This House Is Not for Sale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
This House Is Not for Sale
Álbum de estúdio de Bon Jovi
Lançamento 4 de novembro de 2016 (2016-11-04)
Gravação 2015–16
Estúdio(s) Avatar Studios (The Power Station)
Gênero(s)
Duração 49:08
Gravadora(s) Island
Produção
Cronologia de Bon Jovi
Burning Bridges
(2015)
This House Is Not for Sale – Live from the London Palladium
(2016)
Singles de This House Is Not for Sale
  1. "This House Is Not for Sale"
    Lançamento: August 12, 2016
  2. "Knockout"
    Lançamento: October 21, 2016
  3. "Labor of Love"
    Lançamento: November 4, 2016
  4. "Born Again Tomorrow"
    Lançamento: December 23, 2016
  5. "When We Were Us"
    Lançamento: February 23, 2018
  6. "Walls"
    Lançamento: March, 2018

This House Is Not for Sale é o décimo terceiro álbum de estúdio da banda estadunidense de rock Bon Jovi. Ele foi lançado em 4 de novembro de 2016, pela Island Records.

É o primeiro álbum de estúdio deles com Phil X na guitarra principal, que substituiu o antigo membro Richie Sambora em 2013. É também o primeiro álbum no qual o baixista Hugh McDonald oficialmente substitui o original Alec John such, que deixou a banda em 1994.

A recepção da crítica foi mista, descrevendo o álbum como bem-feito, mas estereotipado. This House Is Not for Sale estreou no topo da Billboard 200 com 129 mil unidades equivalentes a álbuns, das quais 128 mil eram vendas puras de álbuns.[2] No Reino Unido, o álbum estreou na 5ª colocação da UK Albums Chart, vendendo 21.448 unidades em sua primeira semana.[3]

O álbum foi relançado em 2018, com "When We Were Us" e "Walls" como faixas bônus.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

No dia 18 de novembro de 2014, em uma entrevista com Pierre Robert da rádio WMMR-FM, o vocalista Jon Bon Jovi confirmou que havia começado a escrever músicas para o próximo álbum do Bon Jovi e que ele seria gravado em 2015 e lançado em 2016. Ele também confirmou que o guitarrista Richie Sambora tinha deixado a banda após mais de 30 anos. Richie teve períodos conturbados entre 2007 e 2013, com a dissolução de seu casamento, prisões por dirigir embriagado, passagens por tratamento de dependência química e ausência em várias longas turnês com a banda.[4][5] Jon disse: "Seria difícil para mim [permitir que o Ritchie voltasse], e também seria para o David, para o Tico. Seria muito para nós [permitir-lhe voltar]. Depois de um ano e meio e você perde 80 shows... eu não acho que é possível."[6] Até fevereiro de 2015, Jon confirmou que ele ainda estava em um estágio inicial do processo de composição, com cerca de 12 canções escritas e que a inspiração para escrever essas músicas vieram da leitura de jornais.[7] Em abril de 2015, Jon assinou um acordo de gestão com Irving Azoff, que representará o Bon Jovi em todas as áreas.[8]

Em 21 de agosto de 2015, o Bon Jovi lançou o álbum Burning Bridges, uma compilação voltada para fãs de carteirinha a turnê asiática Bon Jovi Live!. Ela vinha com canções inacabadas, inéditas ou novas. Jon disse que o álbum era: "uma espécie de indicativo de aonde estamos indo musicalmente".[9] Com este álbum, a banda também concluiu seus 32 anos de relacionamento com a Mercury Records e sua matriz Universal Music Group. As razões para deixar o rótulo são descritos na última faixa do álbum Burning Bridges. Jon disse: "Isto te pega bem na cabeça e te diz o que aconteceu. Ouça a letra porque ela explica exatamente o que aconteceu. E isso é tudo."[10]

Em 30 de setembro de 2015, em uma entrevista para o star2.com, Jon confirmou que o álbum se chamariaThis House Is not for Sale, descrevendo-o como "realmente uma volta ao início". Ao descrever o álbum, ele também disse: "Este álbum é sobre a nossa integridade. Integridade importa e nós estamos em uma fase de nossa carreira em que não temos mais nada para provar. Algumas músicas têm um pouco mais daquele som com atitude briguenta que nós podemos ter agora."[11] As letras do álbum falam sobre dificuldades que Jon enfrentou em 2014-2015. Jon explicou: "Muita coisa aconteceu. A partida repentina de Richie, minha tentativa de comprar o [Buffalo] Bills e agora esta coisa com a gravadora. Eu tenho um monte de material sobre o qual escrever. Acredite em mim, o novo álbum é bom. É aguçado. É algo do qual teremos muito orgulho na primavera quando o lançarmos."

