decisão e disse ao New York Post, que: "Os artistas vão abrir para Shakira ao vivo nas grandes cidades e praticamente através de uma performance de vídeo em mercados menores. Há muitos artistas talentosos e Shakira quer ajudá-los, dando-lhes parte do seu palco".[38] As visuais e as cenas de vídeo conceituais para o passeio foram gerenciados e projetados pela agência de entretenimento Loyalkaspar, que já havia projetado imagens visuais para artistas como U2 e Jay-Z.[32] Elliott Chaffer, diretor criativo da agência, falou sobre o projeto, dizendo que "Shakira era uma empresa muito maior do que tudo o que tentamos anteriormente. Eles estavam procurando por um conteúdo original que tivesse que trabalhar em duas telas LED e em um enorme, O projetor mapeia modelos surreais de um rosto animado em constante mudança, tudo em apenas três semanas. Isto é para sua turnê global do mundo, de modo que as modificações no set-list e as durações das faixas, continuaram através de nove rodadas de revisões".[32] Os visuais foram projetados para o conjunto de tela grande atrás do palco. O palco foi moldado na forma da letra "T" para permitir que um grande número de espectadores a assistisse.[30]

Sinopse do concerto[editar | editar código-fonte]

Five ladies are standing in front of a stage and a closeup of them is being projected onto a large screen behind them. There is pink-coloured lighting on the stage.
Durante a execução de "Whenever, Wherever", Shakira convidou quatro fãs mulheres para o palco e ensinou-lhes como a dançar dança do ventre.

O show começou com o apagamento das luzes e um foco de luz exclusivo focado na multidão. O foco então seguiu Shakira quando ela entrou no corredor vestindo um vestido de fúcsia com capuz. Cantando a balada "pensativa" e "sentimental" "Pienso En Tí", ela começou a caminhar em direção ao palco enquanto sacudia as mãos dos seus fãs e os abraçava.[31][39][40] Assim que Shakira escalou o palco, ela tirou o vestido para revelar o seu traje principal: um top de malha de ouro e uma calça de couro apertada.[40][41] Seguiu com uma coreografia dançante, enquanto ela "acelerava, pulava e agitava" ao longo do palco ao executar mais versões de "Why Wait" e "Te Dejo Madrid" ("I Leave You Madrid").[40][42][43] Depois de parar de tocar um solo de harmônica,[44] Shakira cantou "Si Te Vas" ("If You Go"), acompanhado a instrumentação musical "densa".[30][44] Isto foi seguido por uma performance mais rock de "Whenever, Wherever", durante a qual Shakira convidou quatro fãs para o palco e ensinou-lhes como dançar a dança do ventre.[30][44]

A banda mudou-se para uma pequena plataforma no meio do corredor e Shakira entrou no palco depois de se mudar para uma saia de flamenco de cor vermelha.[30][42] Um breve conjunto de músicas acústicas seguiu, começando com um cover de "Nothing Else Matters", uma balada da banda americana de heavy metal Metallica.[42] De acordo com Jon Parales, do The New York Times, um cover da música "fez com que ele soasse andino, com baterias de seis batidas e raspando um charango de ukulele".[45] O cover foi combinado diretamente com uma performance de "Despedida", uma música gravada por Shakira para a trilha sonora do filme Love in the Time of Cholera de 2007, durante a qual ela "testou" a habilidade musical de seu baterista por "incorporar seus movimentos".[42] "Gypsy" foi realizado como uma "parte folk" e os vocais de Shakira foram apoiados por "acordeões, violinos e uma seção rítmica".[46][47] O segmento foi fechado com uma performance de "La Tortura".[44]

O "Ciega, Sordomuda" influenciada pelo mariachi, foi realizada usando um violão Stroh, que foi usado para substituir as seções de saxofones da gravação original.[31][42] David Hardwick, da SpinningPlatters.com, disse que o uso do instrumento era "impressionante".[42] Ela então cantou a power ballad Underneath Your Clothes".[44] Um grande rosto animado parecido com o de Residente, o cantor principal da banda porto-riquenha Calle 13, foi projetado na tela atrás do palco durante a apresentação de "Gordita" ("Chubby"), uma faixa de hip hop e rap em que o artista foi apresentado.[31][42] O rosto foi usado para cobrir as partes de Residente da música através de vozes pré-gravadas.[31] Shakira então cantou "Sale el Sol,"[48] uma canção que inicialmente era dedicada ao músico argentino Gustavo Cerati, amigo íntimo da cantora e colaborador freqüente, que estava em coma.[49][50] Shakira colocou um par de calças neon de impressão de leopardo e performou "Loca" com mais "coreografias intrincadas e urbanas".[30] Shakira então soltou um longo uivo, sinalizando o início da performance de "She Wolf".[31] As performances de "Loca" e "She Wolf" marcaram a primeira vez que os dançarinos de back-up foram apresentados no show.[42] Dave Simpson, do The Guardian, comentou que Shakira estava "uivando como uma alma penada" durante a performance.[48] A performance de "Ojos Así" com sabor a música do Oriente Médio, foi o último no set-list do concerto. Shakira incorporou passos de dança do ventre em sua coreografia durante a execução.[31]

O segmento bis do show começou com uma performance de "Antes de las Seis", durante o qual a neve artificial foi lançada no ar quando a música chegou ao fim.[31] O tecladista da banda personificou o rapper haitiano-americano Wyclef Jean, o artista em destaque no single "Hips Don't Lie" da cantora, durante o desempenho da música.[42] O show de shows terminou com o desempenho de "Waka Waka (This Time for Africa)", o sucesso mundial Shakira gravou como a canção oficial do hino da Copa do Mundo FIFA 2010, durante a qual novamente convidou os fãs para o palco para dançar com ela como confetes "enchendo toda a arena".[31][44]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Shakira cantando "Waka Waka (This Time for Africa)" em Manchester, sendo esta uma das canções mais aplaudidas pelo público e crítica.

