Theodor Curtius

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Theodor Curtius
Nome nativo Theodor Curtius
Nascimento 27 de maio de 1857
Duisburgo
Morte 8 de fevereiro de 1928 (70 anos)
Heidelberg
Cidadania Alemanha
Alma mater Universidade de Heidelberg, Universidade de Leipzig
Ocupação químico, cientista, montanhista, professor universitário
Empregador Universidade de Kiel, Universidade de Bonn, Universidade de Heidelberg

Theodor Curtius (Duisburg, 27 de maio de 1857 - Heidelberg, 8 de fevereiro de 1928) foi um químico alemão. O seu orientador foi Hermann Kolbe.

Descobriu a hidrazina, os compostos diazóicos e o ácido hidrazóico HN3.

Principais obras[editar | editar código-fonte]

Curtius escreveu mais de 300 artigos e publicações. As mais importantes foram:

  • Diazo- und Azoverbindungen der Fettreihe, Barth, Leipzig (1888)
  • Studien mit Hydrazin, Barth, Leipzig, Bd 1,2 (1896), Bd 3,4 (1918)
  • Einwirkung von Basen auf Diazoessigester, Berlin (1911)
  • Die reduktion der aromatische Aldazine und Ketazine, Barth, Leipzig (1912)
  • Hydrazide und Azide der Azidofettsäuren, Berlin (1912)
  • Die Einwirkungen von Hydrazin auf Nitroverbindungen, Barth, Leipzig (1913)
  • Berichte, 1885, 18, 2373
  • Berichte, 1890, 23, 3023
  • J. Prakt. Chem.[2], 1894, 50, 275
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.