Timóteo de Mileto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Timóteo de Mileto foi músico e poeta lírico ditirâmbico da Grécia Antiga. Timóteo de Mileto (em grego clássico: Τιμόθεος ὁ Μιλήσιος; c. 446 – 357 a.C.) foi um músico e poeta ditirâmbico grego, um expoente da "nova música". Ele acrescentou uma ou mais cordas à lira, pelo que provocou o descontentamento dos espartanos e atenienses (E. Curtius, History of Greece, bk. V. Cap. 2).[1] Também compôs obras musicais de caráter mitológico e histórico.[2]

Fragmento do Persas de Timóteo em um papiro do século quarto a.C.

Fragmentos da poesia de Timóteo sobrevivem, publicado em Denys Page, Poetae Melici Graeci. Um fragmento de papiro de seus Persas (um dos papiros gregos mais antigos existentes), descoberto em Abusir, foi editado por U. von Wilamowitz-Mollendorff (1903), com a discussão do nome, métrica, o número de cordas da lira, data do poeta e fragmento.[1][3]

Referências

  1. a b Este artigo incorpora texto (em inglês) da Encyclopædia Britannica (11.ª edição), publicação em domínio público.
  2. Este artigo incorpora texto (em inglês) da Encyclopædia Britannica (11.ª edição), publicação em domínio público.
  3. V. Strazzulla, Persiani di Eschilo ed il nomo di Timoteo (1904); S. Sudhaus in Rhein. Mus., iviii. (1903), p. 481; and T. Reinach and M. Croiset in Revue des etudes grecques, xvi. (1903), pp. 62, 323.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.