Thomas Helwys

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Thomas Helwys (1550 - 1616) foi um advogado inglês e é considerado um dos co-fundadores da Igreja Batista, junto com John Smyth, em 1609, na Holanda.

Helwys foi quem levou a congregação novamente para a Inglaterra, em 1611. No seu país de origem, ele escreveu o folheto Uma Declaração Breve do Mistério da Iniquidade, no qual alertava a monarquia a ser submeter a Deus e uma crítica do papado e dos puritanos. Helwys tentou entregar pessoalmente este folheto ao rei Jaime I de Inglaterra, porém não conseguiu. O folheto foi encontrado na prisão, onde permaneceu Helwys até morrer.

Em 2012, os batistas ao redor do mundo, celebraram o 400º aniversário da edição do folheto de Thomas Helwys, Uma Breve Declaração do Mistério da Iniquidade (1612), considerado por muitos historiadores como a primeira publicação em inglês advogando a liberdade religiosa para todos. Este aniversário é uma oportunidade de fazer lembrar aos batistas e a outros grupos religiosos a importância desse legado e também de refletir sobre a condição atual da liberdade religiosa no mundo contemporâneo. (Miquéias Costa França - professor de teologia do STBNE Feira de Santana-Ba) (Fonte: ABM - Aliança Batista Mundial)



  1. Reagan, David. «Thank the Baptists for Freedom of Religion». Consultado em 31 de julho de 2018. 
  2. Gilmore, Alec. «Face to faith: Thomas Helwys's plea for religious liberty in the 17th century provided a sound foundation for other kinds of freedom». The Guardian. Consultado em 31 de julho de 2018. 
  3. Shurden, Walter B. «Thomas Helwys, A Short Declaration of the Mystery of Iniquity». The Center for Baptist Studies. Consultado em 31 de julho de 2018.