The Visitors

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para as séries de televisão de mesmo nome, veja V (série de televisão). Para o filme de 2014 que adotava The Visitors como nome provisório, veja Extraterrestrial.
The Visitors
Álbum de estúdio de ABBA
Lançamento 30 de Novembro de 1981
Gravação Março de 1981 - Novembro de 1981
Gênero(s) Pop
Duração 37:39
Gravadora(s) Polar (Lançamento original)
PolyGram (1992 - 1997)
Universal Music (1998 - )
Produção Benny Andersson e Björn Ulvaeus
Cronologia de ABBA
Super Trouper
(1980)
The Singles: The First Ten Years
(1982)
Singles de The Visitors
  1. "One Of Us"
    Lançamento: 7 de dezembro de 1981
  2. "When All Is Said And Done"
    Lançamento: 23 de dezembro de 1981
  3. "Head Over Heels"
    Lançamento: 19 de março de 1982
  4. "The Visitors"
    Lançamento: 5 de Abril de 1982

The Visitors é o oitavo álbum de estúdio do grupo sueco ABBA.[1] Foi lançado no dia 30 de novembro de 1981. Marca seu afastamento da música pop "mais leve" que faziam para uma sonoridade e letras mais complexas e maduras.[1] A faixa de abertura, "The Visitors", com seus sinistros sons de sintetizadores e o distinto vocal principal de Frida, anunciava uma mudança no estilo musical.

Com Benny e Frida seguindo caminhos distintos, a dor da separação foi explorada, outra vez, em "When All Is Said and Done". O maior sucesso, "One Of Us", foi a segunda música que retratou a separação de Agnetha e Björn, sendo a primeira "The Winner Takes It All" do álbum anterior, Super Trouper. Nas outras faixas há temas frios, tratando sobre o contexto histórico da época - Guerra Fria - e mais canções de isolamento e pesar.

The Visitors foi um dos primeiros discos a serem gravados e mixados digitalmente, e foi o primeiro na história a ser prensado no formato de CD, em 1982. Foi relançado e remasterizado digitalmente três vezes - primeiro em 1997, depois em 2001 e novamente em 2005 como parte do box The Complete Studio Recordings.

Comercialmente, embora não tenha repetido o sucesso de seus antecessores, atingiu a marca de 5 milhões de cópias vendidas no mundo.[2]

Gravação e lançamento[editar | editar código-fonte]

A gravação do que viria a ser o último álbum de estúdio do ABBA começou em 16 de março de 1981.[3] A essa altura, as tensões no grupo haviam aumentado. Björn Ulvaeus e Agnetha Fältskog se divorciaram no mês de julho do ano anterior, enquanto o outro casal da banda, Benny Andersson e Anni-Frid Lyngstad, anunciaram o divórcio em fevereiro de 1981, aumentando a tensão na parceria musical.[3] Björn mencionou em retrospecto que as sessões foram problemáticas, observando: "Eram congelantes as vezes".[4] Frida também comentou que eles estavam começando a se cansar de trabalharem juntos.[4]

Os membros do ABBA e sua equipe definem as lembranças das sessões de gravação como bastante difíceis.[3] Para começar, o engenheiro de som Michael Tretow teve que se acostumar a usar o novo gravador digital de 32 faixas que havia sido comprado para o Polar Music Studios.[3] Ele disse: "A gravação digital... retirou todo o chiado, mas também significava que os sons foram retirados drasticamente a um certo nível. O som simplesmente ficou muito limpo, então eu tive que encontrar maneiras de compensar isso".[3] As três primeiras faixas já haviam sido gravadas usando fita analógica e, portanto, Tretow teve que transferir todas as faixas subsequentes do digital para o analógico e vice-versa para evitar uma diferença de qualidade. [3]

Em seu lançamento, The Visitors alcançou o topo das paradas em vários países, mas não teve tanto sucesso quanto seus álbuns anteriores. [5]