T'Cha Dunlevy (The Montreal Gazette) elogiou o desempenho de Shakira no Bell Centre dizendo: "Shakira é refrescantemente inconsciente no placo. Sim, ela faz todos os movimentos corretos, mas também se diverte. (...) Sim, este foi o ensaio, só podemos imaginar o verdadeiro show."[51]

Jon Pareles (The New York Times) falou da atuação com a "agradável multidão" do Madison Square Garden. Ele prosseguiu dizendo, "Shakira usa sua voz com rápidas mudanças, frase por frase,entre a inocência sussurante e música sensual. Ela usou seu corpo, se move com um sorriso de menina e a dança finamente calibrada e sensual. Requebrados com os quadris e roda suave em câmera lenta, aperta o peito e vira o punho sinuoso, como se cada parte de seu corpo girasse 360 graus."[52]

Jim Abbott (Orlando Sentinel) descreve o rendimento de Shakira no Amway Arena como "brincalhão", acrescentando que, "Embora a temperatura da noite fosse quente, Shakira abriu a nite com um tom quase reverente. Vestida com uma bata rosa que flui e um xale combinando, ela apareceu no meio do público e andou a passos lentos até o palco, posando para fotos enquanto cantava a inesquecível "Pienso en Ti".[53]

Mikael Wood (Los Angeles Times) também elogiou Shakira depois de sua performance no Staples Center, descrevendo-a como "uma estrategista social, que estava levando a cabo um plano, com habilidade e sem falta de carisma."[54]

Isabel Betancourt (The Celebrity Cafe) considera que "Apesar do compromisso que tinha com os álbuns atuais, foi uma noite emocionante com uma mega estrela humilde. Shakira fez com que o sol brilhasse no fim de semana para milhares de residentes do sul da Flórida e só senti tristeza quando o show acabou."[55]

Recepção comercial[editar | editar código-fonte]

Durante as aparições da América do Norte que se realizam de 21 de setembro a 23 de outubro de 2010, a turnê arrecadou US $ 3.685.377 e ficou no número quatro no quadro da Billboard Hot Tours em 11 de novembro de 2010. Os shows no Madison Square Garden em Nova York e Staples Center em Los Angeles foram esgotado.[56] Pop Festival, patrocinador da parte latino-americana da turnê, arrecadou US$ 13.516.890 durante as datas que se estendem de 12 a 27 de março de 2011, e ficou no segundo lugar no quadro Billboard Hot Tours em 8 de abril de 2011.[57] De acordo com o fabricante de automóveis espanhol SEAT, o patrocinador da parte europeia, os 21 locais em que a turnê apareceu estavam todos esgotados, e contou com um total aproximado de 360 ​​mil fãs.[58] Foi uma das maiores turbulências do ano de 2010.[41]

De acordo com a Pollstar, a turnê arrecadou um total de US $ 16,9 milhões em suas datas norte-americanas, classificando assim o número 40 na lista de "Top 50 North American Tours" de Pollstar 2010.[59] Na América do Norte, a turnê vendeu uma média de 9.335 ingressos e um total de 205.271 ingressos.[59] A média foi de $ 768.182.[59] Em todo o mundo, a turnê arrecadou um total de US $ 39,9 milhões de 1 de janeiro de 2011 para 30 de junho de 2011, e ficou no número 11 na lista "Top 50 Worldwide Tours" da Pollstar, compilada com base nesse período.[60] Ele vendeu uma média de 11.661 ingressos e um total de 524.723 ingressos.[60] A média média foi de US $ 886,667 durante esse período. A partir de 1 de janeiro de 2011, até 31 de dezembro de 2011, a turnê atingiu um total de US $ 53,2 milhões e ficou no número 20 no "Top 25 Worldwide Tours" da Pollstar, compilado com base nesse período.[61] Ele vendeu uma média de 13.106 ingressos e um total de 692.064 ingressos.[61] A média foi de $ 1.108.333.[61]

Gravação ao vivo[editar | editar código-fonte]

As apresentações que ocorreram no Palais Omnisports de Paris-Bercy em Paris, França, em 13 e 14 de junho de 2011, foram gravadas para inclusão no álbum ao vivo da turnê.[62] O álbum ao vivo foi intitulado Live from Paris (En Vivo Desde París em países hispânicos) e foi lançado em 5 de dezembro de 2011.[62][63] Ele foi disponibilizado em três formatos: uma edição exclusiva que inclui um DVD e um CD de áudio ao vivo, uma edição de DVD padrão e uma edição de Blu-ray Disc.[64][65] A estreia do álbum ao vivo foi precedida do lançamento de "Je l'aime à mourir", a interpretação de Shakira da música original escrita e interpretada pelo cantor e compositor francês Francis Cabrel, em 29 de novembro de 2011.[66][67] Na França, Live from Paris foi certificada platina na França pelo Syndicat National de l'Édition Phonographique, pelas vendas de 100.000 unidades.[68]

Atos de abertura[editar | editar código-fonte]

Lista de músicas[editar | editar código-fonte]

Shakira cantando "Gypsy" em Manchester, na Inglaterra; na Espanha e América Latina, exceto Brasil, foi cantada a versão em espanhol, "Gitana").