Letra e composição[editar | editar código-fonte]

A faixa-título foi inspirada em uma foto de Jerry Uelsmann que Bon viu em uma revista. É uma casa orgulhosa e velha com raízes profundas que estava em ruínas. Como Jon estava vendendo a casa na época, o título veio à sua mente subliminarmente. A canção é sobre integridade e onde os membros da banda estavam na época. O verso "Estas quatro paredes têm uma história para contar" simbolizam cada um dos quatro membros da banda.[12][13]

"Living with the Ghost" é uma canção que lida com o tema da perda. "Knockout" é sobre a luta entre um homem e sua esperança. "Labor of Love" é uma canção sobre amor e relacionamentos. "Born Again Tomorrow" é uma canção sobre a olhar para trás na vida e se perguntar: você mudaria alguma coisa ou você viveria-a da mesma maneira?. "Roller Coaster" é uma canção sobre a vida de Jon, o amor e todos os golpes baixos ao longo do caminho. Com letras provocativas como "a vida não é um carrossel" e "o que sobe pode nos virar de cabeça para baixo".

"New Year's Day" é uma canção sobre a coesão da banda; foi originalmente escrito em compasso de 6/8, mas acabou ficando muito mais rápida em estúdio quando Tico Torres contou a batida e todos os outros membros da banda entraram. "The Devil in the Temple" é uma canção sobre a gravadora e a situação da banda na indústria da música. Jon explicou: "Eu sempre tive apenas um sonho: escrever músicas e apresentá-las nessa igreja. Não foi fácil deixar de lado a mudanças no setor, que nos levaram a mudar a nossa relação com este ex-'casa' depois de 33 anos. Felizmente, nós deixamos este capítulo para trás agora". "Scars on This Guitar" é uma canção sobre a guitarra de Jon. "God Bless This Mess" é uma canção sobre sobreviver os baixos da vida. "Reunion" é uma canção que Jon escreveu após aceitar um doutorado honorário da Universidade de Rutgers.[14]

"Come on up to Our House" é uma música sobre as pessoas que são convencidas a vir e ficar na casa para uma festa juntos. "We Don't Run" é uma música desafiante face à adversidade e trata da situação com a gravadora que Jon enfrentou e o futuro da banda sendo colocado em questão. A canção é um grito de guerra para qualquer um que sinta suas costas contra a parede.

Lançamento e divulgação[editar | editar código-fonte]

Em 25 de maio de 2016, o Bon Jovi anunciou por meio de mídias sociais e seu site que o álbum estava terminado. A Billboard informou que a banda havia reassinado com a Universal Music, com o álbum sendo lançado pela Island Records.[15] A faixa-título e seu vídeo oficial foram lançadas em 12 de agosto de 2016. Também foi anunciado que o álbum seria lançado em 21 de outubro de 2016.[16] Este álbum também é o primeiro que tem o baixista Hugh McDonald e o guitarrista Phil X como membros oficiais, embora o produtor John Shanks tenha sido o responsável por criar e executar a maior parte do trabalho de guitarra rítmica no álbum.[17] No dia 5 de outubro de 2016, Jon Bon Jovi anunciou sua turnê mundial de 2017, a This House Is Not for Sale Tour no The Ellen DeGeneres Show.[18] Na mesma data, foi anunciado que a data de lançamento havia sido adiada de 21 de outubro para 4 de novembro de 2016.[19]

No mês de outubro, quatro festas de audição ao vivo intimistas da TIDAL X: Bon Jovi apresentaram o álbum de cabo a rabo para fãs em Red Bank, Nova Jersey; Londres, Reino Unido; Toronto, Ontario; e Nova York.

