Things Fall Apart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o(a). Mais informações podem ser encontradas na página de discussão. Considere também a possibilidade de traduzir o texto das interwikis.
Things Fall Apart
Brasil Brasil O mundo se despedaça
Portugal Portugal Quando tudo se desmorona
Autor(es) Chinua Achebe
Idioma inglês
Assunto Colonialismo
Gênero romance
Lançamento 1958
Edição portuguesa
Tradução Eugénia Antunes, Paulo Rêgo
Editora Mercado de Letras
Lançamento 2008
Páginas 178
ISBN 978-972-8834-21-0
Edição brasileira
Tradução Vera Queiroz da Costa e Silva
Editora Companhia das Letras
Lançamento 2009
Páginas 240
ISBN 978-8-535-91550-1

Things Fall Apart (O mundo se despedaça BRA ou Quando tudo se desmorona POR) é um romance de Chinua Achebe, publicado em 1958 no Reino Unido.[1]

Primeiro romance de Achebe, a obra foi lançada dois anos antes da independência da Nigéria e seria considerado um dos livros mais importantes da literatura africana do século XX e tido como fundador da moderna literatura nigeriana.[1] Foi traduzido em mais de quarenta línguas e vendeu milhões de cópias mundialmente.[2]

Durante séculos, o continente africano teve obscurecida a sua história e saqueados os seus recursos naturais. Em Things Fall Apart — o primeiro de uma série de romances sobre a vida nigeriana a partir de meados do século XIX — Achebe iniciou, em ficção, a sua versão dessa história.[3] Nesta trilogia, Acehebe explora três períodos que ocorreram num século de encontros Anglo-Igbo: a chegada dos britânicos em Things Fall Apart; o período de estabelecimentos de regras coloniais, por volta da altura do nascimento do escritor, em Arrow of God; e os últimos dias do império em No Longer at Ease. Em todas estas obras, trata-se da perspectiva do protagonista Igbo[4].

Escrito em inglês, floreado com padrões de fala e provérbios nigerianos, o romance, cujo título imita um verso do poema The Second Coming, de William Butler Yeats.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A obra reconta a história de Okonkwo, um homem da tribo igbo (sudeste da Nigéria), cujo vilarejo desintegra-se sob a influência britânica.[1] Okonkwo é um jovem cujo pai não deixou qualquer herança, levando-o a ter de pedir sementeiras necessárias a começar a sua carreira como agricultor. O registo exige-lhe uma conversa geral antes de Okonkwo começar o seu negócio[5].

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.