O repertorio incluiu além dos antigos sucessos, musicas novas dos 2 ultimos albuns "She Wolf" e "Sale el Sol".

Mesmo tendo deixado de fora alguns sucessos mais recentes como: "Did It Again", "Give It Up to Me", "Men in This Town", "Rabiosa" e "Addicted to You"; muito solicitadas pelos fãs, a turnê teve grande aceitação do público. As primeiras mudanças no stelist foram feitas durante a primeira etapa européia, quando "Si te Vas" não foi interpretada em algumas ocasiões, "Ojos Así", "Las de la intuición" e "Gordita" também tiveram mudanças na sua duração. As canções "Gordita" y "Underneath Your Clothes" foram retiradas do setlist a partir do show na cidade de Santiago, Chile; e só foram interpretadas novamente para a gravação do DVD. O mesmo aconteceu com "Pienso en tí", que foi retirada do setlist depois do concerto em Mannheim, Alemanha. Os shows após este iniciavam-se com a musica "Why Wait".

Nos shows de Genebra e París, Shakira surpreendeu a todos ao interpretar a canção "Je l'aime à mourir", de Francis Cabrel, apresentada em uma versão em espanhol e francês.

Em seu show no Rock in Rio 2011, Shakira iniciou com "Estoy Aquí" interpretou junto a Ivete Sangalo a canção em português "País Tropical" de Jorge Ben Jor em substituição a "Antes de las seis".

Alterações nos shows[editar | editar código-fonte]

  • No show de Los Angeles, Shakira teve a companhia de seu parceiro na canção "Gordita", René Pérez, da dupla Calle 13 na apresentação dessa canção.[88] Ele também esteve presente nos shows argentinos, como em Buenos Aires.[89]
  • Após o show de Anaheim, Shakira performou Loca em cima de um carro no estacionamento do local do show. O vídeo da apresentação pode ser visto no site da cantora.[90]
  • Ao iniciar a etapa latinoamericana, a cor do leque que é usado na performance de "Why Wait"/"Años Luz", que era azul com listras vermelha e branca, por outras cores.[91]
  • No tocante à etapa europeia de 2010, a partir do show de Amsterdã, as canções Si te vas e "Antes de las Seis" foram retiradas[92](sendo que a segunda já não fora cantada no show de Santa Barbara). Embora a primeira só voltasse no ano seguinte, durante a etapa latinoamericana,[93] a segunda retornaria ainda na Europa em 2010, em shows como os de Paris[94] e até o final da etapa. As duas canções também não foram aparesentadas na etapa europeia/asiática/africana de 2011, que começou em Abu Dhabi.[95] A retirada de ambas as canções se deveu a problemas técnicos.[91]
  • Underneath Your Clothes deixou de ser cantada em Santiago (com exceção de Punta del Este). Os fãs consideram que a retirada definitiva de "Underneath" se deva ao anúncio do rompimento do relacionamento amoroso de Shakira com o seu empresário, o argentino Antonio de la Rúa, feito no site oficial da cantora.[96]
  • Devido a fortes chuvas, a apresentação de Shakira em Brasília, programada para o dia 17 de Março de 2011[B] no estacionamento do Estádio Mané Garrincha foi adiada, apresentando-se neste dia no festival apenas a banda Chimarruts, que performou apenas quatro músicas; o show foi remarcado para o dia 24 de Março, desta vez no Ginásio Nilson Nelson; contudo, sem a presença de Ziggy Marley e Fatboy Slim, por problemas de compatibilidade de agenda.[97]
  • Para a alegria dos fãs, Shakira cantou Estoy Aqui em sua apresentação no Rock in Rio no dia 30 de setembro, no Rio de Janeiro.

