Tinalhas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Portugal Portugal Tinalhas 
  Freguesia  
Gentílico Tinalhense
Localização
Tinalhas está localizado em: Portugal Continental
Tinalhas
Localização de Tinalhas em Portugal
Coordenadas 39° 56' 52" N 7° 32' 01" O
Região Centro (Região das Beiras)
Sub-região Beira Interior Sul
Província Beira Baixa
Município CTB.png Castelo Branco
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente José Carlos Ramos Dé (G.C.E.)
Características geográficas
Área total 16,20 km²
População total (2021[1]) 516 hab.
Densidade 31,9 hab./km²
Código postal 6000-740
Outras informações
Orago Nossa Senhora da Assunção
Sítio http://www.jftinalhas.pt
Lat. 39,950 - Long. -7.5333 Alt. 373

Tinalhas é uma freguesia portuguesa do município de Castelo Branco, na província da Beira Baixa, região do Centro (Região das Beiras) e sub-região da Beira Interior Sul, com 16,20 km² de área e 516 habitantes (2021). A sua densidade populacional é de 31,9 hab/km².

Năo deve ser muito anterior ao século XII e até mesmo no seguinte que aparece o nome apelativo de uso comum Tinalha. Também pode ser alusivo a escavaçőes (achados de antigas vasilhas e potes) que se designavam em latim "Tinalia" que se encontra num documento de 1336 e que, por motivos de alteraçőes fonéticas e etimológicas resultaria… Tinalha.

Até 1877 fez parte do concelho de São Vicente da Beira após o que passou para o de Castelo Branco.[2]

Localização no município de Castelo Branco


População[editar | editar código-fonte]

População de Tinalhas
AnoPop.±%
1864 717—    
1878 777+8.4%
1890 894+15.1%
1900 1 240+38.7%
1911 1 343+8.3%
1920 1 487+10.7%
1930 1 761+18.4%
1940 2 005+13.9%
1950 2 223+10.9%
1960 1 185−46.7%
1970 864−27.1%
1981 874+1.2%
1991 791−9.5%
2001 690−12.8%
2011 585−15.2%
2021 516−11.8%

No ano de 1864 pertencia ao extinto concelho de S. Vicente da Beira. Passou para o actual concelho por decreto de 26 de fevereiro de 1877.

Por decreto de 21 de maio de 1896 foi anexada a esta freguesia a de Ninho do Açor. Pelo decreto lei nº 39.065, de 31 de dezembro de 1952, foi desanexada desta freguesia a de Ninho do Açor, que passou a ser freguesia autónoma (Fonte: INE)

História[editar | editar código-fonte]

A dezoito quilómetros de Castelo Branco, a freguesia de Tinalhas está no Norte do concelho, entre as suas congéneres de Ninho do Açor, Freixial do Campo, Cafede e Póvoa de Rio de Moinhos. Povoaçăo relativamente elevada, encontra-se a mais de quatrocentos metros de altitude. É atravessada por uma série de pequenos ribeiros sem grande expressăo: o ribeiro do Vale Sando, a ribeira da Ribeirinha, o ribeiro do Vale de Joăo Martins, o ribeiro do Salgueiro e o ribeiro do Cadavai.

O curioso nome da freguesia surge pela primeira vez na documentaçăo oficial do século XIII. Pode ser o nome comum de alguma família que ali tivesse possessőes, ou entăo uma alusăo aos achados de antigas vasilhas e potes, "tinalias", provenientes de escavaçőes arqueológicas ali realizadas. Para além desses achados, foram descobertos também três machados de pedra polida, pedaços de sílex, uma pedra gravada, provalvelmente pré-romana, e um pequeno objecto de bronze. Todos estes achados revelaram ser da época romana e pré-romana, nomeadamente do Neolítico.

Em 1165, D. Afonso Henriques doou as terras entre os rios Erges, Tejo e Zêzere à Ordem dos Templários, com o objectivo de povoarem a regiăo. Mais tarde, D. Afonso II fez nova doaçăo, a chamada herdade da Açafa ou da Cardosa. Esta herdade tinha como limites a Covilhă, a Norte; a ribeira de Alpeadre e o rio Ponsul, a Nascente; a regiăo de Ródăo, a Sul; e S. Vicente da Beira, a Ocidente.[3]

Património[editar | editar código-fonte]

  • Capelas do Senhor do Miradouro, de S. Pedro, da Rainha Santa Isabel e de S. José
  • Casas brasonadas
  • Fontes antigas

Personalidades[editar | editar código-fonte]

  • Visconde de Tinalhas (José Coutinho Barriga da Silveira Castro e Câmara) (1802-1886) - que contribuiu para o desenvolvimento da terra, sendo o fundador e primeiro regente da banda filarmónica.
  • André Antunes (1925), atirador desportivo olímpico

Equipamentos e colectividades[editar | editar código-fonte]

A freguesia tem vários equipamentos sociais como Polidesportivo, Campo de Futebol, Piscina, Jardim Infantil, Centro de Dia e Extensão de Saúde. A nível do associativismo possui a Sociedade Filarmónica de Tinalhas, o Centro Recreativo de Tinalhas, a Associação de Caça e Pesca Tinalhense, a Ergamus - Associação de Dinamização e Salvaguarda Patrimonial, o Grupo Motar T´Atestar entre outros.

Tradições[editar | editar código-fonte]

  • Artesanato;
  • Rendas;
  • Mantas de retalhos;
  • Linho em tear manual;
  • Cortiça.

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

  • Serrabulho;
  • Borrego estufado;
  • Papas de milho;
  • Tigelada;
  • Broas de Mel;
  • Filhós Fritas

Festas e Romarias[editar | editar código-fonte]

    • "Há que se chá" em honra dos 3 reis magos: 5 de Janeiro
    • Romaria da Rainha Santa Isabel: Páscoa
    • Festas de Verăo: 2º Domingo de Setembro
    • Nossa Senhora do Rosário: 1º Domingo de Outubro
    • Feira Anual: Segunda-feira de Páscoa
    • Mercado: 4º Sábado de cada mês

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Centro". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 28 de Fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  2. «Paróquia deinalhas». Arquivo Distrital de Castelo Branco. Consultado em 24 de Outubro de 2013 
  3. "A Terra e suas Memórias Culturais"…


Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.