Capa[editar | editar código-fonte]

A capa do álbum mostra uma imagem em preto e branco registrada pelo fotógrafo Jerry Uelsmann e retrata uma casa ancorada por raízes profundas. Jon Bon Jovi se inspirou pela imagem ao vê-la vários anos antes da gravação do álbum. Segundo ele, ela foi a inspiração para a faixa-título do álbum. Ele disse sobre a imagem: "Aquela foto contou a nossa história...agora é a nossa capa do álbum".[20]

Singles[editar | editar código-fonte]

"This House is Not for Sale", foi lançado como o single principal do álbum em 12 de agosto de 2016 e ela tem um vídeo.[21] "Knockout" foi lançado como o segundo single com um vídeo em 21 de outubro de 2016.[22] "Labor of Love" foi lançado como o terceiro single com um vídeo em 4 de novembro de 2016.[23] "Born Again Tomorrow" foi lançado como o quarto single com um vídeo em 23 de dezembro de 2016.[24] "Roller Coaster" foi mencionada em shows ao vivo da banda como o novo "single hit" da banda,[25] atingindo a 11ª colocação da parada Adult Contemporary.[26]

"When We Were Us" (uma das duas novas músicas do relançamento de 2018 do álbum) fez a maior estreia de um single fora de feriado desde 2001 na parada de reprodução de música no rádio Billboard Adult Contemporary (datado de 17 de março), conforme a faixa estreia na 15ª colocação,[27] alcançando a 13ª na semana do dia 31 de março e, mais tarde, chegando à 12ª colocação.[28] Outra faixa nova do relançamento do álbum é "Walls", que também foi lançada como single.[29] Vídeos foram lançados para ambas as novas canções.

Vídeos[editar | editar código-fonte]

Incluindo os singles, clipes foram lançados para cada faixa da edição convencional do álbum. "Come On Up to Our House" foi lançado em 11 de novembro de 2016, "Scars on This Guitar" em 25 de novembro de 2016, "The Devil's in the Temple" em 9 de dezembro de 2016, "Roller Coaster" em 16 de dezembro de 2016, "New Year's Day" em 30 de dezembro de 2016, "God Bless This Mess" em 13 de janeiro de 2017 e "Living With the Ghost" e "Reunion" em 27 de janeiro de 2017 com um documentário focado em Camden, Nova Jersey.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 59/100[30]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 3.5 de 5 estrelas.[31]
Classic Rock 2.5 de 5 estrelas.[32]
Drowned in Sound 5/10[33]
The Guardian 3 de 5 estrelas.[1]
Kerrang! 3 de 5 estrelas.[34]
The Independent 2 de 5 estrelas.[35]

No Metacritic, que atribui uma média com base em resenhas de críticos do mainstream, o álbum recebeu uma média de 59/100, que indica críticas mistas ou medianas, com base em cinco resenhas.[30]

No AllMusic, Stephen Thomas Erlewine disse que "Bon Jovi e Shanks podem não ter feito muito para renovar o som da banda - eles não levam nenhuma tendência musical do meio dos anos 2010 em consideração - mas esse desafio fervente significa que este é o álbum mais vivo da banda em anos."[31] Dave Simpson, do The Guardian disse que o álbum "não desconstrói a velha fórmula" e que "ainda há canções prontas para o estádio e refrãos propícios para cantarolar".[1] Andy Gill do The Independent disse que "as simplicidades confortáveis vendidas em faixas como "Reunion" e "Knockout" oferecem o equivalente rock de Donald Trump, bajulando sem nunca ficar muito específico."[35] Emma Johnston da Classic Rock disse que "This House Is Not for Sale não é uma obra-prima, e conquanto a empolgante faixa-título acena sonicamente para o auge deles, a maior parte do disco é feita de pop planejado".[32]

Andy McDonald do Drowned in Sound deu ao álbum uma nota 5/10 dizendo que "o som lota-estádio que corre pela música moderna deve algo ao Bon Jovi, mas This House... soa mais como os sucessores espirituais de terceiro nível deles, composto de rock dançante esquecível e músicas mela cueca que demoram a agradar recheadas com chavões intermináveis e aquelas linhas de guitarra ecoantes e em staccato que as bandas fazem quando querem soar grandes".[33]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