Datas[editar | editar código-fonte]

Data Cidade País Local
América do Norte[98][99][100]
15 de setembro de 2010 (2010-09-15) Montreal  Canadá Bell Centre
17 de setembro de 2010 (2010-09-17) Uncasville  Estados Unidos Mohegan Sun Arena
18 de setembro de 2010 (2010-09-18) Atlantic City Etess Arena
21 de setembro de 2010 (2010-09-21) New York City Madison Square Garden
25 de setembro de 2010 (2010-09-25)[A] Sunrise BankAtlantic Center
27 de setembro de 2010 (2010-09-27) Miami American Airlines Arena
28 de setembro de 2010 (2010-09-28) Orlando Amway Arena
1 de outubro de 2010 (2010-10-01) Dallas American Airlines Center
2 de outubro de 2010 (2010-10-02) San Antonio AT&T Center
5 de outubro de 2010 (2010-10-05) Corpus Christi American Bank Center
6 de outubro de 2010 (2010-10-06) Laredo Laredo Energy Arena
8 de outubro de 2010 (2010-10-08) Houston Toyota Center
9 de outubro de 2010 (2010-10-09) Hidalgo State Farm Arena
12 de outubro de 2010 (2010-10-12) El Paso Don Haskins Center
13 de outubro de 2010 (2010-10-13)
15 de outubro de 2010 (2010-10-15) San Diego San Diego Sports Arena
16 de outubro de 2010 (2010-10-16) Las Vegas Mandalay Bay Events Center
19 de outubro de 2010 (2010-10-19) Sacramento ARCO Arena
20 de outubro de 2010 (2010-10-20) Santa Barbara Santa Barbara Bowl
22 de outubro de 2010 (2010-10-22) Oakland Oracle Arena
23 de outubro de 2010 (2010-10-23) Los Angeles Staples Center
25 de outubro de 2010 (2010-10-25) Anaheim Honda Center
26 de outubro de 2010 (2010-10-26) Indio Fantasy Springs Special Events Center
29 de outubro de 2010 (2010-10-29) Rosemont Allstate Arena
Europa[98][100][101][102][103]
16 de novembro de 2010 (2010-11-16) Lyon  França Halle Tony Garnier
17 de novembro de 2010 (2010-11-17) Zurique Suíça Hallenstadion
19 de novembro de 2010 (2010-11-19) Madrid Flag of Spain.svg Espanha Palácio de Deportes
21 de novembro de 2010 (2010-11-21) Lisboa  Portugal Pavilhão Atlântico
23 de novembro de 2010 (2010-11-23) Bilbao Flag of Spain.svg Espanha Bizkaia Arena
24 de novembro de 2010 (2010-11-24) Barcelona Palau Sant Jordi
26 de novembro de 2010 (2010-11-26) Montpellier  França Arena Montpellier
27 de novembro de 2010 (2010-11-27) Turin  Itália Torino Palasport Olimpico
29 de novembro de 2010 (2010-11-29) Geneva Suíça SEG Geneva Arena
1 de dezembro de 2010 (2010-12-01) Rotterdam  Países Baixos The Ahoy
3 de dezembro de 2010 (2010-12-03) Munique  Alemanha Olympiahalle
5 de dezembro de 2010 (2010-12-05) Metz  França Galaxie Amnéville
6 de dezembro de 2010 (2010-12-06) Paris Palais Omnisports de Paris-Bercy
8 de dezembro de 2010 (2010-12-08) Berlin  Alemanha O2 World
11 de dezembro de 2010 (2010-12-11) Cologne Lanxess Arena
12 de dezembro de 2010 (2010-12-12) Antwerp  Bélgica Sportpaleis
14 de dezembro de 2010 (2010-12-14) Manchester  Reino Unido Manchester Evening News Arena
16 de dezembro de 2010 (2010-12-16) Dublin  Irlanda The O2
17 de dezembro de 2010 (2010-12-17) Belfast  Irlanda do Norte Odyssey Arena
19 de dezembro de 2010 (2010-12-19) Glasgow  País de Gales Scottish Exhibition and Conference Centre
20 de dezembro de 2010 (2010-12-20) London  Inglaterra The O2
América do Sul[98][100][104]
1 de março de 2011 (2011-03-01)[B] Salta  Argentina Estádio Mundialista
3 de março de 2011 (2011-03-03)[B] Córdoba Estádio Mario Alberto Kempes
5 de março de 2011 (2011-03-05)[B] Buenos Aires Estadio Puerto Madero
6 de março de 2011 (2011-03-06) Punta del Este Uruguai Conrad Resort & Casino
8 de março de 2011 (2011-03-08)[B] Assunção  Paraguai Jockey Club Paraguai
