Tim (músico)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tim (cantor))
Ir para: navegação, pesquisa
Tim
Tim, vocalista dos Xutos & Pontapés
Informação geral
Nome completo António Manuel Lopes dos Santos
Nascimento 1960, Ferreira do Alentejo
País  Portugal
Gênero(s) Pop rock, New wave, Punk rock, Folk rock
Ocupação(ões) Cantor, compositor, músico
Instrumento(s) Baixo, Guitarra
Período em atividade 1979 - presente
Afiliação(ões) Resistência, Rio Grande, Cabeças no Ar
Página oficial Xutos.pt

Tim, Com alcunha de António Manuel Lopes dos Santos[1], nasceu em Ferreira do Alentejo, em 1960. É um músico português, cantor, compositor, baixista, guitarrista e um dos fundadores dos Xutos & Pontapés. Integrou também os projetos Resistência, Rio Grande e Cabeças no Ar e editou vários álbuns a solo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Baixista e vocalista dos Xutos & Pontapés, banda com mais de 10 discos de originais, autor da maior parte das letras e co-autor de todas as músicas deste grupo, começou a sua vida artística aos 15 anos como baixista, em formações de jovens e grupos de baile. Aos 18 anos trabalha pela primeira vez com originais no Grupo 2, um trio almadense de música instrumental de improvisação.

Aos 19 inicia o estudo do contrabaixo no Conservatório de Lisboa, e simultaneamente começa a sua actividade como baixista nos Xutos & Pontapés.

É licenciado em Engenharia Agrónomica, na especialidade de Melhoramentos Rurais, pelo Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa, que frequentou entre 1979 a 1986 [2].

Com 22 anos, em 1982, grava o primeiro trabalho com o grupo. Seguem-se uma série deles, todos galardoados com disco de ouro, até 1990, altura em que o grupo faz uma pausa. Aí, Tim é convidado para integrar outro colectivo de reunião, Resistência, com Pedro Ayres Magalhães, Fernando Cunha, Miguel Ângelo, Olavo Bilac, Fernando Júdice, Fred Mergner, Rui Luís Pereira "Dudas", José Salgueiro e Alexandre Frazão, com o qual grava Palavras ao Vento e Mano a Mano.

No retomar da carreira dos Xutos & Pontapés, prosseguem os registos com o grupo.

Em 1995, outro projecto de referência tomava forma: a partir de uma história de João Monge musicado por João Gil, produzido por João Gil, Rui Veloso e Tim, contando ainda com as participações de Jorge Palma e Vitorino, nasce o Rio Grande, cujo nome é da autoria de Tim, e que atinge outra vez a primeira grandeza no panorama português. Ainda neste ano Tim é convidado por Manuel Faria a participar na compilação de Natal Espanta Espíritos com o tema "Uma Rocha Negra" em dueto com Andreia.

Segue-se o primeiro disco a solo, Olhos Meus, em 1999, que contou com a participação de Samuel Palitos, Frederico Valsassina, João Cardoso e Gui.

Entretanto os Xutos & Pontapés continuavam a absorver a maior parte do trabalho de Tim, com outros álbuns de originais e com tournées e concertos de grandes dimensões, que culminaram com a comemoração dos 25 anos de carreira no Pavilhão Atlântico. Surge ainda outro projecto de reunião, Cabeças no Ar, com letras de Carlos Tê e música de João Gil e Rui Veloso, produção de João Gil, Rui Veloso e Tim.

Em 2006 surge Um e o Outro, o seu segundo disco a solo, em que conta com a participação de João Cardoso, Pedro V. Gonçalves e Samuel Palitos, e ainda com Mariza e Mário Laginha como convidados. Surgem duas versões: "Estrela do Mar" de Jorge Palma e "Epitáfio" dos brasileiros Titãs.

Em 2008, Tim lança o seu terceiro álbum a solo: Braço de Prata, com originais e também adaptações dos Sétima Legião, dos Rio Grande, de Adriano Correia de Oliveira, de Bernardo Santareno, de João Gil e dos próprios Xutos & Pontapés. Para este disco, Tim contou com João Cardoso (Humanos) no piano e teclado, de José Moz Carrapa (Ala dos Namorados) nas guitarras, de Fernando Júdice (ex-Madredeus) no baixo, de Fred (Buraka Som Sistema, Oioai e Yellow W Van) na bateria e de Gabriel Gomes dos Sétima Legião no acordeão[3].

O disco Companheiros de Aventura é editado em Março de 2010.

Em 2012 é lançado Companheiros de Aventura Ao Vivo em que surgem convidados como Celeste Rodrigues, Teresa Salgueiro, Rui Veloso, Mário Laginha e Vitorino Salomé.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Solo[editar | editar código-fonte]

  • 1999 - Olhos Meus (EMI)
  • 2006 - Um e o Outro (EMI)
  • 2008 - Braço de Prata (El Tatu / Magic Music)
  • 2010 - Companheiros de Aventura (El Tatu / Magic Music)
  • 2012 - Companheiros de Aventura Ao Vivo (Farol)
Outros
  • Claxon (1991) - "Grande Cidade"
  • Espanta Esíritos (1995) - "Uma Rocha Negra"
  • Voz & Guitarra (1997) - "Por Quem Não Esqueci / Gritos Mudos"

Referências

  1. «Lista de associados da Audiogest» (PDF). Actividades Culturais / Ministério da Cultura. 25 de Julho de 2007. Consultado em 2 de Janeiro de 2014 
  2. Testemunhos de ex-alunos acesso em 12 de Agosto de 2008
  3. [1] Palco Principal - "Braço de Prata" de Tim já disponível nas loja], acesso em 14 de Novembro de 2008

Ligações externas[editar | editar código-fonte]