This House Is Not for Sale estreou no topo da Billboard 200 com 129 mil unidades equivalentes a álbuns, das quais 128 mil eram vendas puras de álbuns.[36] É o sexto álbum número um do Bon Jovi nos EUA e também se tornou o quarto álbum seguido deles a atingir o topo no país após What About Now, The Circle e Lost Highway. Na segunda semana do álbum, ele caiu para a 43ª, batendo o álbum de 2006 do Incubus Light Grenades como o álbum que sofreu a maior queda do topo da parada na época. A banda já tinha um álbum que havia caído bruscamente da primeira colocação: The Circle, de 2009. Eles são a única banda a ter várias colocações na lista. Ele também sofreu a maior queda de vendas puras de segunda semana para um álbum no topo da parada durante sua segunda semana, vendendo 91,71% a menos, com 11 mil unidades vendidas.[37] Na semana seguinte, ele caiu para a 127ªcolocação, o que o torna, dentre os álbuns que alcançaram o topo da Billboard 200, o que menos tempo ficou na lista. Nas semanas seguintes ele caiu para as posições 166 e 189, subiu subiu para 173 e depois para 155. Em março de 2018, o álbum chegou ao topo novamente devido a uma promoção de compra do álbum que dava direito a uma entrada para um show, com 120 mil unidades equivalentes a álbuns vendidas na semana que terminava em 1 de março.[38] Na semana seguinte, o álbum caiu para a 169ª colocação, sendo simultaneamente o primeiro q quinto álbum na lista de álbuns com maiores quedas do topo da parada.[39] Em janeiro de 2017, o álbum havia vendido 174 mil cópias nos Estados Unidos.[40] Em março de 2018, as vendas puras estavam em 326 mil no mesmo país.

Faixas[editar | editar código-fonte]

This House Is Not for Sale - edição regular[41]
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "This House Is Not for Sale" (Esta Casa Não Está à Venda) 3:36
2. "Living With the Ghost" (Vivendo com o Fantasma)
  • Bon Jovi
  • Phil X
4:44
3. "Knockout" (Nocaute)
  • Bon Jovi
  • Phil X
  • Shanks
3:29
4. "Labor of Love" (Trabalho de Amor)
  • Bon Jovi
  • Phil X
  • Shanks
  • Falcon
5:03
5. "Born Again Tomorrow" (Nascido Novamente Amanhã)
  • Bon Jovi
  • Phil X
  • Shanks
  • Falcon
3:33
6. "Roller Coaster" (Montanha Russa) 3:40
7. "New Year's Day" (Ano-Novo)
  • Bon Jovi
  • Phil X
  • Falcon
4:27
8. "The Devil's in the Temple" (O Diabo Está no Templo)
  • Bon Jovi
  • Phil X
  • Falcon
3:19
9. "Scars on This Guitar" (Cicatrizes Nesta Guitarra)
5:06
10. "God Bless This Mess" (Deus Abençoe Esta Bagunça)
  • Bon Jovi
  • Phil X
3:23
11. "Reunion" (Reunião)
  • Bon Jovi
  • Phil X
4:14
12. "Come On Up to Our House" (Venha à Nossa Casa)
  • Bon Jovi
  • Phil X
  • Shanks
4:35
Duração total:
49:08

Personnel[editar | editar código-fonte]

Bon Jovi
Pessoal adicional

Paradas[editar | editar código-fonte]

Certificações[editar | editar código-fonte]

Região Certificação Vendas
Austrália (ARIA)[73] Ouro 35 mil^
Áustria (IFPI Austria)[74] Ouro 7,5 mil*
Reino Unido (BPI)[75] Prata 60 mil^

*Vendagens baseadas em ~certificações apenas^números de encomendas baseados em certificações apenas

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Região Data Formato Gravadora Número de catálogo
Mundo 4 de novembro de 2016 Island Records B01LNV711A

