Thomas Pesquet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Thomas Pesquet

Astronauta da ESA
Nacionalidade França francês
Nascimento 27 de fevereiro de 1978 (39 anos)
Rouen, França
Tempo no espaço 196d 17h 49min
Missões Soyuz MS-03, Expedição 50, Expedição 51
Insígnia da missão Soyuz-MS-03-Mission-Patch.png ISS Expedition 50 Patch.png ISS Expedition 51 Patch.svg

Thomas Pesquet (Rouen, 27 de fevereiro de 1978) é um astronauta francês, integrante da Agência Espacial Européia.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Estudou na École nationale supérieure de l'aéronautique et de l'espace (Escola Nacional Superior de Aeronáutica e Espaço), em Toulouse, onde completou sua graduação em engenharia aeronáutica. Posteriormente, trabalhou na Agência Espacial Francesa (CNES), como pesquisador na área de engenharia. Após um período profissional como engenheiro, passou a trabalhar na companhia aérea Air France como piloto de aviões Airbus A320.[1]

Foi selecionado para o curso de astronauta da ESA em 20 de maio de 2009, tornando-se membro da terceira turma de astronautas da agência espacial, turma esta composta por seis integrantes, sendo dois da Itália (Luca Parmitano e Samantha Cristoforetti), um do Reino Unido (Timothy Peake), um da França (o próprio Pesquet), um da Alemanha (Alexander Gerst) e o primeiro astronauta da Dinamarca (Andreas Mogensen), formando-se como os demais em novembro de 2010.[2] O mais novo da turma, foi o último a ser lançado ao espaço.

Em julho de 2014, Pesquet serviu como aquanauta no laboratório submarino oceanográfico Aquarius, na Flórida, Estados Unidos, durante a missão NEEMO 18, da NASA.[3] Foi ao espaço em 17 de novembro de 2016 a bordo da nave Soyuz MS-03, lançada de Baikonur para uma estadia de longa duração na ISS, integrando as Expedições 50 e 51. Durante sua permanência ele levou a cabo a missão europeia Proxima, uma série de 50 experiências científicas realizadas para a ESA e para a CNES, e fez duas caminhadas espaciais num total de mais de 12 horas fora na estação; retornou à Terra em 2 de junho de 2017, após 196 dias no espaço.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Thomas Pesquet». ESA. Consultado em 25 junho 2017 
  2. «EAC selections». spacefacts.com. Consultado em 25 junho 2017 
  3. junho de/nasa-announces-two-upcoming-undersea-missions/#.U6maKldj4jU «NASA Announces Two Upcoming Undersea Missions» Verifique valor |url= (ajuda). NASA. Consultado em 26 junho 2014 
  4. «Soyuz MS-03 undocks, conducts rare two-person landing». NASASpaceflight. Consultado em 25 junho 2017