Tim Fain

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Tim Fain é um violinista americano, talvez mais conhecido por suas performances no filme Black Swan e seu trabalho com o compositor americano Philip Glass. Nascido em Santa Monica, Califórnia, o violinista frequentou o Royal Conservatory of Music em Londres aos 11 anos e Crossrads School for the Arts and Sciences em Santa Monica.[1]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Arches: Music Then to Now (Image Recordings, 2008)
  • Philip Glass: The Concerto Project, Vol. IV, (Orange Mountain Music, 2010)
  • Black Swan: Original Motion Picture Soundtrack (Sony, 2011)[2]
  • River of Light: American Short Works for Violin and Piano (Naxos, 2011)
  • 12 Years a Slave (Columbia Records, 2013) [3]
  • "Variation", Tim Fain plays Michael Shapiro's Peace Variations (Paumanok, 2014)
  • Tim Fain plays Philip Glass: Partita for solo violin (Orange Mountain Music, 2015)
  • First Loves (VIA Records, 2016)
  • Michael Shapiro's Second Sonata for violin and piano, Tim Fain and Steve Beck (Paumanok, 2017)

Referências

  1. «This weekend at Maverick Concerts, Jazz piano, & solo violin | Roll Online». www.rollmagazine.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2017 
  2. «Violinist Tim Fain talks 'Black Swan' and Philip Glass collaboration». LA Times Blogs - Culture Monster (em inglês). 18 de janeiro de 2011. Consultado em 27 de julho de 2017 
  3. Obenson, Tambay A. «Soundtrack Album For '12 Years a Slave' To Be Released By Columbia Records On 11/11 | IndieWire». blogs.indiewire.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.