The Switch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Switch
The Baster
A Troca (PT)
Coincidências do Amor (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2010 •  cor •  101 min 
Direção Josh Gordon
Will Speck
Produção Jennifer Aniston
Nathan Kahane
Kristen Hahn
Albert Berger
Ron Yerxa
Roteiro Allan Loeb
Baseado em Baster de Jeffrey Eugenides
Elenco Jennifer Aniston
Jason Bateman
Patrick Wilson
Juliette Lewis
Jeff Goldblum
Gênero Comédia romântica
Comédia dramática
Música Alex Wurman
Cinematografia Jess Hall
Edição John Axelrad
Companhia(s) produtora(s) Mandate Pictures
Distribuição Miramax Films
Lionsgate (DVD)
Lançamento Estados Unidos 20 de agosto de 2010
Portugal 16 de setembro de 2010
Brasil 17 de setembro de 2010
Idioma inglês
Orçamento US$19 milhões[1]
Receita US$49,830,607[2]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

The Switch, anteriormente intitulado como The Baster (Coincidências do Amor (título no Brasil) ou A Troca (título em Portugal))[3][4] é um filme de comédia romântica estadunidense de 2010, dirigido por Josh Gordon e Will Speck. Baseado em um roteiro escrito por Allan Loeb, o filme, anteriormente intitulado The Baster, [5] foi inspirado no conto Baster de Jeffrey Eugenides, publicado originalmente em The New Yorker, em 1996.[6][7] Estrelando Jennifer Aniston e Jason Bateman, que gira em torno de uma produtora de televisão solteira de 40 anos, Kassie Larson, que se volta para a inseminação artificial para engravidar. Depois de se reunir com seu melhor amigo anos mais tarde, ela descobre que ele tinha mantido um segredo dela: Ele substituíu a amostra de esperma preferida com a sua. Ator mirim Thomas Robinson retrata seu filho, enquanto Patrick Wilson, Juliette Lewis e Jeff Goldblum aparecem em papéis de apoio fundamentais.

As filmagens começaram em março de 2009 e terminou em maio de 2009. Re-gravações ocorreram em outubro de 2009.[8] A trama, envolvendo inseminação artificial por doador, tem semelhanças com The Back-up Plan com Jennifer Lopez, que foi filmado em aproximadamente ao mesmo tempo, e seguiu na esteira de Baby Mama com Tina Fey, que envolve barriga de aluguel.[9] Após a liberação, a comédia em geral recebeu críticas mistas por críticos, que elogiaram a sua premissa charmosa e o elenco, mas sentiu que o roteiro era banal e comédia romântica estereotipada. The Switch foi o último filme da Miramax a ser distribuído pela Disney antes que o primeiro foi vendido para Filmyard Holdings em 3 de dezembro de 2010.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Kassie Singleton (Jennifer Aniston) decide que quer ter um bebê. Apesar das objeções de seu melhor amigo neurótico Wally (Jason Bateman), ela escolhe para fazer sozinha, com os serviços de um atraente e bonito doador de esperma Roland (Patrick Wilson). Wally sempre teve sentimentos por Kassie, mas também como seu amigo (Jeff Goldblum), ele perdeu a oportunidade e colocou-o na "zona de amigo". Mas as coisas não saem como planejado, porque Wally fica bêbado na "festa da inseminação" de Kassie, e acidentalmente derrama o sêmen de Roland e é forçado a substituir pelo seu. Sete anos depois, Kassie retorna com um bonito mas neurótico filho Sebastian (Thomas Robinson). Wally forma uma ligação com este mini-versão de si mesmo, mas a má notícia é que Roland também está entre eles.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Aniston revelou nos extras do DVD que ela tinha conhecido Bateman desde que ela tinha 25 anos, e os produtores e diretores manifestaram sua boa química no trabalho em conjunto.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

Bateman recebeu críticas positivas por sua interpretação de Wally.[10]

The Switch recebeu críticas mistas dos críticos. Rotten Tomatoes informou que 51% dos críticos deram ao filme uma classificação positiva, baseado em 147 comentários, com uma pontuação média de 5.4/10. Seu consenso afirma "The Switch tem uma premissa interessante e um elenco encantador; Infelizmente, ele também tem um roteiro banal que segue muito perto de fórmulas gastas de comédia romântica".[11] No Metacritic, que utiliza um sistema de classificação normalizado, o filme detém uma classificação de 52/100, com base em 30 avaliações, indicando "críticas mistas ou médias".[12] Aniston foi indicada para o prêmio Framboesa de Ouro de Pior Atriz por sua atuação no filme.

