Tomé II de Constantinopla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tomé II de Constantinopla foi o patriarca de Constantinopla de 667 a 669 d.C.[1]. Ele era de fé ortodoxa durante a controvérsia monotelita[2].

Pouco se sabe sobre sua vida. Ele esteve a serviço do patriarcado, servindo como escriba e como diretor do Scala Gerokoeion e do Neapolis Ptochotropheion, sendo consagrado bispo em 665 d.C.. Ele foi eleito seis meses e meio após seu antecessor, Pedro de Constantinopla[1].

O período de seu episcopado é incerto, pois as fontes discordam sobre o assunto. De acordo com Nicéforo Calisto, ele teria durado dois anos e sete meses. Já Teófanes, o Confessor, fala de três anos enquanto que na lista de Leoglavious constam quatro anos e sete meses[1].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Tomé II de Constantinopla
(667 - 669)
Precedido por: Cruz ortodoxa.png
Lista dos patriarcas ecumênicos de Constantinopla
Sucedido por:
Pedro 65.º João V


Referências

  1. a b c «Thomas II» (em inglês). Ecumenical Patriarchate of Constantinople. Consultado em 17 de julho de 2011 
  2. «John V» (em inglês). Ecumenical Patriarchate of Constantinople. Consultado em 17 de julho de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.