Thomas Carr

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Thomas Carr
Outros nomes Tommy Carr
Nascimento 4 de julho de 1907
Filadélfia, Pensilvânia, EUA
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Morte 23 de abril de 1997
Ventura, Califórnia, EUA
Ocupação ator
cineasta
Atividade 1912-1968
IMDb: (inglês)

Thomas Carr (4 de julho de 190723 de abril de 1997) foi um cineasta estadunidense que dirigiu filmes em Hollywood e na televisão. Carr atuou também em diversos filmes, em papéis coadjuvantes, antes de se tornar diretor. Entre 1945 e 1968, possui 89 títulos como diretor. Entre 1912 e 1952, possui 37 títulos como ator, além de produzir dois filmes em 1945.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mary Carr, mãe de Thomas Carr, também era atriz.

Nasceu na Filadélfia, Pensilvânia em 4 de julho de 1907, de uma família de atores, o pai era o ator William Carr[2] e a mãe a atriz Mary Carr.[3] Seus irmãos Stephen Carr, Maybeth Carr, Rosemary Carr e John Carr também foram atores, e Thomas Carr seguiu a profissão da família, iniciando sua atuação no cinema mudo em 1915. Entre 1915 e 1953, atuou em pequenos papéis coadjuvantes em alguns filmes de Hollywood, mas nunca obteve grande sucesso. O primeiro filme em que atuou foi o curta-metragem Buster's Dream,[4] pela Lubin Manufacturing Company, em 1912, aos 5 anos de idade. Seu último filme foi One Minute to Zero One,[5] em 1952, num pequeno papel não creditado, ao lado de Robert Mitchum e Ann Blyth.

Em 1945, ele começou a dirigir filmes, e entre 1945 e 1951 Carr dirigiu diversos Filmes B para os Poverty Row de Hollywood.[6] Muitos de seus fimes eram Westerns, entretanto, em 1948 ele foi co-diretor (ao lado de Spencer Gordon Bennet) do seriado Superman. De 1951 a 1968, a direção de Carr foi focada mais no meio televisivo, e ele dirigiu episódios de diversos shows de televisão nos anos 1950 e 1960. Entre tais episódios, destacam-se vários de Lassie, The Adventures of Superman, Daniel Boone, Wanted: Dead or Alive, Gunsmoke, Bonanza e The Guns of Will Sonnet, a última série em que participou, dirigindo o episódio Stopover in a Troubled Town, que foi ao ar em 2 de fevereiro de 1968.[7]

Thomas Carr deixou de dirigir filmes em 1968. Ele morreu em Ventura, Califórnia em 23 de abril de 1997.

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

Direção[editar | editar código-fonte]

Ator[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]