Alexandre Agabiti Fernandez da Folha disse que o filme é raso, que "o principal vetor da ação, Bateman rouba a cena diante de uma Jennifer Aniston insípida e sem o menor potencial cômico. O filme falha ao apresentar personagens rasos, ao não esmiuçar as complexas relações entre Kassie e Wally e seu passado comum.[13] A atuação de Aniston, porém, foi considerada convincente para Suzana Uchôa Itiberê da ISTOÉ Gente, que também elogiou o desempenho de Bateman como o amigo da personagem de Jennifer.[14]

Mesmo que ganhou críticas mistas a mornas da crítica, The Switch provou ser um sucesso financeiro moderado. Orçado em $19 milhões, o filme arrecadou $49,8 milhões de dólares americanos em todo o mundo, 55,7% dos quais vieram de seu funcionamento interno.[15] 91 dias nos cinemas dos Estados Unidos, que abriu em 2,012 cinemas e ficou em sétimo depois de sua semana de estreia, com média de $4,193 dólares por local.[15] Em 18 de janeiro de 2011, Maple Pictures lançou o filme em DVD e Blu-ray no Canadá, enquanto a Lionsgate lançou nos Estados Unidos em 15 de março de 2011. Ele arrecadou $7,7 milhões em vendas de DVD nos EUA.[16]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

The Switch
Lançamento 17 de agosto de 2010
Gênero(s) Trilha sonora
Gravadora(s) Rhino
Lista de faixas
N.º Título Artista(s) Duração
1. "Títulos de abertura"   Alex Wurman 1:54
2. "Instant Replay"   Dan Hartman 3:25
3. "Freakshow on the Dance Floor"   The Bar-Kays 6:34
4. "I Can't Wait"   Nu Shooz 3:40
5. "The Bomb (These Sounds Fall Into My Mind)" (Pop Radio Mix) Sunrider 2:43
6. "Here Comes the Sun"   Fat Larry's Band 5:22
7. "Pushin' On" (com Alice Russell) Quantic Soul Orchestra 3:19
8. "Little L"   Jamiroquai 3:57
9. "Lice"   Alex Wurman 2:49
10. "Open Your Heart"   Lavender Diamond 3:11
11. "Sea Green, See Blue"   Jaymay 6:17
12. "Bluebird of Happiness" (Ulrich Schnauss Remix) Mojave 3 9:56
13. "All the Beautiful Things"   Eels 2:22
14. "Numbered Days"   Eels 3:42
15. "Lovers' Carvings"   Bibio 3:54

Referências

  1. «'Switch' a bitch for Jennifer Aniston». The Hollywood Reporter. 24 de agosto de 2010. Consultado em 27 de setembro de 2013 
  2. «The Switch». Box Office Mojo 
  3. Adoro Cinema (Brasil)
  4. Cinema Sapo (Portugal)
  5. Jeff Labrecque, "de Jennifer Anniston 'The Baster': Jeff Goldblum se junta a comédia", Entertainment Weekly, 11 de março de, 2009.
  6. «Jen & Jason get to Basting». x17online 
  7. «Jennifer aniston and Jason Bateman team up for the Baster». Reelloop 
  8. «Just Baste It». x17online 
  9. Colleen Mastony (21 de junho de 2009). «Heartache of infertility shared on stage, screen». Chicago Tribune 
  10. Long, Tom (19 de agosto de 2010). «Review: Jason Bateman shines in an otherwise tepid 'The Switch'». Detroit News. Consultado em 4 de abril de 2013 
  11. «The Switch». Rotten Tomatoes. Consultado em 27 de setembro de 2013 
  12. The Switch (em inglês) no Metacritic
  13. Alexandre Agabiti Fernandez (17 de setembro de 2010). «Filme raso tenta ser "insólito" com Jennifer Aniston insípida». Folha de S.Paulo. UOL. Consultado em 12 de outubro de 2014 
  14. Suzana Uchôa Itiberê. «Amigos, amigos, filho à parte». ISTOÉ Gente. Terra Networks. Consultado em 12 de outubro de 2014 
  15. a b «The Switch (2010)». Box Office Mojo. Consultado em 27 de setembro de 2013 
  16. «The Switch - DVD Sales». The Numbers. Consultado em 27 de setembro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]