10 de março de 2011 (2011-03-10)[B] Santiago  Chile Estádio Nacional
12 de março de 2011 (2011-03-12)[B] Bogotá  Colômbia Parque Simón Bolívar
15 de março de 2011 (2011-03-15)[B] Porto Alegre  Brasil Estacionamento da FIERGS
19 de março de 2011 (2011-03-19)[B] São Paulo Estádio do Morumbi
21 de março de 2011 (2011-03-21)[B] Santa Cruz de la Sierra  Bolívia Estádio Ramón Tahuichi Aguilera
24 de março de 2011 (2011-03-24)[B] Brasília  Brasil Ginásio Nilson Nelson
25 de março de 2011 (2011-03-25)[B] Lima  Peru Estádio Universidad San Marcos
27 de março de 2011 (2011-03-27)[B] Caracas  Venezuela Estádio da Universidade Simón Bolívar
América do Norte e Central[98][98][100][100][105][106]
30 de março de 2011 (2011-03-30)[B] Santo Domingo República Dominicana Estadio Olímpico Félix Sanchéz
2 de abril de 2011 (2011-04-02)[B] Cidade do México  México Foro Sol
3 de abril de 2011 (2011-04-03)[B]
5 de abril de 2011 (2011-04-05)[B] Guadalajara Estadio 3 de Marzo
7 de abril de 2011 (2011-04-07)[B] Monterrei Estadio Universitario de Monterrey
9 de abril de 2011 (2011-04-09)[C] Cidade da Guatemala  Guatemala Estadio Cementos Progreso
10 de abril de 2011 (2011-04-10)[B] San José Costa Rica Estadio Nacional de Costa Rica
12 de abril de 2011 (2011-04-12)[B] Cidade do Panamá  Panamá Plaza Figali
Ásia[107]
29 de abril de 2011 (2011-04-29) Abu Dhabi  Emirados Árabes Unidos YAS Arena
Europa[98][100][108][109]
2 de maio de 2011 (2011-05-02) Bolonha  Itália Futurshow Station
3 de maio de 2011 (2011-05-03) Milão Mediolanum Forum
5 de maio de 2011 (2011-05-05) Budapeste  Hungria Budapest Sports Arena
7 de maio de 2011 (2011-05-07) Bucareste  Roménia Piaţa Constituţiei
9 de maio de 2011 (2011-05-09) Belgrado  Sérvia Beogradska Arena
11 de maio de 2011 (2011-05-11) Zagreb  Croácia Zagreb Arena
14 de maio de 2011 (2011-05-14) Mannheim  Alemanha SAP Arena
15 de maio de 2011 (2011-05-15) Mönchengladbach Hockeypark
17 de maio de 2011 (2011-05-17) Łódź  Polónia Atlas Arena
19 de maio de 2011 (2011-05-19) Minsk  Bielorrússia Minsk Arena
22 de maio de 2011 (2011-05-22) São Petersburgo  Rússia Petersburg Sports and Concert Complex
24 de maio de 2011 (2011-05-24) Moscou Olimpiisky Indoor Arena
Ásia[110]
26 de maio de 2011 (2011-05-26) Beirute Líbano BIEL Outdoors Space
África[98][100][111]
28 de maio de 2011 (2011-05-28)[D] Rabat  Marrocos OLM Souissi
Europa[98][98][98][100][100][100][106][112][113]
29 de maio de 2011 (2011-05-29) Barcelona Flag of Spain.svg Espanha Estadi Olímpic Lluís Companys
30 de maio de 2011 (2011-05-30) Valência Auditorio Marina Sur
1 de junho de 2011 (2011-06-01) Almeria Estadio de los Juegos Mediterráneos
3 de junho de 2011 (2011-06-03) Madri Estádio Vicente Calderón
4 de junho de 2011 (2011-06-04) Bilbao San Mamés
5 de junho de 2011 (2011-06-05) Nice  França Palais Nikaia
7 de junho de 2011 (2011-06-07) Genebra Suíça SEG Geneva Arena
8 de junho de 2011 (2011-06-08) Zurique Hallenstadion
10 de junho de 2011 (2011-06-10)[E] Graz  Áustria Schwarzl-Freizeitzentrum
11 de junho de 2011 (2011-06-11) Frankfurt  Alemanha Festhalle
13 de junho de 2011 (2011-06-13) Paris  França Palais Omnisports de Paris-Bercy
14 de junho de 2011 (2011-06-14)
América do Sul[114]
30 de setembro de 2011 (2011-09-30)[F]
Rio de Janeiro  Brasil Rock in Rio IV
América do Norte
14 de outubro de 2011 (2011-10-14) San Juan  Porto Rico Coliseu José Miguel Agrelot
15 de outubro de 2011 (2011-10-15) San Juan  Porto Rico Coliseu José Miguel Agrelot

