The Wandering Earth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Wandering Earth
(chinês tradicional e simplificado: 流浪地球, pinyin: Liú làng dì qiú)
Terra à Deriva (BRA)
 China
2019 •  cor •  125 min 
Direção Frant Gwo
Produção Gong Ge'er
Roteiro Gong Ge'er
Yan Dongxu
Frant Gwo
Ye Junce
Yang Zhixue
Wu Yi
Ye Ruchang
Elenco Qu Chuxiao
Li Guangjie
Ng Man-tat
Zhao Jinmai
Wu Jing
Qu Jingjing
Género ficção científica
Música Roc Chen
Tao Liu
Cinematografia Michael Liu
Edição Cheung Ka-fai
Companhia(s) produtora(s) China Film Group Corporation
Distribuição China Film Group Corporation (China)
Netflix (Internacional)
Lançamento China 5 de fevereiro de 2019
mundo 30 de abril de 2019
Idioma mandarim
inglês (voz eletrônica)
Receita US$ 669,7 milhões[1]

The Wandering Earth (chinês tradicional: 流浪地球, pinyin: Liú làng dì qiú) é um filme de ficção científica chinês do ano de 2019, dirigido por Frant Gwo. É uma adaptação cinematográfica do conto The Wandering Earth (2000) de Liu Cixin.[2] O filme foi lançado em 5 de fevereiro de 2019 nos cinemas chineses.[3]

A Netflix garantiu os direitos de transmissão para a Europa e a América do Norte[4]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Em um futuro próximo, o Sol envelhece e está prestes a se transformar em uma gigante vermelha, forçando as nações do mundo a se consolidarem no governo da Terra Unida, um governo mundial, iniciando um projeto para mover a Terra do Sistema Solar para o Sistema Alpha Centauri, a fim de preservar a civilização humana. Enormes propulsores que funcionam com energia de fusão são construídos em todo o planeta para impulsioná-lo. A população humana é reduzida drásticamente devido às marés catastróficas que ocorrem depois que os motores planetários param a rotação da Terra e, mais tarde, quando o planeta se afasta do Sol, grande parte da superfície é congelada devido às baixas temperaturas, forçando os humanos a viverem em vastas cidades subterrâneas. adjacentes aos motores.

No início do filme, Liu Peiqiang (Wu Jing), um astronauta chinês, promete a seu filho Liu Qi (Qu Chuxiao) seu eventual retorno, antes de sua missão a uma estação espacial que ajuda a Terra a navegar enquanto se afasta do Sistema Solar, passando a tutela de seu filho para seu sogro Han Zi'ang (Ng Man-tat).

Vários anos depois, a missão de Liu Peiqiang está prestes a terminar e ele logo retornará à Terra. Para celebrar o Ano Novo Chinês, Liu Qi traz a irmã adotiva Han Duoduo (Zhao Jinmai) em uma viagem à superfície em um caminhão que eles roubam usando a autorização de Han Zi'ang como caminhoneiro. Eles são presos e assim conhecem Tim (Mike Sui) que, como Han Zi'ang, tenta, sem sucesso, libertá-los.

À medida que a Terra passa por Júpiter, ela é capturada pela gravidade de Júpiter, causando terremotos devastadores que desativam muitos impulsores em todo o mundo. Os quatro escapam em meio ao caos e tentam sair usando o caminhão roubado, mas o caminhão é requisitado para uma missão de resgate pelos militares; eles devem transportar um componente do motor para o propulsor danificado em Hangzhou, supervisionado por soldados liderados por Wang Lei (Li Guangjie). Nos restos de Xangai, eles perdem seu veículo e, enquanto transportam o componente até as ruínas de um arranha-céu, Han Zi'ang é morto. Com a notícia de que o propulsor de Hangzhou estava totalmente comprometido e a cidade completamente destruída, o grupo se desesperou temporariamente. Eles, no entanto, encontram um novo veículo onde o engenheiro a bordo, Li Yiyi (Zhang Yichi), os convence a transportar um componente do motor para consertar um motor planetário maior em Sulawesi.

No espaço, Liu Peiqiang descobre que o MOSS, a inteligência artificial que comanda a estação espacial, o direcionou a escapar em vez de ajudar os humanos na Terra. Ele interrompe a hibernação forçada e tenta parar a espaçonave junto com o cosmonauta russo Makarov, que é morto pelas medidas automatizadas de segurança da espaçonave. Liu Peiqiang chega na sala de controle, mas suas „folgas“ foram revogadas devido a seus atos indisciplinares e ele pode fazer pouco para anular o processo de fuga.

