Timosina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A timosina é um hormônio polipeptídico do timo que influi na maturação dos linfócitos T destinados a desempenhar uma função ativa na imunidade por mediação celular. A timosina pode servir como imunotransmissor, modulando os eixos hipotalâmicos hipofisário-suprarrenal e das gônadas. Também colabora para a neutralização dos efeitos danosos do cortisol. Ademais, a timosina inibe a proliferação da actina (filamentos de actina do citoesqueleto) ao se ligar à seus monômeros, ao realizar tal papel, pode diminuir o balanço entre monômero-polímero e determinar a polimerização/despolimerização do filamento de actina é favorável ou não em determinado momento.

Referência KARP, G. Biologia Celular e Molecular.

Ícone de esboço Este artigo sobre Fisiologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.