Participações em Festivais[editar | editar código-fonte]

A Concerto dado como parte do JetBlue's Latin Concert Series.[115]
B Concerto dado como parte de The Pop Festival.[116]
C Concerto dado como parte do Tigo Festival Guatemala.[117]
D Concerto dado como parte do Mawazine Festival.[118]
E Concerto dado como parte do See-Rock Festival.[119]
F Concerto dado como parte da edição 2011 do Rock In Rio.[120]

Referências

  1. [1]
  2. Portela, Lino (26 de maio de 2010). «Compito Conmigo» [I compete with myself]. El Nuevo Día (em Spanish). Grupo Ferré-Rangel. Consultado em 25 de junho de 2010 
  3. «Shakira to get up close and person with fans on next tour». NDTV. NDTV Convergence Limited. 14 de agosto de 2010. Consultado em 17 de agosto de 2010 
  4. «Shakira planning interactive tour». MTV UK News. MTV Networks. 12 de agosto de 2010. Consultado em 17 de agosto de 2010 
  5. Espana, Valentina. «Shakira develops 'Delightful' Interactive tour». Terra Networks. Consultado em 17 de agosto de 2010 
  6. a b «Global tour announced- kicking off in America!». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  7. a b España, Valentina (16 de novembro de 2017). «Shakira Announces World Tour Dates». Terra Networks. Telefónica. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  8. «Tour tickets on public sale». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  9. Ben-Yehuda, Ayala (16 de novembro de 2017). «Shakira Announces U.S. Tour Dates». Billboard. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  10. a b c «Four more shows announced!». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  11. «Orlando show announced». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  12. «Second El Paso show announced». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  13. «Santa Barbara show announced». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  14. «Special Monreal preview show announced». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  15. «Shakira announces European tour!». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  16. a b «Shakira's "Sale El Sol" and New European tour dates». MTV. 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  17. a b «Shakira announces autumn European tour dates». The Independent. 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  18. «Sun Comes Out tour extended into 2011». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  19. a b «Paris and Costa Rica shows announced!». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  20. «European tour update- Russian shows added». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017 
  21. a b «Latin America tour announced». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  22. «More Latin America tour dates announced». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  23. «Shakira to perform in Colombia in March». Shakira.com (Archive). 21 de janeiro de 2011. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  24. «Mexican dates announced!». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  25. «Two Brazilian shows announced». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  26. «Shows announced for Spain and Panama». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  27. a b España, Valentina (16 de novembro de 2017). «Shakira Develops 'Delightful' Interactive Tour». Terra Networks. Telefónica. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  28. Adrian, Ruhi (16 de novembro de 2017). «Shakira will bring her 'Tour of Earthly Delights' to South Florida». Pbpulse.com. Cox Media Group. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  29. «The Sun Comes Out World Tour poster». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  30. a b c d e f Betancourt, Isabel (16 de novembro de 2017). «Shakira's The "Sun Comes Out" Tour Shinned on Florida Fans Saturday». TheCelebrityCafe.com. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  31. a b c d e f g h i Mathews, Terry (16 de novembro de 2017). «Shakira lights up American Airlines Center with Sale El Sol tour». The Sulphur Springs News-Telegram. Echo Publishing Company. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  32. a b c «Loyalkaspar Creates Visuals For Shakira's Sale El Sol World Tour». CG Today. Cinimatiq Filmserves. 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  33. Pomerantz, Dorothy (3 de março de 2011). «The Top-Earning Women in Music». Forbes. Consultado em 3 de março de 2011 
  34. Sisario, Ben (3 de março de 2011). «Shakira Leaves Record Company for Live Nation». The New York Times. Consultado em 3 de março de 2011 
  35. Huey, Steve. «Shakira». AllMusic. Consultado em 3 de março de 2011 
  36. a b «Shakira fans to choose opening act». Metro. Associated Newspapers. 3 de março de 2011. Consultado em 3 de março de 2011 
  37. a b «Shakira looking for opening act for 2010 tour». MuchMusic. Bell Media. 3 de março de 2011. Consultado em 3 de março de 2011 
  38. «Helping hand». New York Post. 3 de março de 2011. Consultado em 3 de março de 2011 
  39. Farber, Jim (16 de novembro de 2017). «Her hips still don't lie: Shakira's body commands 'Sun Comes Out' toufr, but voice lacks sensuality». New York Daily News. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  40. a b c Burrows, Tim (16 de novembro de 2017). «Shakira, O2 Arena, review». The Daily Telegraph. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  41. a b Moss, Rebecca (16 de novembro de 2017). «Best looks: Shakira». Elle. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  42. a b c d e f g h i Hardwick, Dakin (16 de novembro de 2017). «Show Review: Shakira at Oracle Arena, 10/22/10». Spinning Platters. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  43. «Live review: Shakira at MSG». Time Out. 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  44. a b c d e f Stingley, Mick (16 de novembro de 2017). «Shakira -- Concert Review». The Hollywood Reporter. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  45. Pareles, Jon (16 de novembro de 2017). «At the Garden, Shakira Is a Star With Open Ears». The New York Times. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  46. Dunlevy, T'Cha (16 de novembro de 2017). «Shakira 'rehearsal' flawless». The Gazette (Montreal). Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 19 de setembro de 2010 
