Titanoboa cerrejonensis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaTitanoboa cerrejonensis
Restauração da cobra em vida.

Restauração da cobra em vida.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Subordem: Serpentes
Família: Boidae
Subfamília: Boinae
Género: Titanoboa
Espécie: T. cerrejonensis
Nome binomial
Titanoboa cerrejonensis
(Head, 2009)

A Titanoboa cerrejonensis foi uma espécie de serpente que viveu há cerca de entre 60 e 58 milhões de anos, no período Paleoceno,[1][2] nas florestas tropicais da América do Sul.[3] Trata-se da única espécie incluída no género Titanoboa. Através da comparação do tamanho e da forma das suas vértebras fossilizadas com aquelas das cobras atuais, os investigadores estimam que medisse cerca de 13 metros de comprimento e tivesse uma massa de 1135 kg[2]. Foram encontrados fósseis de 28 indivíduos desta espécie nas minas de carvão de Cerrejón, Colômbia no início de 2009.[1][2] Antes desta descoberta, eram poucos os fósseis de vertebrados deste período descobertos nos antigos ambientes tropicais da América do Sul.[4] Acredita-se que a temperatura do habitat da Titanoboa cerrejonensis tivesse uma temperatura entre 30 e 34 ºC, estimativa consistente com a hipótese de que havia uma grande concentração de gás carbônico atmosférico nos trópicos do Paleoceno.[2]

Comparação de tamanho entre a T. cerrejonensis, duas espécies serpentes atuais e um ser humano

Esta serpente foi descoberta durante uma expedição científica internacional liderada por Jonathan Bloch, um paleontólogo especialista em vertebrados da Universidade da Flórida, e por Carlos Jaramillo, um paleobotânico do Smithsonian Tropical Research Institute do Panamá.[5]

Referências

  1. a b Kwok, Roberta (4 de fevereiro de 2002). «Scientists find world's biggest snake». Nature. Consultado em 4 de fevereiro de 2002 
  2. a b c d J. Head, Jason; et al. (5 de Fevereiro de 2009). «Giant boid snake from the Palaeocene neotropics reveals hotter past equatorial temperatures». Nature. Consultado em 30 de Abril de 2018 
  3. Clima tórrido, serpente gigante
  4. Maugh II, Thomas H. (4 de fevereiro de 2009). «Fossil of 43-foot super snake Titanoboa found in Colombia». Los Angeles Times. Consultado em 4 de fevereiro de 2002 
  5. «At 2,500 Pounds And 43 Feet, Prehistoric Snake Is Largest On Record». Science Daily. 4 de fevereiro de 2002. Consultado em 4 de fevereiro de 2002 
Ícone de esboço Este artigo sobre Répteis, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.