The Visitors foi lançado como uma edição Deluxe em 23 de abril de 2012.[6] Assim como nos lançamentos anteriores da série Deluxe Edition, esta versão do último álbum do ABBA contém um DVD com arquivos e um CD com o álbum original (embora usado uma mixagem diferente de "Head Over Heels") e faixas bônus; uma das faixas bônus incluídas foi o medley de demos "From a Twinkling Star to a Passing Angel", as primeiras gravações inéditas do ABBA desde 1994.[6]

Capa[editar | editar código-fonte]

Rune Söderqvist designou a capa e fotografou o grupo em uma sala contendo a pintura de Eros, de Julius Kronberg.[7] O quarto é o Atelje Studio em Skansen Park, Estocolmo. O grupo está posicionado separadamente e os integrantes parecem estar esperando solenemente nas sombras.[7][8]

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 4 de 5 estrelas.[9]
Blender 5 de 5 estrelas.[10]
The Daily Vault B+[11]
The Encyclopedia of Popular Music 3 de 5 estrelas.[12]
Pitchfork 8.6/10[13]
The Rolling Stone Album Guide 4 de 5 estrelas.[14]
Smash Hits 8/10[15]

As resenhas dos críticos de música foram, em maioria, favoráveis. Bruce Eder, do site AllMusic, avaliou com quatro estrelas de cinco e escreveu que "The Visitors é um álbum muito bem feito e muito sofisticado, cheio de músicas sérias, mas nunca pessimistas, todas lindamente cantadas e mostrando aspectos ousados ​​de composição.[9]

O site Pitchfork deu uma nota 8,6,[13] e a resenha pontuou que "até mesmo quando a estrela do sucesso comercial da banda estava desaparecendo e os relacionamentos tornaram-se unicamente profissionais, eles eram perfeccionistas. A música do ABBA em The Visitors são mais puras e ambiciosas do que jamais foram, seus temas mais sombrios [e] suas políticas pessoais mais entrelaçadas".[13]

Michael R. Smith, do site The Daily Vault,[11] deu uma nota B+, e afirmou: "The Visitors mostrara quanta metamorfose [o som do grupo] passou nos oito anos desde seu single de estreia, “Ring Ring”.[11] Elegeu “Two For The Price Of One, como um dos melhores momentos e escreveu que as canções “Soldiers” e “I Let The Music Speak” "são tão pesadas em seu tom clássico que pesam todo o projeto",[11] e que "aqueles que estão procurando por material substancial do ABBA provavelmente apreciariam essas faixas muito mais do que um fã de passagem".[11]

Em uma resenha para a versão deluxe, Kieron Tyler, do site The Arts Desk escreveu que: "The Visitors não é o melhor, mas é o mais interessante [álbum], apontando a direção as quais Björn Ulvaeus e Benny Andersson iriam a seguir".[16]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as faixas foram compostas por Benny Andersson e Björn Ulvaeus.[9]

Fonte:[9]

Lado A

N.º Título Duração
1. "The Visitors"   5:49
2. "Head Over Hells"   3:45
3. "When All Is Said and Done"   3:20
4. "Soldiers"   4:38

Lado B

N.º Título Duração
1. "I Let the Music Speak"   5:20
2. "One of Us"   3:55
3. "Two for the Price of One"   3:36
4. "Slipping Through My Fingers"   3:51
5. "Like an Angel Passing Through My Room"   3:25
Duração total:
37:39


Créditos[editar | editar código-fonte]

Fonte:[9]

ABBA

  • Agnetha Fältskog – vocalista principal (2, 4, 6, 8, 14, 15), vocalista de apoio (I Am The City), backing vocals
  • Anni-Frid Lyngstad – vocalista principal (1, 3, 5, 9, 10, 12, 13, 16), vocalista de apoio (I Am The City), backing vocals
  • Benny Andersson – sintetizadores, teclados, backing vocals
  • Björn Ulvaeus – guitarra, violão, mandolin, vocalista principal (7), backing vocals

Músicos adicionais

  • Ola Brunkert – bateria
  • Rutger Gunnarsson – baixo, mandolin
  • Janne Kling – flauta e clarinete
  • Per Lindvall – bateria (em "Soldiers" e "The Visitors")
  • Åke Sundqvist – percussão
  • Lasse Wellander – violão, guitarra, mandolin

