Tom Ford

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tom Ford
Tom Ford em 2009.
Nome completo Thomas Carlyle Ford
Nascimento 27 de agosto de 1961 (55 anos)
Austin, Texas
 Estados Unidos
Nacionalidade Estadunidense
Educação Parsons School of Design
Ocupação Estilista
Diretor de cinema
Roteirista
Produtor cinematográfico
Atividade 1990 — Atualmente
Cônjuge Richard Buckley (desde 2014)

Thomas Carlyle "Tom" Ford (nascido em 27 de agosto de 1961 em Austin, Texas) é um estilista, diretor, roteirista e produtor de cinema estado-unidense. Ford é bem-conhecido na indústria da moda por sua revitalização da Gucci, que hoje é uma das marcas mais influentes do mundo. Relaciona-se, há mais de duas décadas, o jornalista Richard Buckley, ex-editor da revista Vogue, com quem é casado atualmente.[1] Em 2005, Ford lançou sua própria marca "Tom Ford".[2] Ele dirigiu dois elogiados filmes,[3] A Single Man (2009) e Nocturnal Animals (2016),[4] o quais foram indicados ao Oscar.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Carreira na moda[editar | editar código-fonte]

Tom Ford

Ford começou sua carreira profissional como ator de comerciais, mas acabou desistindo dela quando uma das exigências para um novo trabalho era raspar a cabeça. Passou a estudar, na Parsons School of Design, de Nova York, descobrindo, assim, a moda. Nessa mesma época, ele conheceu Richard Buckley, editor da revista Vogue Hommes, com quem vive desde então.

Em 1990, Ford foi chamado a Milão por Dawn Mello, uma especialista em moda contratada pela grife Gucci, nos anos 80, para fazer frente a uma concorrência cada vez mais acirrada que a marca enfrentava, perdendo aos poucos o posto de referência mundial para artigos de couro. Sob o comando de Dawn Mello, a Gucci foi resgatando seus antigos sucessos.[5]

Durante cinco anos, Ford apenas trabalhou nos bastidores da empresa, adaptando-se ao seu estilo. Em 1995, ganhou o prêmio do Council of Fashion Designers of America, ao mesmo tempo em que aparecia para o mundo da moda como o grande revitalizador da Gucci, quando o herdeiro da casa, Maurizio Gucci, foi assassinado e a família se afastou dos negócios, que ficaram nas mãos de um grupo árabe.

Em poucos anos, Ford transformou-se de estilista iniciante em empresário de sucesso. Associado ao italiano Domenico De Sole, Ford fez da decadente Gucci um negócio bilionário. Os dois enfrentaram, e venceram, o francês Bernard Arnault, dono do grupo LVMH, e juntos compraram, em 1999, a Maison Yves Saint Laurent. Com a definitiva saída de cena de Yves Saint Laurent, em 2002, Ford tornou-se o comandante chefe absoluto da legendária marca.

Ford e De Sole comandam também a grife Balenciaga, cuja direção criativa é de outro jovem e já consagrado estilista, Nicolas Ghesquière, patrocinam a filha do beatle Paul McCartney, Stella McCartney, e a marca própria de Alexander McQueen.

Carreira no cinema[editar | editar código-fonte]

No ano de 2009, Ford dirigiu A Single Man, um longa-metragem premiado e aclamado pela crítica e publico, baseado no livro homônimo de Christopher Isherwood, com Colin Firth no papel principal.[6]

A Single Man estreou em 11 de setembro de 2009 no 66º Festival Internacional de Cinema de Veneza, onde concorreu ao Leão de Ouro. Colin Firth foi premiado com a Copa Volpi de Melhor Ator por sua atuação. Ele ganhou um Prêmio BAFTA de Melhor Ator, e pelo papel ainda foi indicado ao Oscar, Globo de Ouro, Independent Spirit Award e Screen Actors Guild Award.

Em seu segundo longa-metragem ele não só dirigiu como escreveu e co-produziu o filme neo-noir de terror psicológico Nocturnal Animals. Estreando em novembro de 2016 nos Estados Unidos, este foi mais uma vez bem visto pela crítica no mundo todo, demonstrando mais uma vez um dos enormes talentos do estilista para a sétima arte. Baseado no romance escrito por Austin Wright em 1993, Tony e Susan, o filme tem em seu elenco atores de renome como Amy Adams, Jake Gyllenhaal, Aaron Taylor-Johnson e Michael Shannon.[4][6]

O filme recebeu elogios dos críticos, além de ganhar o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cinema de Veneza. O filme tem uma classificação de aprovação de 72% no Rotten Tomatoes, com base em 143 críticas, com uma classificação média de 7.1 / 10 e a leitura crítica do consenso do site: "Bem-atuado e adorável, Nocturnal Animals ainda destaca a habilidade visual e narrativa do diretor e roteirista, Tom Ford".

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Ford é casado com Richard Buckley, jornalista e ex-editor-chefe da Vogue Hommes International. Eles estão juntos desde que se conheceram em 1986. O casal tem um filho, Alexander John "Jack" Buckley Ford, nascido em setembro de 2012. A família morava na Itália, para onde a Ford mudou-se depois de Nova York em 1990. Ford vive em suas residências em Los Angeles, Santa Fe e Londres.[7] Ford e Buckley possuem cachorros da ração Fox terrier de pelo liso, que já apareceram nas passarelas e em seu filme A Single Man.

Ford é um democrata. Ele discordou da Invasão do Iraque em 2003 pelos Estados Unidos, declarando que sentia "vergonha de ser um americano". Seu comentário atraiu críticas públicas na América. Ford já organizou uma campanha de arrecadação de fundos para apoiar o então candidato a presidência dos Estados Unidos, Barack Obama.[8] Tom Ford defendeu o reconhecimento federal do casamento entre pessoas do mesmo sexo nos Estados Unidos. Em uma entrevista de 2009, ele disse que preferiu o termo "parceria civil" para as parcerias do sexo oposto e do mesmo sexo e deixar o "casamento" como uma decisão religiosa.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Redação (9 de abril de 2014). «Tom Ford se casa em segredo com Richard Buckley, seu parceiro há 27 anos». IG. Consultado em 16 de junho de 2017 
  2. E! News (2016). «Tom Ford fala sobre como foi a sua saída da Gucci». E!. Consultado em 16 de junho de 2017 
  3. Claudio, Ivan (26 de fevereiro de 2010). «Tom Ford agora cineasta». Istoé. Consultado em 16 de junho de 2017 
  4. a b Almeida, Carlos Heli de (18 de dezembro de 2016). «Tom Ford volta ao papel de diretor com 'Animais noturnos'». O Globo. Consultado em 16 de junho de 2017 
  5. Editorial (2014). «Tom Ford, estilista da Gucci». Bom Retiro Digital. Consultado em 16 de junho de 2017 
  6. a b Merten, Luiz Carlos (27 de dezembro de 2016). «Em 'Animais Noturnos', Tom Ford subverte o mundo da riqueza». Estadão. Consultado em 16 de junho de 2017 
  7. «About Tom Ford». Tom Ford (em inglês). 2017. Consultado em 17 de junho de 2017 
  8. Advocate (9 de novembro de 2009). «Tom Ford Tells All». Advocate 50th. Consultado em 16 de junho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.