Tiroteio em Dayton de 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o tiroteio em Texas, veja Tiroteio em El Paso de 2019.
Tiroteio em Dayton de 2019
Mapa feito pela Polícia de Dayton mostrando os eventos do tiroteio.
Local Dayton, Ohio, Estados Unidos
Coordenadas 39° 45′ 26″ N, 84° 11′ 04″ O
Data 4 de agosto de 2019
1h00, horário local
Tipo de ataque Tiroteio em massa
Arma(s) Rifle
Mortes 10 (incluindo o perpetrador)
Feridos 27
Responsável(is) Connor Stephen Betts

O tiroteio em Dayton de 2019 foi um tiroteio em massa ocorrido no Distrito Histórico de Oregon, no centro de Dayton, Ohio, em 4 de agosto de 2019, aproximadamente às 01h00, hora local.[1] Dez pessoas foram mortas, incluindo o atirador, e pelo menos outras 27 ficaram feridas.[2] O atirador foi morto pela polícia após um breve impasse.[3][4][5] O ataque foi o segundo tiroteio em massa nos Estados Unidos em menos de 16 horas, após um tiroteio em massa em El Paso, Texas, no dia anterior.[3]

Fundo[editar | editar código-fonte]

O tiroteio em massa em Dayton ocorreu cerca de 15 horas após outro tiroteio em massa em El Paso, Texas, entretanto, a hipótese de os atentados estarem envolvidos de alguma forma está sendo investigada.[3]

Incidente[editar | editar código-fonte]

A polícia confirmou que o atirador era Connor Betts, de 24 anos, de Bellbrook, Ohio.[3] Pouco depois da 1 hora da manhã, testemunhas informaram que Betts abriu fogo na entrada do Ned Peppers Bar depois de ser impedido de entrar.[6] Menos de um minuto após o tiroteio, policiais chegaram ao local e encontraram o atirador.[7] Depois de um impasse, Betts foi morto a tiros, menos de um minuto depois do início do tiroteio.[3]

De acordo com as autoridades, o atirador usou uma "arma longa" (fuzil ou carabina) de calibre .223 com um carregador de alta capacidade, sendo que tinha carregadores adicionais com ele e estava usando um colete balístico durante o ataque.[8]

Reações[editar | editar código-fonte]

Após as filmagens, o Ned Peppers Bar postou uma mensagem no Instagram dizendo: "Todos os nossos funcionários estão seguros e nossos corações estão com todos os envolvidos enquanto coletamos informações".[9][10] O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, escreveu em seu Twitter: "Deus abençoe o povo de El Paso, Texas. Deus abençoe o povo de Dayton, Ohio".[2]

Referências

  1. Daniel Victor (4 de agosto de 2019). «Shooting Is Reported in Dayton, Ohio» (em inglês). The New York Times. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  2. a b Ivanna Kottasova (4 de agosto de 2019). «Mass shooting in Dayton, Ohio» (em inglês). CNN. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  3. a b c d e «Nine killed in Dayton mass shooting». BBC (em inglês). 4 de agosto de 2019. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  4. «Ohio shooting» (em inglês). CNN. 4 de agosto de 2019. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  5. «Dayton/Ohio active shooter» (em inglês). CNN. 4 de agosto de 2019. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  6. «Dayton Mass Shooting: Multiple Dead at Ned Peppers Bar in Ohio» (em inglês). Heavy. 4 de agosto de 2019. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  7. «Mass shooting in Dayton, Ohio» (em inglês). CNN. 4 de agosto de 2019. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  8. «9 Killed, 26 Injured In Shooting In Dayton, Ohio». WMRA (em inglês). 4 de agosto de 2019. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  9. Calicchio, Dom (4 de agosto de 2019). «At least 10 may be dead in Dayton, Ohio, gunfire: reports» (em inglês). Fox News. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  10. Ned Peppers (4 de agosto de 2019). «All of our staff is safe and our hearts go out to everyone involved as we gather information» (em inglês). Instagram. Consultado em 4 de agosto de 2019