O grupo de Liu Qi chega a Sulawesi para descobrir que o motor já estava totalmente restaurado. Globalmente, a maioria dos propulsores planetários foram reparados também. Contudo, a Terra ultrapassou o limite de Roche de Júpiter e será destruída de qualquer maneira, com o empuxo restaurado incapaz de impulsioná-la. O grupo se desespera ao saber disso, mas Liu Qi, inspirado pela lembrança da explicação do pai sobre a mecânica dos propulsores quando criança, propõe-se a acender a atmosfera abundante de hidrogênio de Júpiter para soprar a Terra para longe. Li Yiyi propõe concentrar o poder do motor de Sulawesi para disparar um feixe alto o suficiente para incendiar Júpiter. O grupo superou vários desafios, como os novos tremores de choque que ferem vários membros, e são capazes de reconfigurar o motor para executar o plano, mas eles não são capazes de empurrar o pino de disparo do motor para acendê-lo.

Liu Peiqiang, ao saber disso, é capaz de convencer o governo da Terra Unida a usar seus canais de comunicação para chamar a assistência do partido em Sulawesi, embora o MOSS revele que a solução que está sendo tentada não tem chance de sucesso baseada em cálculos de probabilidade. Outras partes de resgate e reparo chegam e o motor é acionado, mas fica aquém do poder de inflamar o hidrogênio. Liu Peiqiang decide usar o próprio motor da estação espacial para acender o hidrogênio de Júpiter; Depois de desativar MOSS usando um incêndio iniciado com vodka, que Makarov havia contrabandeado a bordo, ele pilota a estação espacial na nuvem entre Júpiter e a Terra, sacrificando-se enquanto a ignição tem sucesso. A Terra é salva da destruição e continua se movendo em direção ao sistema estelar de destino.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Qu Chuxiao como Liu Qi (em chinês: {{{1}}})
  • Li Guangjie como Wang Lei (em chinês: {{{1}}})
  • Ng Man-tat como Han Zi'ang (em chinês: {{{1}}})
  • Zhao Jinmai como Han Duoduo (em chinês: {{{1}}})
  • Wu Jing como Liu Peiqiang (em chinês: {{{1}}})
  • Arkady Sharogradsky como Makarov
  • Mike Sui como Tim
  • Qu Jingjing como Zhou Qian (em chinês: {{{1}}})
  • Zhang Yichi como Li Yiyi (em chinês: {{{1}}})
  • Yang Haoyu como He Lianke (em chinês: {{{1}}})
  • Li Hongchen como Zhang Xiaoqiang (em chinês: {{{1}}})
  • Yang Yi como Yang Jie (em chinês: {{{1}}})
  • Jiang Zhigang como Zhao Zhigang (em chinês: {{{1}}})
  • Zhang Huan como Huang Ming (em chinês: {{{1}}})

Produção[editar | editar código-fonte]

Pré-produção[editar | editar código-fonte]

A fim de estabelecer um ambiente rigoroso, Frant Gwo convidou quatro cientistas da Academia Chinesa de Ciências (CAS) para atuar como consultores.[5] Os três mil mapas conceituais do filme e mais de oito mil sub-espelhos foram criados elaboradamente por uma equipe de arte conceitual de trezentas pessoas em um período de 15 meses.[6]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

A fotografia principal começou em 26 de maio de 2017 em Qingdao, uma cidade litorânea na província de Shandong, norte da China,[5] e foram feitas prontas em 27 de setembro de 2017.[7]

Weta Workshop fez os trajes espaciais, exoesqueletos e armas altamente especializadas do filme.[8]

Referências

  1. «The Wandering Earth» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 3 de maio de 2019 
  2. Liptak, Andrew (31 de outubro de 2018). «The Wandering Earth could be China's breakout sci-fi blockbuster film». The Verge (em inglês). Consultado em 18 de fevereiro de 2019 
  3. «流浪地球 (豆瓣)». movie.douban.com (em chinês). Consultado em 18 de fevereiro de 2019 
  4. Marchal, Kai (10 de maio de 2019). «"Die wandernde Erde": Chinesen retten die Welt». Hamburg. Die Zeit (em alemão). ISSN 0044-2070 
  5. a b «刘慈欣又一科幻神作将搬上银幕 《流浪地球》青岛开机 《同桌的你》导演执导 – Mtime时光网». news.mtime.com (em chinês). Consultado em 18 de fevereiro de 2019 
  6. «"做科幻电影不仅仅是没有钱这么简单" 《流浪地球》曝科幻特辑 揭秘筹拍四年幕后 – Mtime时光网». news.mtime.com (em chinês). Consultado em 18 de fevereiro de 2019 
  7. «两部重头戏同一天杀青,明年国产片要有大动静!». www.sohu.com (em chinês). Consultado em 18 de fevereiro de 2019 
  8. «Sam Gao's Middle Earth, Wandering Earth and WETA». Radio New Zealand (em inglês). 6 de julho de 2018. Consultado em 18 de fevereiro de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema chinês é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.