Tokonoma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A tokonoma com um kakejiku e um arranjo floral (ikebana)

Tokonoma (床の間 toko-no-ma[1]?), ou simplesmente toko (床),[2][3] é um espaço embutido em uma sala de recepção de estilo japonês, em que são exibidos itens para apreciação artística. Em português, um tokonoma poderia ser chamado de alcova.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira aparição de um tokonoma ocorreu no final do Período Muromachi (Séculos XIV a XVI). No estilo de arquitetura shoin típico desse período, era chamado de oshiita (押板) e basicamente era uma parede sobre a qual os pergaminhos eram pendurados e um estrado suspenso a sua frente sobre os qual eram dispostos incenso, vasos para flores e castiçais.[4]

Caracterísiticas[editar | editar código-fonte]

Vista detalhadas de um tokonoma e aspectos de um aposento japonês
Vista lateral de um tokonoma

Os itens usualmente exibidos em um tokonoma são pergaminhos caligráficos ou pictográficos e arranjos de flores. Bonsai e okimono são também exibidos lá em albumas ocasiões, embora, tradicionalmente, bonsai sejam considerados sujos para um local de tamanho respeito. O tokonoma e seu conteúdo são elementos essenciais da decoração interior japonesa. A palavra toko significa literalmente piso ou cama e ma significa espaço ou aposento.

Ao dispor os hóspedes em uma sala de estilo japonês, a etiqueta correta é assentar o convidado mais importante, com as costas voltadas para o tokonoma. Isso é por causa da modéstia; o anfitrião não deve ostentar o conteúdo do tokonoma ao convidado e, portanto, é recomendável não colocar o convidado voltado para o tokonoma.

Adentrar ao tokonoma é extritamente proibido, exceto para alterar a exibição, quando uma etiqueta rigorosa deve ser seguida.

O pilar em um dos lados do tokonoma é usualmente feito de madeira, especialmente preparada para esse fim. Ele pode variar desde um tronco cru, ainda com a casca, até uma viga perfeitamente quadrada e lisa. A escolha do toko-bashira determina o nível de formalidade para o tokonoma.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Kenkyusha's New Japanese-English Dictionary, Kenkyusha Limited, ISBN 4-7674-2015-6
  2. Kōjien Japanese dictionary, entrada para tokonoma.
  3. Genshoku Chadō Daijiten Japanese encyclopedia of Chanoyu. Iguchi Kaisen, et. al., supv. eds. (Kyoto: Tankosha, 1986 10th ed.) entrada para Toko.
  4. Genshoku Chadō Daijiten Japanese encyclopedia of Chanoyu, entrada para Toko

Leitura complementar[editar | editar código-fonte]

  • "Theorizing about the Origins of the Tokonoma," em Chanoyu Quarterly no. 86 (1997).