Tim Burton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Tim Burton
Tim Burton na estréia francesa de Frankenweenie, em 2012
Nome completo Timothy Willian Burton
Nascimento 25 de agosto de 1958
Burbank, Califórnia
 Estados Unidos
Ocupação Diretor
Produtor
Roteirista
Atividade 1982–presente
Cônjuge Helena Bonham Carter (2001-2014)
Assinatura
Tim Burton signature.svg
Globos de Ouro
Golden Globe icon.svg Melhor Filme - Comédia ou Musical
2008 - Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street
Página oficial
IMDb: (inglês)

Timothy "Tim" Willian Burton[1] (Burbank, 25 de agosto de 1958) é um cineasta norte-americano. Frequentemente, seus filmes acompanham os atores Johnny Depp e Helena Bonham Carter, com quem mantinha um relacionamento sério desde 2001 até 2014 e tem dois filhos, e Danny Elfman compondo a trilha sonora. Amante dos grandes nomes dos filmes de terror, já realizou projetos sobre Ed Wood e chamou para estrelar seus trabalhos, os notórios atores Vincent Price e Christopher Lee.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Burton é o primeiro dos dois filhos de Bill Burton e Jean Erickson. Burton descreveu sua infância como peculiar, imaginativa e perdida em seus próprios pensamentos. Ele achava a vida doméstica e a escola difícil, participava de um grupo chamado OW SHIT STUDIOS (O.S.S) e fugia da realidade do cotidiano lendo livros sombrios de Edgar Allan Poe e assistindo a filmes de terror de baixo-orçamento, que mais tarde homenagearia na sua biografia de Edward D. Wood, Jr.. Outra figura cinematográfica de importância na infância de Burton é Vincent Price, cuja filmografia influenciaria a carreira do diretor.

Após o colegial, ele ganhou uma bolsa da Disney para estudar no Instituto das Artes da Califórnia em Valencia, Califórnia. Ele estudou Animação por três anos e foi então contratado pelo Walt Disney Studios como aprendiz de animador. Trabalhou no desenho The Fox and the Hound, mas estava insatisfeito com a direção artística do filme. Foi durante esse período que Tim Burton fez seus primeiros três curtas metragens: a animação em stop-motion "Vincent", e dois live-actions, "João e Maria" e "Frankenweenie". A história desse último, que envolvia um cachorro morto num atropelamento sendo ressuscitado de forma análoga ao Frankenstein, foi considerada sombria demais pela Disney, motivo que levou à demissão de Burton.[2]

O seu apego ao horror com sua habilidade para a comédia Burton conciliou três anos depois em Os Fantasmas se Divertem (Beetlejuice). Mesmo com o orçamento bastante baixo, o filme alcançou uma bilheteria razoável e levou o Óscar de Melhor Maquilhagem.[2] Foi com esse filme que o diretor finalmente se destacou e foi chamado para realizar uma superprodução: Batman, em 1989, que mais tarde teria a continuação Batman - O Retorno (Batman Returns), também com a direção de Tim Burton. Com a carreira em alta, o diretor resolveu filmar seu projeto pessoal intitulado Edward Mãos de Tesoura (Edward Scissorhands), sobre um rapaz que tem tesouras no lugar das mãos. Para o projeto, Tim Burton chamou o ator Johnny Depp, que a partir daí, viria a colaborar mais 7 vezes (até 2012) no filmes do diretor. 4 anos depois, o ator foi convidado para protagonizar a cinebiografia de Ed Wood, considerado tendenciosamente como o pior diretor de todos os tempos. Em 1996, estreou nos cinemas Marte Ataca! (Mars Attacks!), que é uma verdadeira carta de amor aos filmes "B" de ficção científica dos anos 50. Em 1999 chega aos cinemas a adaptação da conhecida história A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça (1999) (Sleepy Hollow).

Planeta dos Macacos, em 2001, Tim Burton readapta a obra Planeta dos Macacos, porém, o filme é massacrado pela crítica e fracassa nas bilheterias. 2003, Tim Burton volta a forma com Peixe Grande (Big Fish) sendo bastante elogiado pelos críticos. Em seguida, em 2005, chegam aos cinemas dois filmes do diretor, a readaptação da Fantástica Fábrica de Chocolate e a animação em stop-motion A Noiva Cadáver (Corpse Bride), dividindo a direção com Mike Johnson. Fechando a década de 2000, Tim Burton adapta o musical da Broadway Sweeney Todd, o barbeiro demoníaco da Rua Fleet. Em 2010 chega aos cinemas o bastante aguardado Alice no País das Maravilhas, adaptado dos livros Alice No País das Maravilhas e Alice através do espelho. O filme apesar de não ter ido muito bem nas críticas, faturou 1 bilhão de dólares mundialmente, transformando-se no filme mais bem sucedido, mercadologicamente falando, do Tim Burton. Em 2012, Tim Burton nos trás mais três filmes. O primeiro é Sombras da Noite, baseado na novela sessentista Dark Shadows criada por Dan Curtis. O filme fracassou nas bilheterias e dividiu bastante a crítica, mas que apesar de tudo despertou grande curiosidade do publico, filme que apresenta Barnabas Collins Johnny Depp como um vampiro. O segundo filme é Frankenweenie, que é uma refilmagem de seu curta metragem de 1984. A nova versão é em stop-motion e assim como o curta, em preto-e-branco. E em 2014 foi lançado "Grandes Olhos", um filme de baixo orçamento, com Cristoph Waltz e Amy Adams no elenco.