Produção

  • Produtores: Benny Andersson, Björn Ulvaeus
  • Arranjo: Benny Andersson, Björn Ulvaeus
  • Engenheiro: Michael B. Tretow
  • Design: Rune Söderqvist
  • Remasterizado em 1997 por Jon Astley e Tim Young com Michael B. Tretow
  • Remasterizado em 2001 por Jon Astley com Michael B. Tretow
  • Remasterizado em 2005 para o box Complete Studio Recordings por Henrik Jonsson

Desempenho nas tabelas musicas[editar | editar código-fonte]

Certificações e vendas[editar | editar código-fonte]

Região Certificação Vendas
Alemanha (BVMI)[42] Platina 750,000[41]
Austrália (ARIA)[43] Ouro 35,000^
Espanha (PROMUSICAE)[44] Ouro 50,000[44]
Finlândia (IFPI Finlândia)[45] Platina 66,439[45]
Hong Kong (IFPI Hong Kong Group)[46] Ouro 10,000*
Japão (RIAJ)[47] 128,000[24]
Suécia (GLF)[48] Platina 290,000[48]
Reino Unido (BPI)[49] Platina 300,000
Resumos
Mundo 5,000,000[2]

*números de vendas baseados somente na certificação
^distribuições baseadas apenas na certificação

