Titan Mare Explorer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Conceção artística da sonda.

O Titan Mare Explorer (TiME) foi uma sonda espacial proposta que deveria explorar Titã, o maior satélite natural de Saturno,[1] com lançamento proposto para 2016.[1][2][3] Foi proposta à NASA pela Proxemy Research como uma missão de exploração pioneira, originalmente fazendo parte do seu Programa Discovery.[4] A TiME seria uma missão de baixo custo aos planetas exteriores que teria medido os compostos orgânicos existentes em Titã e efetuado a primeira exploração náutica de um mar extraterrestre, analisado a sua natureza e, possivelmente, observar a sua costa. A missão custaria US$425 milhões, não incluindo o custo do veículo de lançamento.[2]

Competição[editar | editar código-fonte]

A TiME foi umas das três missões finalistas do Programa Discovery que recebeu US$3 milhões em maio de 2011 para desenvolver um estudo conceptual detalhado. As outras duas eram a InSight e a Comet Hopper. Após uma análise em agosto de 2012, a NASA escolheu a missão InSight.[5]

Referências

  1. a b Stofan, Ellen (2010). «TiME: Titan Mare Explorer» (pdf). California Institute of Technology. Consultado em 17 de agosto de 2011 
  2. a b Taylor, Kate (9 de maio de 2011). «NASA picks project shortlist for next Discovery mission» [S.l.: s.n.] Consultado em 20 de maio de 2011  Parâmetro desconhecido |published= ignorado (ajuda)
  3. Greenfieldboyce, Nell (16 de setembro de 2009). «Exploring A Moon By Boat» National Public Radio [S.l.] Consultado em 8 de novembro de 2009 
  4. Hsu, Jeremy (14 de outubro de 2009). «Nuclear-Powered Robot Ship Could Sail Seas of Titan». Space.com. Imaginova Corp. Consultado em 10 de novembro de 2009 
  5. Vastag, Brian (20 de agosto de 2012). «NASA will send robot drill to Mars in 2016» Washington Post [S.l.] Consultado em 22 de agosto de 2013 
Ícone de esboço Este artigo sobre exploração espacial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.