Thomas M. Disch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Thomas M. Disch
Disch em 3 de junho de 2008
Nome completo Thomas Michael Disch
Pseudônimo(s) Leonie Hargrave
Victor Hastings

com John Sladek:

Thom Demijohn
Cassandra Knye
Nascimento 2 de fevereiro de 1940
Des Moines, Iowa, Estados Unidos
Morte 4 de julho de 2008 (68 anos)
Manhattan, Cidade de Nova Iorque
Nacionalidade Americano
Cônjuge Charles Naylor
Ocupação Escritor, poeta, crítico

Thomas Michael Disch (2 de fevereiro de 1940 – 4 de julho de 2008) foi um autor de ficção científica e poeta americano.[1][2][3] Ele venceu o Hugo Award de Melhor Livro de Não-Ficção em 1999, e recebeu outras duas nomeações ao Hugo, nove nomeações ao Prêmio Nebula, e venceu um John W. Campbell Memorial Award, um Rhysling Award, dois Seiun Awards, e vários outros.

Durante os anos 60, seu trabalho começou a aparecer nas revistas de ficção científica. Suas obras aclamadas são The Genocides, Camp Concentration, 334 e On Wings of Song são grandes contribuições para o movimento New Wave. Em 1996, seu livro The Castle of Indolence: On Poetry, Poets, and Poetasters foi nomeado ao National Book Critics Circle Award, em 1999, Disch venceu o Hugo por The Dreams Our Stuff Is Made Of,[4] uma análise sobre o impacto da ficção científica na cultura, e também venceu o Michael Braude Award de Light Verse. Escreveu outros trabalhos de não-ficção, sendo crítico de teatro e ópera para o The New York Times, The Nation, e outros períodicos. Ele também publicou inúmeros volumes de poesia como Tom Disch.

Após um extenso período de depressão com a perda do seu parceiro, Charles Naylor em 2005, Disch parou de escrever quase inteiramente, exceto por poesias e postagens em seu blog – onde ele produziu dois romances -.[4] Disch cometeu suicídio com uma arma em seu apartamento em Manhattan, New York City, no dia 4 de julho de 2008. Seu último livro, The Word of God, foi escrito pouco antes da morte de Naylor, e foi publicado poucos dias antes da morte de Disch.[1][2][3][4][5][6][7]

Obras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Schudel, Matt (9 de julho de 2008). «Thomas Disch; sci-fi writer was part of 'New Wave'». The Washington Post. p. B05. Consultado em 12 de julho de 2008 
  2. a b Martin, Douglas (8 de julho de 2008). «Thomas Disch, Novelist, Dies at 68». The New York Times. Consultado em 4 de agosto de 2008 
  3. a b Stewart, Jocelyn Y. (8 de julho de 2008). «Thomas M. Disch, 68; prolific science-fiction author». Los Angeles Times. Consultado em 12 de julho de 2008. fatally shot himself in the head July 5, according to the New York City Office of the Chief Medical Examiner. 
  4. a b c Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome bionote
  5. «Death: Thomas M. Disch». Locus Online. 6 de julho de 2008. Consultado em 6 de julho de 2008 
  6. «Science fiction's Thomas Disch ends his life». Planet Out. Yahoo!. 7 de julho de 2008. Consultado em 3 de março de 2014. Cópia arquivada em 18 de julho de 2008 
  7. Wood, Graeme (11 de julho de 2008). «Novelist Thomas M. Disch killed himself in his New York apartment on July 5.». The Atlantic. Consultado em 12 de julho de 2008 
  8. «Mecca|Mettle». Consultado em 22 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 28 de dezembro de 2005 


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.