Referências

  1. a b «The Visitors - ABBA | Songs, Reviews, Credits». AllMusic (em inglês). Consultado em 9 de outubro de 2019 
  2. a b Palm, Carl Magnus (2017). ABBA: The Complete Recording Sessions 2nd Revised and Expanded ed. United Kingdom: CPI Group. 400 páginas. ISBN 978-91-639-2656-3 
  3. a b c d e f Magnus Palm, C. (1994). ABBA: The Complete Recording Sessions. [S.l.: s.n.] pp. página 106 
  4. a b Magnus Palm, C. (2001). Bright Lights, Dark Shadows. [S.l.: s.n.] pp. página 444 
  5. Magnus Palm, C. (2001). Bright Lights, Dark Shadows. [S.l.: s.n.] pp. página 446 
  6. a b «The Visitors Deluxe Edition Released In April!». ABBA (em inglês). 7 de junho de 2012. Consultado em 9 de outubro de 2019 
  7. a b Magnus Palm, C. (2001). Bright Lights, Dark Shadows. [S.l.: s.n.] pp. página 445 
  8. «1981 ABBA-THE VISITORS». felpin80.tripod.com. Consultado em 9 de outubro de 2019 
  9. a b c d e Eder, Bruce. «ABBA - The Visitors Album Reviews, Songs & More | AllMusic». AllMusic (em inglês). Consultado em 24 de agosto de 2022 
  10. Douglas Wolk. «Blender review». Blender. Consultado em 8 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 4 de junho de 2008 
  11. a b c d e Smith, Michael R. (2019). «The Daily Vault Music Reviews : The Visitors». dailyvault.com. Consultado em 17 de fevereiro de 2019 
  12. Larkin, Colin (2007). The Encyclopedia of Popular Music 5th Concise ed. United Kingdom: Omnibus Press. 31 páginas. ISBN 978-1-84609-856-7 
  13. a b c Nast, Condé. «ABBA: The Visitors [Deluxe Edition]». Pitchfork. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  14. Berger, Arion (2004). «ABBA». In: Brackett, Nathan; Hoard, Christian. The New Rolling Stone Album Guide 4th ed. [S.l.]: Simon & Schuster. pp. 1–2. ISBN 0-7432-0169-8 
  15. Ellen, Mark (7–20 de janeiro de 1982). «Albums». Smash Hits: 16 
  16. Tyler, Kieron (29 de abril de 2012). «Reissue CDs Weekly: Carole King, Abba, Sheena Easton». theartsdesk.com (em inglês). Consultado em 24 de agosto de 2022 
  17. a b «Offiziellecharts.de – ABBA – The Visitors» (em alemão). GfK Entertainment. Consultado em 2021-10-19.
  18. Kent, David (1993). Australian Chart Book 1970–1992. St Ives, N.S.W.: Australian Chart Book. ISBN 0-646-11917-6 
  19. «ABBA - The Visitors» (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em 19 de outubro de 2021.
  20. «Hits of the World». Billboard. 94 (2). 16 de janeiro de 1982. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  21. «50 Albums». RPM. 23 de janeiro de 1982. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  22. «Hits of the World». Billboard. 94 (18). 8 de maio de 1982. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  23. «ABBA Chart History (Billboard 200)» (em inglês). Billboard. Consultado em 9 de outubro de 2021.
  24. a b Oricon Album Chart Book: Complete Edition 1970–2005. Roppongi, Tokyo: Oricon Entertainment. 2006. ISBN 4-87131-077-9 
  25. «ABBA – The Visitors» (em norueguês) Norwegiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 19 de outubro de 2021.
  26. «ABBA – The Visitors» (em inglês). Charts.nz. Hung Medien. Consultado em 19 de outubro de 2021.
  27. a b «ABBA – The Visitors» (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 19 de outubro de 2021.
  28. «Hits of the World». Billboard. 94 (16). 24 de abril de 1982. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  29. «Official Albums Chart Top 100» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 9 de outubro de 2021.
  30. a b c «ABBA – The Visitors» (em inglês). Swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 19 de outubro de 2021.
  31. «ABBA – The Visitors» (em holandês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em 19 de outubro de 2021.
  32. «ABBA – The Visitors» (em inglês). Spanishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 19 de outubro de 2021.
  33. «Official Albums Chart Top 100» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 2021-10-19.
  34. «ABBA – The Visitors» (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em 19 de outubro de 2021.
  35. «Jaaroverzichten – Album 1981» (em neerlandês). Dutch Charts. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  36. a b «Complete UK Year-End Album Charts». Consultado em 10 de janeiro de 2012. Arquivado do original em 11 de janeiro de 2012 
  37. «Top 100 Albums '82». RPM. Library and Archives Canada. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  38. «Austriancharts.st – Jahreshitparade 1982» (em alemão). Hung Medien. Consultado em 7 de março de 2013. Arquivado do original em 5 de novembro de 2012 
  39. «Top 100 Album-Jahrescharts» (em alemão). GfK Entertainment Charts. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  40. «Jaaroverzichten – Album 1982» (em neerlandês). Dutch Charts. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  41. «Deutsche Grammofon» (PDF). Billboard. 15 de maio de 1983. p. G-9. ISSN 0006-2510. Consultado em 7 de dezembro de 2021 – via World Radio History 
  42. «Gold-/Platin-Datenbank (ABBA; 'The Visitors')» (em alemão). Bundesverband Musikindustrie. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  43. Kent, David (1993). Australian Chart Book 1970–1992. St Ives, NSW: Australian Chart Book. ISBN 0-646-11917-6 
  44. a b Salaverri, Fernando (setembro de 2005). Sólo éxitos: año a año, 1959–2002 1st ed. Spain: Fundación Autor-SGAE. ISBN 84-8048-639-2 
  45. a b «Certificações (Finlândia) (álbum) – ABBA – The Visitors» (em finlandês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Finlândia). Consultado em 24 de agosto de 2022 
  46. «IFPIHK Gold Disc Award − 1982». Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Hong Kong). Consultado em 20 de agosto de 2022 
  47. «Certificações (Japão) (álbum) – ABBA – The Visitors» (em japonês). Recording Industry Association of Japan. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  48. a b «Lot 1471978 – ABBA "The Visitors" Platinum Record Award – Auctionet». Auctionet.com. 12 de dezembro de 2020. Consultado em 10 de janeiro de 2021  Archived on 10 January 2021 at Wayback Machine.
  49. «Certificações (Reino Unido) (álbum) – ABBA – The Visitors». British Phonographic Industry. Consultado em 20 de agosto de 2022  Selecione álbums no campo formato. Digite The Visitors no campo "Search BPI Awards" .