  47. Abbott, Jim (16 de novembro de 2017). «Shakira makes the Amway Arena shake». Orlando Sentinel. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 3 de outubro de 2010 
  48. a b Simpson, Dave (16 de novembro de 2017). «Shakira – review». The Guardian. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  49. «Shakira, "Sale el Sol"». Billboard. 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  50. Shetler, Scott (16 de novembro de 2017). «Shakira, 'Sale el Sol' -- New Song». AOL Radio Blog. AOL Inc. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  51. Dunlevy, T'cha (16 de setembro de 2010). «Shakira 'rehearsal' flawless». The Montreal Gazette. Postmedia Network, Inc. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  52. Pareles, Jon (22 de setembro de 2010). «At the Garden, Shakira Is a Star With Open Ears». The New York Times. The New York Times Company. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  53. «Shakira makes the Amway Arena shake». Tribune Company. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  54. Wood, Mikael (24 de outubro de 2010). «Live review: Shakira at Staples Center». The Los Angeles Times. Tribune Company. Consultado em 26 de outubro de 2010 
  55. Betancourt, Isabel (28 de setembro de 2010). «Shakira Brings Out the Sun in Florida». Celebrity Cafe. Consultado em 2 de novembro de 2010 
  56. Allen, Bob (16 de novembro de 2017). «Hot Tours: Bon Jovi, Roger Waters, Cher». Billboard. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  57. Allen, Bob (16 de novembro de 2017). «Hot Tours: The X Factor Live, The Pop Festival, Lady Gaga». Billboard. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  58. «SEAT and Shakira share a huge success in Europe». SEAT. 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  59. a b c «Top 50 North American Tours» (PDF). Pollstar. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  60. a b «Top 50 Worldwide Tours» (PDF). Pollstar. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  61. a b c «Top 25 Worldwide Tours» (PDF). Pollstar. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  62. a b Erlewine, Stephen Thomas. «Live from Paris- Shakira». AllMusic. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  63. Erlewine, Stephen Thomas. «En Vivo Desde Paris- Shakira». AllMusic. Rovi Corporation. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  64. «Shakira Live From Paris out December 6 on DVD/Blu- Ray». Shakira.com (Archive). 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  65. «Live from Paris- Shakira (Releases)». AllMusic. Rovi Corporation. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  66. «Friday's French music break — Shakira, "Je l'aime a mourir"». France Today. 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  67. «Je l'aime à mourir (Studio Version) – Single» (em French). iTunes Store (France). Apple Inc. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  68. «Les Certifications» (em French). SNEP. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  69. Tetteh, Sarah (23 de dezembro de 2010). «hakira hula hoops with Parade». Daily Mirror. Trinity Mirror. Consultado em 11 de fevereiro de 2011 
  70. a b «Shakira inicia su 'Pop festival' en Argentina». El Espectador (em Spanish). 1 de março de 2011. Consultado em 3 de março de 2011 
  71. «Córdoba mueve hoy sus caderas» (em Spanish). Consultado em 3 de março de 2011 
  72. «Vampire Weekend inaugura el Personal Pop Festival». El Siglo (em Spanish). 1 de fevereiro de 2011. Consultado em 5 de fevereiro de 2011 
  73. a b c «SHAKIRA SE PRESENTARÁ EN BOGOTÁ JUNTO A OTRAS BANDAS MUSICALES» [SHAKIRA TO PERFORM IN BORGATA WITH OTHER MUSIC BANDS]. Terra Networks (em Spanish). Telefónica, S.A. 22 de janeiro de 2011. Consultado em 3 de fevereiro de 2011 
  74. a b c d e f g «Al son de Shakira». La Razón (em Spanish). Clarin Group. 3 de março de 2011. Consultado em 3 de março de 2011 
  75. «Pop Festival de los latinoamericanos». Diario ABC Color (em Spanish). 25 de fevereiro de 2011. Consultado em 3 de março de 2011 
  76. «Francisca Valenzuela compartirá escenario con Shakira en el Festival del Pop». Chilevisión. Turner Broadcasting System. Consultado em 3 de março de 2011 
  77. «J Balvin cantará con Shakira.». RCN TV (em Spanish). 25 de fevereiro de 2011. Consultado em 3 de março de 2011 
  78. a b «Shakira dará un concierto en Lima con 'Ziggy Marley' y 'Train'». La Verdad (em Spanish). Sinergia Editorial C.A. 11 de janeiro de 2011. Consultado em 27 de janeiro de 2011 
  79. a b c d «Ziggy Marley y Fatboy Slim estarán junto a Shakira en el Pop Music Festival». El Nacional (em Spanish). 27 de janeiro de 2011. Consultado em 5 de fevereiro de 2011 
  80. Pearson, Ashley. «Concert Review: Shakira at BankAtlantic Center, September 25». New Times Broward-Palm Beach. Village Voice Media. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  81. Gonzalez, Victor (28 de setembro de 2010). «Shakira at the American Airlines Arena, September 27». Miami New Times. Village Voice Media. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  82. Pearson, Ashley (27 de setembro de 2010). «Concert Review: Shakira at BankAtlantic Center, September 25». New Times Broward-Palm Beach. Village Voice Media. Consultado em 10 de outubro de 2010  line feed character character in |editorial= at position 8 (ajuda)