Referências

  1. a b c "Bon Jovi: This House Is Not for Sale review – more stadium pop than rock".
  2. «Bon Jovi Earns Sixth No. 1 Album on Billboard 200 Chart» 
  3. «this house is not for sale | full Official Chart History | Official Charts Company» (em inglês) 
  4. «Richie Sambora reportedly going back to rehab» 
  5. «Richie Sambora's DUI arrest» 
  6. «Jon Bon Jovi on Richie Sambora Returning: 'I Don't Think That's Possible'». ultimateclassicrock.com 
  7. «The Secret to Jon Bon Jovi's 25-Year Marriage». people.com 
  8. «Bon Jovi Signs with Irving Azoff». billboard.com 
  9. «Bon Jovi Riddled Us This: 'Burning Bridges' Is The Band's 'Latest Album, But Not The Next'». wcbsfm.cbslocal.com 
  10. «Bon Jovi Severs Ties With Longtime Label». billboard.com 
  11. «Bon Jovi goes back to basics for new album». star2.com 
  12. This House Is Not For Sale: Japanese Limited Edition Bonus DVD Interview Track by Track [DVD]. Island Records, 2016.
  13. «INTERVIEW: Bon Jovi on 'This House Is Not For Sale' Song Meanings». iHeartRadio 
  14. «BON JOVI | Offizielle Biografie». Universal Music Group 
  15. «Bon Jovi Completes New Album, Returns to Universal Music Group» 
  16. «Bon Jovi Release 'This House Is Not for Sale' Single and Video, Set Release Date for New Album». ultimateclassicrock.com 
  17. «Bon Jovi: David Bryan e Tico Torres contam curiosidades sobre o novo disco do grupo». Omelete  !CS1 manut: Língua não reconhecida (link)
  18. «Bon Jovi Talks 'Tumultuous' 3 Years, Announces Tour on Ellen» 
  19. «"Born Again Tomorrow": Bon Jovi überraschen mit einem weiteren Track aus "This House Is Not for Sale"» (em German)  !CS1 manut: Língua não reconhecida (link)
  20. «BON JOVI REVEALS ALBUM COVER FOR THIS HOUSE IS NOT FOR SALE» 
  21. «New Bon Jovi! Band Shares 'This House Is Not for Sale' Video & Album Details» 
  22. «Bon Jovi "Knockout" (Video Premiere)» 
  23. «"Labor of Love": Bon Jovi präsentieren einen weiteren Song aus ihrem Album "This House Is Not for Sale"» (em German)  !CS1 manut: Língua não reconhecida (link)
  24. «Bon Jovi - Timeline» 
  25. «Bon Jovi Comes Full Circle With Hits, Deep Cuts & New Material in Philadelphia» 
  26. «Bon Jovi Adult Contemporary charts» 
  27. «Bon Jovi's New Single 'When We Were Us' Blasts Onto Adult Contemporary Chart» 
  28. «Bon Jovi Adult Contemporary charts» 
  29. «BON JOVI Streaming Official Music Video For New Single "Walls"» 
  30. a b «Critic Reviews for This House Is Not for Sale» 
  31. a b «Bon Jovi: This House Is Not for Sale» 
  32. a b «Bon Jovi - This House Is Not For Sale album review». Classic Rock 
  33. a b «Album Review: Bon Jovi - This House is Not for Sale» 
  34. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Kerrang
  35. a b «Album reviews: Robbie Williams - The Heavy Entertainment Show, Lambchop - Flotus, Bon Jovi, and more». The Independent 
  36. «Bon Jovi Earns Sixth No. 1 Album on Billboard 200 Chart». Billboard 
  37. «Billboard 200 Chart Moves: The Beatles' 'Sgt. Pepper's' Sizzles on Vinyl». Billboard 
  38. «Bon Jovi's Back at No. 1 on Billboard 200 Albums Chart». Billboard 
  39. «Film soundtracks hold down the top two spots for the first time in 20 years» .
  40. «Metal Insider: Discos de Rock/Metal mais vendidos nos EUA em 2016». 5 de janeiro de 2017. Consultado em 20 de janeiro de 2017 
  41. «This House Is Not for Sale - Album cover and tracklist». Official German website of Bon Jovi. Universal Music. Consultado em 2 de setembro de 2016 
  42. a b c «This House Is Not for Sale (Deluxe) by Bon Jovi on Apple Music». Itunes.apple.com. Consultado em 6 de novembro de 2016 
  43. «This House Is Not for Sale (Deluxe) by Bon Jovi on Apple Music». Itunes.apple.com. 21 de outubro de 2016. Consultado em 6 de novembro de 2016 
  44. «BON JOVI | Exklusiver Bon Jovi Track: Nur bei Saturn und Mediamarkt das neue Album mit Bonus-Track vorbestellen | News». Universal-music.de. Consultado em 9 de outubro de 2016 
  45. «This House Is Not for Sale [Regular Edition] [Japan Bonus Track] Bon Jovi CD Album». CDJapan.co.jp. Consultado em 9 de outubro de 2016 
  46. «Bon Jovi - This House Is Not for Sale (Exklusive Ltd. Deluxe Edition + Bonustrack) - (18 Songs) Rock & Pop CDs - Media Markt». Mediamarkt.de. Consultado em 9 de outubro de 2016 
