Thomas Knoll

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2009).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.


Thomas Knoll
Conhecido(a) por Photoshop
Nascimento
Ann Arbor, Michigan
Nacionalidade estadunidense Estados Unidos
Cônjuge Ruth Knoll
Filho(s) Andrew Knoll
Hannah Knoll
Ocupação engenheiro de software

Thomas Knoll é um engenheiro de software estadunidense nascido em Ann Arbor, Michigan, sendo mais conhecido por ter iniciado o desenvolvimento do Photoshop (com seu irmão John Knoll), hoje propriedade da Adobe Systems. Ele continua como chefe da equipe de desenvolvimento até a versão CS4.

Sua esposa, Ruth Knoll, é a fundadora da Summers-Knoll School, uma escola de ensino fundamental na cidade de Ann Arbor que segue os princípios da pedagogia libertária.

Photoshop[editar | editar código-fonte]

Thomas Knoll era um candidato a doutorado em computação e estava tentando escrever, em separado de sua tese de doutorado, um programa de computador para exibir imagens em escala de cinza em um monitor em preto e branco. Como não havia relação nenhuma com sua tese de doutorado, ele achou que não valia a pena. O programa foi batizado de "Display", e Thomas o programou em casa, em seu computador Macintosh Plus pessoal. O programa chamou a atenção de seu irmão John, que trabalhava na Industrial Light and Magic de George Lucas, que pediu a Thomas para que fizesse com que o programa fosse capaz de processar arquivos de imagem digital.

Com a ajuda do pai, um professor da Universidade de Michigan, John comprou um Macintosh II, o primeiro computador com monitor colorido para Thomas, que reescreveu o programa "Display" para funcionar com cores. A partir daí, John e Thomas passaram a colaborar na expansão do software. Até 1988, Thomas estava relutante em lançar o programa comercialmente, por achar que não valia a pena. O nome "Photoshop" veio depois, após muitas mudanças de nome; todos os nomes pensados por Thomas já haviam sido usados por outros programas. Ao conversar com um amigo e dizer que ele não sabia que nome dar, esse amigo (que Thomas não lembra quem foi) sugeriu "PhotoShop", e assim o programa foi batizado.

John começou a procurar por alguma empresa interessada em investir no software no Silicon Valley, distribuindo versões de demonstração do programa, enquanto continuava a pressionar Thomas a incluir novas funcionalidades. John chegou a incluir um manual, escrito por ele próprio, para ajudar na compreensão do software. John conseguiu atrair a atenção de uma empresa fabricante de scanners chamada Barneyscan. Um acordo foi fechado e a primeira distribuição do programa foi chamada "Barneyscan XP", com cerca de 200 cópias.

Pouco tempo depois, John foi contactado pela Apple Inc., onde o programa havia feito sucesso entre os engenheiros, para deixar algumas cópias. Os engenheiros da Apple fizeram várias cópias e distribuíram entre os amigos — este foi o primeiro caso de pirataria do Photoshop que se tem notícia. A Adobe, seduzida pelas funcionalidades do programa, acabou por comprar o Photoshop, lançando a versão 1.0 em 1990.1

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Thomas & John Knoll. PhotoshopNews. 2005.