The Wonderful World of the Brothers Grimm

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Wonderful World of
the Brothers Grimm
O Mundo Maravilhoso dos Irmãos Grimm[1] (BR)
 Estados Unidos
1962 •  cor •  135 min 
Direção Henry Levin
George Pal (sequências dos contos de fada)
Produção George Pal
Roteiro Charles Beaumont
William Roberts
David P. Harmon
Elenco Laurence Harvey
Susan Shentall
Gênero filme biográfico
filme de fantasia
Música Leigh Harline
Bob Merrill (canções)
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Wonderful World of the Brothers Grimm (br O Mundo Maravilhoso dos Irmãos Grimm) é um filme estadunidense de 1962, dos gêneros musical, biográfico e de fantasia, dirigido por Henry Levin e George Pal. Pal foi o produtor e também ficou responsável pela animação stop motion. Foi uma das maiores bilheterias de 1962. Venceu um Óscar além de ter sido indicado em mais três categorias desse prêmio.

As filmagens foram em Cinerama, que exigia o uso de um arco de três lentes em três câmeras. Três projetores, ao fundo e dos lados dos cinemas, davam uma imagem panorâmica numa tela curva de 146° em relação à plateia.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Os Irmãos Grimm, conhecidos escritores alemães, são contratados por um Duque para escrever a história da família dele. O trabalho é atrapalhado pelo irmão Wilhelm que está mais interessado em coletar contos de fadas locais. Ele compra de uma florista a história da "Princesa Dançarina" e depois conta a um livreiro e a crianças de rua o conto "O Sapateiro e os Elfos". Jacob, o outro irmão, se esforça para terminar o livro do Duque mas numa primeira leitura o nobre não gosta por ter faltado mais relatos de um antigo membro da família. Ele envia os dois irmãos a uma distante localidade para pesquisar sobre aquele nobre, mas Wilhelm conhece uma anciã que habita uma floresta e se encanta com as histórias contadas por ela às crianças, dentre as quais a do "Osso Cantante", e mais uma vez se esquece do trabalho, perdendo o manuscrito. De volta da viagem, Wilheilm adoece gravemente e é ameaçado de prisão pelo Duque mas recebe ajuda do irmão e ambos acabam sendo reconhecidos como grandes escritores do país.

A princesa dançarina[editar | editar código-fonte]

Um rei está preocupado com um mistério envolvendo a filha princesa, que está sempre com os sapatos gastos e esburacados, sem uma razão aparente. Ele é convencido por um esperto lenhador que lhe garante que irá descobrir o mistério em troca da mão da princesa (ou a condenação à morte, em caso de fracasso). O lenhador passa a vigiar a princesa usando uma capa de invisibilidade que ganhara de uma cigana.

O sapateiro e os Elfos[editar | editar código-fonte]

Próximo do Natal, um bondoso sapateiro resolve dar bonecos de madeiras feitos à mão por ele às crianças pobres de um orfanato. Mas como a data é próxima do aniversário de um poderoso nobre, ele recebe várias encomendas para sapatos, feitas por pessoas importantes da sociedade. Ele resolve deixar de lado as encomendas e continuar com seu trabalho para os presentes das crianças, mesmo sabendo que será punido pela sua falta. Mas ao adormecer, misteriosos elfos surgem para ajudá-lo.

O osso cantante[editar | editar código-fonte]

O maldoso e covarde cavaleiro andante Sir Ludwig e seu atrapalhado e leal escudeiro Hans saem à caça de um perigoso dragão, tendo como prêmio oferecido metade do reino que está ameaçado pela fera. Na luta, Hans acaba matando o dragão mas posteriormente o cavaleiro assassina o criado, dizendo ao rei que fora ele o autor da façanha, ganhando em troca metade do reino. Mas a descoberta de um dos ossos de Hans no local em que fora enterrado, acaba revelando a todos o que de fato aconteceu e o cavaleiro é levado a julgamento.

Recepção[editar | editar código-fonte]

  • The Wonderful World of the Brothers Grimm arrecadou 8.920.615 dólares,[2] sendo 6.5 milhões nos Estados Unidos.[3] Foi a 14ª maior bilheteria de 1962.

Premiação[editar | editar código-fonte]

O filme venceu 1 Óscar e foi indicado em mais três categorias[4]:

Venceu
Indicações
Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. "O Mundo Maravilhoso dos Irmãos Grimm" no CinePlayers (Brasil)
  2. Box Office Information for The Wonderful World of the Brothers Grimm. The Numbers. Reecuperado em 13 de junho de 2013
  3. "Top Rental Films of 1963". Revista Variety, 8 de janeiro de 1964, pg 37.
  4. «NY Times: The Wonderful World of the Brothers Grimm». NY Times. Consultado em 25 de dezembro de 2008 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.