  83. Gonzalez, Victor (28 de setembro de 2010). «Shakira at the American Airlines Arena, September 27». Miami New Times. Village Voice Media. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  84. Pearson, Ashley (27 de setembro de 2010). «Concert Review: Shakira at BankAtlantic Center, September 25». New Times Broward-Palm Beach. Village Voice Media. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  85. Gonzalez, Victor (28 de setembro de 2010). «Shakira at the American Airlines Arena, September 27». Miami New Times. Village Voice Media. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  86. Pearson, Ashley (27 de setembro de 2010). «Concert Review: Shakira at BankAtlantic Center, September 25». New Times Broward-Palm Beach. Village Voice Media. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  87. Gonzalez, Victor (28 de setembro de 2010). «Shakira at the American Airlines Arena, September 27». Miami New Times. Village Voice Media. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  88. «Shakira Gets Physical, Covers Metallica at Los Angeles Show». Billboard.com (em English). 25 de outubro de 2010. Consultado em 20 de maio de 2011 
  89. «Shakira faz show inesquecível e encanta público argentino». Portal Terra. 8 de março de 2011. Consultado em 20 de maio de 2011 
  90. «Shakira teaches fans the Loca dance». Shakira.com (em English). 28 de outubro de 2010. Consultado em 20 de maio de 2011 
  91. a b «THE SUN COMES OUT WORLD TOUR OFFICIAL SETLIST *SPOILERS*». Shakira.com (em English). 9 de setembro de 2010. Consultado em 20 de maio de 2011 
  92. «Shakira Concert at Ahoy, Rotterdam, Netherlands Setlist on December 1, 2010». Setlist.fm (em English). 19 de abril de 2010. Consultado em 20 de maio de 2011 
  93. «Shakira Concert at Estadio Padre Martearena, Salta, Argentina Setlist on March 1, 2011». Setlist.fm (em English). 19 de abril de 2010. Consultado em 20 de maio de 2011 
  94. «Shakira Concert at Palais Omnisports de Paris-Bercy, Paris, France Setlist on December 6, 2010». Setlist.fm (em English). 19 de abril de 2010. Consultado em 20 de maio de 2011 
  95. «Shakira Concert at Abu Dhabi, Abu Dhabi, United Arab Emirates Setlist on April 29, 2011». Setlist.fm (em English). 19 de abril de 2010. Consultado em 20 de maio de 2011 
  96. «Francia, 10/01/11». Shakira.com (em Spanish). 11 de janeiro de 2010. Consultado em 3 de maio de 2011 
  97. «Confirmado: Shakira se apresenta em Brasília na próxima quinta-feira». Correio Braziliense. 19 de março de 2011. Consultado em 19 de março de 2011 
  98. a b c d e f g h i j «Tour». Shakira's Official Website. Sony Music Entertainment. Consultado em 25 de junho de 2010 
  99. Madison, T. James (11 de maio de 2010). «Shakira adds new dates to fall tour». LiveDaily. Consultado em 25 de junho de 2010 
  100. a b c d e f g h i j «Shakira Dates». Pollstar. Consultado em 25 de junho de 2010 
  101. «En tournée dans toute la France et le 6 décembre à Paris-Bercy !» [The tour comes to France December 6 at the Bercy]. NRJ (em French). 23 de junho de 2010. Consultado em 25 de junho de 2010 
  102. «Shakira : toutes les dates de sa tournée française» [Dates for French tour]. MusiqueMag (em French). 23 de junho de 2010. Consultado em 25 de junho de 2010 
  103. «Shakira en concert en France à !» [Shakira on tour in France during Fall 2010]. .evous (em French). Consultado em 25 de junho de 2010 
  104. «Pop Music Festival 2011». Mondo Entretenimento. 27 de janeiro de 2011. Consultado em 7 de fevereiro de 2011 
  105. «Tour. The Pop Festival». Shakira.com (em Spanish). 3 de fevereiro de 2011. Consultado em 28 de fevereiro de 2011 
  106. a b «Más Fechas de la Gira Sale el Sol: España y Panamá». Shakira.com (em Spanish). 1 de março de 2011. Consultado em 2 de março de 2011 
  107. «Anunciamos Concierto en Abu Dhabi!». Shakira.com (em Spanish). 5 de abril de 2011. Consultado em 5 de abril de 2011 
  108. «Tour. Europe 2011». Shakira.com (em English). 3 de fevereiro de 2011. Consultado em 25 de março de 2011 
  109. «Anunciamos dos shows en Italia». Shakira.com (em Spanish). 1 de abril de 2011. Consultado em 1 de abril de 2011 
  110. «Anunciamos show en Beirut». Shakira.com (em Spanish). 16 de abril de 2011. Consultado em 18 de abril de 2011 
  111. «Tour. Europe 2011». Shakira.com (em English). 3 de fevereiro de 2011. Consultado em 24 de fevereiro de 2011 
  112. «Tour. Europe 2011». Shakira.com (em English). 3 de fevereiro de 2011. Consultado em 4 de abril de 2011 
  113. «Anunciamos shows en Suiza». Shakira.com (em Spanish). 5 de março de 2011. Consultado em 5 de março de 2011 
  114. «Shakira en Rock in Rio». Shakira.com (em Spanish). Consultado em 21 de outubro de 2012 
  115. «JetBlue Latin Concert Series at South Florida's BankAtlantic Center Kicks Off With Shakira This Saturday» (Nota de imprensa). Hispanic PR Wire. 23 de setembro de 2010. Consultado em 10 de outubro de 2010 
  116. «Shakira vendría a Lima en marzo con Katy Perry y Ke$ha» [Shakira vem a Lima em março com Katy Perry e Ke$ha]. Terra Networks (em Spanish). Telefónica, S.A. 28 de novembro de 2010. Consultado em 30 de novembro de 2010 
  117. «TIGO Fest. Artistas». TIGO Fest (em Spanish). 28 de novembro de 2010. Consultado em 30 de novembro de 2010 
  118. «Columbian superstar Shakira to perform at 10th Mawazine Festival» (Nota de imprensa). Morocco News and Press Reviews. 9 de fevereiro de 2011. Consultado em 11 de fevereiro de 2011 
  119. «Shakira und Gerard Pique: Eine Hand hält die andere». Die Presse (em German). Styria Media Group. 22 de fevereiro de 2011. Consultado em 22 de fevereiro de 2011 
  120. «Shakira, Lenny Kravitz, Ivete, Jota Quest e Marcelo D2 confirmados!». Rock in Rio. Rock In Rio. 16 de março de 2011. Consultado em 16 de março de 2011