To the Shores of Tripoli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


To the Shores of Tripoli
Defensores da Bandeira[1] (BRA)
 Estados Unidos
1942 •  technicolor •  86 min 
Direção H. Bruce Humberstone
Produção Darryl F. Zanuck
Milton Sperling
Roteiro Lamar Trotti
Steve Fisher (história)
Elenco John Payne
Maureen O'Hara
Randolph Scott
Gênero drama de guerra
Música Alfred Newman
Direção de fotografia Edward Cronjager
Harry Jackson
William V. Skall
Direção de arte Richard Day
George Dudley
Figurino Gwen Wakeling
Edição Allen McNeil
Companhia(s) produtora(s) 20th Century Fox
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 24 de março de 1942
Portugal 15 de fevereiro de 1943
Idioma inglês
Receita US$ 2 300 000 (EUA)

To the Shores of Tripoli (br Defensores da Bandeira) é um filme norte-americano de 1942, do gênero drama de guerra, dirigido por H. Bruce Humberstone[1] e estrelado por John Payne, Maureen O'Hara e Randolph Scott.

Notas sobre a produção[editar | editar código-fonte]

To the Shores of Tripoli foi um dos primeiros filmes a tratar da entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial.[2] Feito com total cooperação do Corpo de Fuzileiros Navais, o filme é uma homenagem a eles.

A maior parte das filmagens aconteceu na base em San Diego e com a Frota do Pacífico em pleno mar.[3] Todavia, o departamento de publicidade da 20th Century Fox divulgou que tomadas foram feitas no Havaí, no dia do ataque japonês a Pearl Harbor. Esse material, porém, não entrou na edição final.[2]

O filme, o primeiro em cores da estrela Maureen O'Hara, recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Fotografia.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Chris Winters, jovem rico e insolente, alista-se como fuzileiro naval e logo entra em conflito com o durão e veterano Sargento Dixie Smith. Humildade e respeito por seus pares, isso ele só vem a conhecer após ser exposto a sacrifícios e perigos diversos. De quebra, aprende também o real significado de Semper Fidelis (Sempre Leal), o slogan de sua tropa, e, no fim, zarpa com os colegas para combater além-mar. Ele ainda encontra tempo para apaixonar-se pela enfermeira Tenente Mary Carter, o que parte o coração de Helene Hunt, a namoradinha que deixou em sua cidade natal.[2][3]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Fotografia
(em cores)
Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
John Payne Chris Winters
Maureen O'Hara Tenente Mary Carter
Randolph Scott Sargento Dixie Smith
Nancy Kelly Helene Hunt
William Tracy Johnny Dent
Maxie Rosenbloom Okay Jones
Henry Morgan Mouthy
Edmund MacDonald Butch Burke
Russell Hicks Major Wilson
Minor Watson Capitão Christopher Winters
Alan Hale Jr. Tom Hall

Literatura[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. a b Defensores da Bandeira no CinePlayers (Brasil)
  2. a b c Erickson, Hal. «To the Shores of Tripoli» (em inglês). AllMovie. Consultado em 10 de maio de 2017 
  3. a b Thomas, Tony; Solomon, Aubrey (1985). The Films of 20th Century-Fox (em inglês). Secaucus: The Citadel Press. ISBN 0806509589 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.