Tinta à base de chumbo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Embalagem de tinta à base de chumbo da Dutch Boy Paint (frente).
Embalagem de tinta à base de chumbo da Dutch Boy Paint (verso).

Tinta à base de chumbo se refere a qualquer tinta que contenha chumbo. Na forma de pigmento, cromato de chumbo (II) (PbCrO4, "amarelo cromo"), óxido de chumbo (II,IV), (Pb3O4, "zarcão") e carbonato de chumbo (II) (PbCO3, "alvaiade") são as substâncias mais comuns.[1] O chumbo é adicionado à tinta para acelerar sua secagem, aumentar sua durabilidade, manter uma aparência fresca e resistir à umidade de maneira a evitar corrosão.

Ele é um dos principais riscos ambientais e à saúde associados com a pintura. No entanto, em alguns países, o chumbo continua a ser adicionado a tintas para uso doméstico.[2]

Toxicidade[editar | editar código-fonte]

Mais informações: Saturnismo

Tintas à base de chumbo são perigosas. Elas podem causar danos ao sistema nervoso e renal, atrofia no crescimento e atrasos no desenvolvimento.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Völz, Hans G. et al. (2006). «Pigments, Inorganic». Ullmann's Encyclopedia of Industrial Chemistry. Weinheimdoi=10.1002/14356007.a20_243.pub2: Wiley-VCH .
  2. «Lead-laden paint still widely sold around the world». Reuters. 25 de agosto de 2009 
  3. Agency for Toxic Substances and Disease Registry (agosto de 2007). «ToxFAQs™ for Lead». Center for Disease Control 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.