The Trolley Song

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Judy Garland canta "The Trolley Song" em Agora Seremos Felizes.

The Trolley Song é uma canção escrita por Hugh Martin e Ralph Blane, gravada por Judy Garland para o filme de 1944, Agora Seremos Felizes.[1]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em uma entrevista à NPR de 1989, Blane disse que a música foi inspirada na imagem de um bonde de um jornal da virada do século. Em 1974, ele dissera que a foto estava em um livro que encontrara na Biblioteca Pública de Beverly Hills e tinha a legenda "Clang, Clang, Clang,' Went the Trolley".

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Blane e Martin foram indicados ao Oscar de Melhor Canção Original no Oscar de 1945, por "The Trolley Song", mas perderam para "Swinging on a Star" de O Bom Pastor. "The Trolley Song" foi classificado em 26º lugar pelo American Film Institute em 2004 na lista de "100 anos ... 100 músicas da AFI". A música, conduzida por Georgie Stoll para o Meet Me em St. Louis, tem um arranjo muito complexo e sugestivo de Conrad Salinger, com refrões harmonizados, vocais sem palavras e pequenos destaques ou floreios de uma ampla variedade de instrumentos orquestrais.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Cinco versões da música foram gravadas em 1944-45: O single de Garland e uma versão da Vaughn Monroe Orchestra - cantada em dueto por Monroe e Marilyn Duke, mas a maior versão de sucesso foi do Pied Pipers, que alcançou a segunda posição no chart "Best Sellers in Stores" da revista Billboard em dezembro de 1944. Uma versão lenta e melancólica foi incluída no nono álbum do Herb Alpert. A música foi gravada duas vezes no The Simpsons.

A atriz Renée Zellweger gravou uma versão cover para o filme Judy: Muito Além do Arco-Íris (2019), no qual ela interpreta Judy Garland.[2]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]