Tom Danielson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tom Danielson
20140907-TomDanielson.jpg
Informação pessoal
Nome nativo Thomas Danielson
Nascimento 13 de março de 1978 (42 anos)
East Lyme, Connecticut
(Estados Unidos)
Estatura 1,79 metros
Cidadania  Estados Unidos
Ocupação Ciclista desportivo (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Informação equipa
Equipa atual Retirado
Desporto Ciclismo
Disciplina Estrada
Tipo de corredor Escalador e Contrarrelógista
Equipas profissionais
2002
2003
2004
2005-2007
2008
2015
Mercury
Saturn Cycling Team
Fassa Bortolo
Discovery Channel
Garmin
Cannondale-Garmin
Estatísticas
Tom Danielson no ProCyclingStats


Thomas Danielson (13 de março de 1978, East Lyme, Connecticut, Estados Unidos[1]), conhecido como Tom Danielson, é um exciclista profissional.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou a correr em estrada em 2002 com a equipa do seu país, a Mercury Cycling Team, no que conseguiu a vitória, tanto na geral como em duas etapas, da Volta ao Lago Qinghai. Cosegui também a vitória do Mount Washington Hillclimb, resultado que repetiria ao ano seguinte.

Em 2003 conseguiu bons resultados: ganhou a geral do Tour de Langkawi, conseguiu uma vitória de etapa e da geral da Pomona Valley Stage Race e uma etapa do Nature Valley Grand Prix. Nesse mesmo ano, deixou asua equipa e alinha por uma equipa já importante, a Fassa Bortolo.

Após correr pela Fassa Bortolo, conseguiu unicamente o triunfo de Mount Evans Hill Climb, estabelecendo o recorde dessa prova. Finalmente deixou a Fassa para entrar ao Discovery Channel, equipa do seu país natal.

Em 2005 conseguiu a sua vitória mais importante até esse momento: a quinta etapa do Tour de Georgia, que lhe serviu também para conseguir o triunfo final.[2] Realizou um bom papel na Volta a Espanha onde ficou oitavo na geral.

Em 2006 conseguiu a vitória na geral da Volta a Áustria e a última etapa do Tour de Georgia, ao igual que no ano anterior, mas nesta ocasião só lhe valeu para ser segundo na geral. Nesse mesmo ano conseguiu o seu triunfo mais importante com a vitória na decima sétima etapa da Volta a Espanha, superando o registo do ano anterior ficando sexto na geral final.

Nos anos seguintes conseguiu triunfos, mas de menos importância como o Mount Evans Hill Climb em 2007.

Em 2009 conseguiu o triunfo de etapa da Volta a Burgos pondo-se com o maillot de lider à falta de uma etapa mas não conseguiu o triunfo final, ficando em terceiro posto.,[3][4]

Foi um dos 11 ex parceiros de Lance Armstrong no US Postal que testemunharam ante a USADA (Agência Anti-Dopagem Estadounidense) no caso contra o texano. Danielson admitiu ter-se dopado para melhorar o rendimento, pelo qual foi suspenso 6 meses a partir do 1 de setembro de 2012 e foi desclassificado de todos os resultados obtidos desde o 1 de março de 2005 até 23 de setembro de 2006, incluindo uma etapa da Volta a Espanha (na que finalizou sexto) e uma vitória geral do Tour de Georgia e da Volta a Áustria.[5][6]

A 9 de julho de 2015 deu positivo por testosterona sintética num controle fora de competição. Tom negou que tivesse tomado nenhuma substância ficando à espera da amostra B.[7] Finalmente a USADA lhe suspendeu por quatro anos ainda que podia ter sido suspenso por oito anos e inclusive a perpetuidade por ter sido reincidente.[8]

Palmarés[editar | editar código-fonte]

2002

2003

2009

2012

2013

2014

Resultados em Grandes Voltas e Campeonatos do Mundo[editar | editar código-fonte]

Durante a sua carreira desportiva tem conseguido os seguintes postos nas Grandes Voltas e nos Campeonatos do Mundo em estrada:

Carreira 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015
Giro d'Italia - - - Ab. Ab. - - 79º - - - 49º - Ab.
Tour de France - - - - - - - - - Ab. - - -
Volta a Espanha - - - Ab. - Ab. - - - - -
Mundial em Estrada MaillotMundial.PNG - - - - - - - Ab. - - - - - -
Mundial em Contrarrelógio MaillotMundial.PNG - - - - - - - 23º - - - - - -

-: não participa
Ab.: abandona

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. eurosport.com (14 de agosto de 2009). «Ficha de Tom no Eurosport». Consultado em 12 de agosto de 2009 
  2. emol.com (25 de abril de 2005). «Tom ganha o Tour de Georgia». Consultado em 25 de abril de 2009 
  3. elfinanciero.com (10 de junho de 2009). «Tom ganha a 4ª etapa». Consultado em 10 de junho de 2009 
  4. sitiodeciclismo.net (14 de agosto de 2009). «Tom fica 3º na geral». Consultado em 12 de agosto de 2009 
  5. A USADA suspende seis meses a Danielson, Leipheimer, Vande Velde e Zabriskie biciciclismo.com
  6. Documento oficial sobre a sanção a Danielson United States Anti-Doping Agency
  7. Tom Danielson, positivo: “Não o posso entender”
  8. Quatro anos de sanção para Danielson

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tom Danielson