  47. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em inglês). Australiancharts.com. Hung Medien. Consultado em November 12, 2016.
  48. Bon Jovi - This House Is Not for Sale (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em November 16, 2016.
  49. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em holandês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em November 12, 2016.
  50. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em francês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em November 12, 2016.
  51. CD - TOP 10 Semanal. Associação Brasileira dos Produtores de Discos. Consultado em November 12, 2016.
  52. Bon Jovi Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Canadian Albums Chart para Bon Jovi. Prometheus Global Media. Consultado em November 15, 2016.
  53. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em November 12, 2016.
  54. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em inglês). Finnishcharts.com. Hung Medien. Consultado em November 13, 2016.
  55. «Le Top de la semaine : Top Albums Fusionnes - SNEP (Week 45, 2016)» (em French). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 15 de novembro de 2016 
  56. Offiziellecharts.de – Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em alemão). GfK Entertainment. Consultado em November 12, 2016.
  57. «Official Cyta-IFPI Charts - Top-75 Albums Sales Chart - Εβδομάδα: 44/2016» (em Greek). IFPI Greece. Consultado em 14 de novembro de 2016 
  58. Archívum – Slágerlisták – MAHASZ – Magyar Hangfelvétel-kiadók Szövetsége (em húngaro). Mahasz.hu. LightMedia. Consultado em November 11, 2016.
  59. GFK Chart-Track (em inglês). Chart-Track.co.uk. GFK Chart-Track. IRMA. Consultado em November 12, 2016.
  60. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em inglês). Italiancharts.com. Hung Medien. Consultado em November 12, 2016.
  61. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em inglês). Charts.org.nz. Hung Medien. Consultado em November 11, 2016.
  62. Oficjalna lista sprzedaży :: OLIS - Official Retail Sales Chart (em polonês). OLiS. Polish Society of the Phonographic Industry. Consultado em November 17, 2016.
  63. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em inglês). Portuguesecharts.com. Hung Medien. Consultado em November 16, 2016.
  64. 2016-11-11 Top 40 Scottish Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em November 12, 2016.
  65. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em inglês). Spanishcharts.com. Hung Medien. Consultado em November 17, 2016.
  66. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em inglês). Swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em November 12, 2016.
  67. Bon Jovi – This House Is Not for Sale (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em November 16, 2016.
  68. 2016-11-11 Top 40 Official UK Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em November 12, 2016.
  69. Bon Jovi Album & Song Chart History (em inglês). Billboard 200 para Bon Jovi. Prometheus Global Media. Consultado em November 14, 2016.
  70. «ARIA Top 100 Albums 2016». Australian Recording Industry Association. Consultado em 6 de janeiro de 2017 
  71. «Ö3 Austria Top 40 - Album-Charts 2016». oe3.orf.at. Consultado em 29 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 4 de janeiro de 2016 
  72. «Schweizer Jahreshitparade Alben 2016 – hitparade.ch». Hung Medien. Consultado em 2 de janeiro de 2017 
  73. "ARIA Charts – Accreditations – 2017 Albums". Australian Recording Industry Association.
  74. "Austrian album certifications – Bon Jovi – This House Is Not for Sale" (em alemão). IFPI Austria. Acessado em 19 de novembro de 2016. Escrever Bon Jovi no campo Interpret. Escrever This House Is Not for Sale no campo Titel. Selecionar album no campo Format. Clicar em Suchen.
  75. "British album certifications – Bon Jovi – This House Is Not for Sale". British Phonographic Industry. Selecionar albums no campo Format. Selecionar Silver no campo Certification Escrever This House Is Not for Sale no campo "Search BPI Awards" e depois pressionar Enter.