Obras[editar | editar código-fonte]

Cinema
Ano Título Trabalho Principais Prêmios Notas
1971 The Island of Doctor Agor Diretor, Roteiro
1979 Stalk of the Celery Diretor, Produtor, Roteiro Curta metragem
Doctor of Doom Diretor, Roteiro
1982 Hansel and Gretel Diretor, Argumento Telefilme
Luau Diretor, Produtor, Roteiro Curta metragem
Vincent Diretor, Roteiro Audience Award no Ottawa International Animation Festival, em 1984
1984 Frankenweenie Diretor, Argumento
1985 As Grandes Aventuras de Pee-wee Diretor
1988 Os Fantasmas se Divertem Oscar de Melhor maquiagem
1989 Batman Oscar de melhor direção de arte
1990 Edward Mãos de Tesoura Diretor, Produtor, Argumento Saturn Award de melhor atriz (Winona Ryder), Melhor figurino (Colleen Atwood ), Melhor trilha sonora (Danny Elfman), Melhor ator coadjuvante (Alan Arkin) e Melhor atriz coadjuvante (Dianne Wiest) Primeiro Trabalho com Johnny Depp
1992 Batman: O Retorno Diretor, Produtor Saturn Award de melhor maquiagem
1993 O Estranho Mundo de Jack Produtor, Argumento Saturn Award de melhor filme de fantasia e melhor trilha sonora, por Danny Elfman
1994 Ed Wood Diretor, Produtor Oscar de melhor ator coadjuvante, por Martin Landau e Melhor maquiagem. Trabalhou com Johnny Depp
Um Gaiato no Navio Produtor
1995 Batman Eternamente Universe Reader's Choice Award de melhor filme de fantasia e melhor trilha sonora, por Elliot Goldenthal
1996 Marte Ataca! Diretor, Produtor Saturn Award de melhor trilha sonora
James e o Pêssego Gigante Produtor KCFCC Award de melhor animação
1999 A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça Diretor Oscar de melhor direção de arte Trabalhou com Johnny Depp
2000 The World of Stainboy Diretor, Roteiro Curta Metragem
2001 Planeta dos Macacos Diretor BMI Film Music Award de trilha sonora, por Danny Elfman Trabalhou com Helena Bonham Carter
2003 Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas
2005 A Fantástica Fábrica de Chocolate Empire Award de Melhor ator, por Johnny Depp Trabalhou com Johnny Depp e Helena Bonham Carter
A Noiva Cadáver Diretor, Produtor Saturn Award de melhor animação
2006 Bones Diretor Videoclipe da banda The Killers
2007 Sweeney Todd:O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet Oscar de Melhor direção de arte Trabalhou com Johnny Depp e Helena Bonham Carter
2009 9, A Salvação Produtor
2010 Alice no País das Maravilhas Diretor Oscar de Melhor figurino e Direção de arte Trabalhou com Johnny Depp e Helena Bonham Carter
2012 Sombras da Noite
Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros Produtor
Made From Ox Gut - Adaptação de Curta-Metragem de Von Chrow
Frankenweenie Diretor, Produtor, Argumento
Here With Me Diretor Videoclipe da banda The Killers
2014 Big Eyes
2016 Alice Através do Espelho Produtor Trabalhou com Johnny Depp e Helena Bonham Carter
O Lar das Crianças Peculiares Diretor

Livros[editar | editar código-fonte]

Em 1997, escreveu "O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias", que ganhou edição brasileira apenas em julho de 2007.

Apesar de ser infantil, o livro tem cenas de violência familiar, suicídio, sexo não-explícito e traição extraconjugal (o amante da adúltera é um ferro de engomar). Também não cabe aos poemas, finais felizes.

O caso do Pequeno Menino Ostra é modelar. O poema dedicado a contar seu triste fim ( depois do seu triste início, já rejeitado pela mãe por cheirar "a oceano e alga marinha"), fala de um pai com disfunção erétil avisado por um médico de que comer ostras propicia 'um desempenho sexual extra' ".

O show de aberrações é típico de Burton, mas nem sempre são feitos apenas de desgraças; é o caso, por exemplo, do menino Brie, um menino-queijo, que encontra a amizade de um vinho.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Tim Burton faz muitos filmes com o ator Johnny Depp
  • Também trabalha muito com Helena Bonham Carter, com quem já foi casado.
  • O filme que Burton considera seu melhor trabalho é Edward Scissorhands.
  • Burton já pensou em fazer um filme sobre o Superman com o herói sendo interpretado por Nicolas Cage. Mas não deu certo.

Referências

  1. O nome do meio de Tim Burton, é citado como Walter pelo Museu de Arte Moderna em sua página na internet para uma exposição de 2009 no trabalho de arte de Burton e web appearance for a 2009 exhibition on Burton's art work and um livro sobre a carreira de Burton como um artista e cineasta, embora seja citado como William por outras fontes, tais como o Tim Burton Collective.
  2. a b FalaCultura - Dossiê Tim Burton - http://falacultura.com/2011/10/31/dossie-tim-burton/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Tim Burton