Tom Clancy's Ghost Recon Wildlands

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tom Clancy's Ghost Recon Wildlands
Desenvolvedora(s) Ubisoft Paris[1]
Distribuidora(s) Ubisoft[2]
Diretor(es) Eric Couzian
Produtor(es) Nouredine Abboud
Designer(s) Dominic Butler
Escritor(es) Sam Strachman
Motor AnvilNext 2.0
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 4
Xbox One[3]
Série Tom Clancy's Ghost Recon
Gênero(s) Tiro táctico
Modos de jogo Um jogador, multijogador

Tom Clancy's Ghost Recon Wildlands é um jogo de tiro táctico em terceira pessoa em mundo aberto, produzido pela Ubisoft Paris para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One. Lançado em 7 de março de 2017, Wildlands é o décimo título da série Tom Clancy's Ghost Recon e o primeiro que tem um ambiente em mundo aberto.

O jogo abandona o cenário futurista de Advanced Warfighter para se colocar num similar ao original Tom Clancy's Ghost Recon de 2001.

Gameplay[editar | editar código-fonte]

Tom Clancy's Ghost Recon Wildlands é um jogo de tiro tático que está definido na Bolívia. Os jogadores jogam como um membro dos Ghosts, uma equipe de elite no exército dos Estados Unidos. O jogo não será futurista ao contrário de seus antecessores, como Advanced Warfighter ou Future Soldier. Em vez disso, o jogo se passa no dia moderno, semelhante ao Tom Clancy's Ghost Recon. Como resultado, o armamento destaque no jogo será típico e mais realista e será semelhante ao das armas mais usadas por militares na atualidade. No entanto, drones ainda serão apresentados e podem ser usados para marcar e destacar inimigos e objetivos ou como armas para atacar inimigos. O jogo vai ser o primeiro em mundo aberto, Haverá nove tipos diferentes de terreno, como montanhas e deserto, com um sistema de ciclo dia-noite e de meteorologia dinâmica. A realização de missões durante o dia permite que os jogadores detectem inimigos facilmente, ao completar missões na noite jogadores terão uma vantagem tática, tendo em vista que a noite oferecerá aos jogadores uma melhor cobertura. Os jogadores também têm a tarefa de fazer observações antes da realização de missões. Uma variedade de veículos, tais como bicicletas e buggies também haverá no jogo. Wildlands contará com missões secundárias, ao contrário de seus antecessores.

Quando completar missões, os jogadores poderão chegar ao local onde a missão começa através de uma variedade de maneiras. Os jogadores poderão utilizar paraquedas de um helicóptero ou carro em direção a seus objetivos. Os jogadores estarão autorizados a utilizar várias formas diferentes para completar os objetivos, tais como a utilização de discrição, combate corpo a corpo, ou usando os aparelhos de longo alcance ou curto alcance previstos no jogo. Entre as missões, os jogadores são livres para explorar o mundo do jogo, e o jogo contará com postos avançados que podem ser tomados pelos jogadores. Os jogadores também podem agarrar inimigos a curta distância com uma mão para a defesa, enquanto com a outra mão para atirar.

Quando não completar missões, os jogadores podem interagir e construir relações amigáveis ou hostis com outros personagens não jogáveis, tais como os cidadãos, funcionários e os rebeldes do mundo. Essas interações exigem estratégia, tais interações trarão consequências e impacto mundial do jogo, e mudarão a forma como os jogadores podem alcançar seus objetivos. Os jogadores também podem ganhar pontos de experiência para subir de nível. O personagem jogável pode ser personalizado. O loot encontrado nos cadáveres dos inimigos poderão ser equipados. Armas e equipamentos poderão ser atualizados também. De acordo com o diretor criativo do jogo, a inteligência artificial do jogo "improvisará" e terá suas "próprias motivações e agendas".

O jogo também contará com quatro jogadores cooperativos multiplayer, em que os jogadores podem ser unidos por três outros jogadores para explorar o mundo do jogo e para completar a missão da campanha. O jogo também pode ser jogado com apenas um jogador, em que o ele será acompanhado por três boots, que o jogador poderá dar ordens.

Cenário[editar | editar código-fonte]

O jogo será ambientado na Bolívia, que no jogo é o maior fornecedor de drogas do mundo. A droga produzida na Bolívia é controlada por um cartel chamado Santa Blanca, essa organização é muito poderosa e tem causado a desestabilização da região. O aumento do poder destes cartéis da droga se torna uma ameaça ao mundo e ao Governo dos Estados Unidos. Como resultado, o Exército dos Estados Unidos envia uma unidade de operações especiais de elite chamada "Ghosts" para destruir e revelar a conexão entre o cartel de drogas e o governo local.

Referências

  1. Kamali, Luke (15 de junho de 2015). «Ubisoft revela Tom Clancy's: Ghost Recon: Wildlands». IGN. Consultado em 15 de junho de 2015 
  2. «Tom Clancy's Ghost Recon goes Open World with Wildlands». Ubisoft. 15 de junho de 2015. Consultado em 15 de junho de 2015 
  3. «Tom Clancy's Ghost Recon goes Open World with Wildlands». Ubisoft. 15 de junho de 2015. Consultado em 15 de junho de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]