Tom Heinsohn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tom Heinsohn
Tommy 2008 Celtics.jpg
Heinsohn na comemoração do título de 2008 do Boston Celtics
Informações pessoais
Nome completo Thomas William Heinsohn
Data de nasc. 26 de agosto de 1934 (84 anos)
Local de nasc. Jersey City, New Jersey, Estados Unidos
Informações profissionais
Período como jogador 1956–1965 (9 anos)
Número da camisa 15
Altura 6 ft 7 in (2.01 m)
Peso 218 lb (99 kg)
Período como treinador 1969–1978 (9 anos)
Clubes de juventude
1953–1956 Estados Unidos Holy Cross
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (pontos)
1956–1965 Estados Unidos Boston Celtics 00654 0(12.194)
Times que treinou
Anos Clubes Jogos (V - D)
1969–1978 Estados Unidos Boston Celtics


Thomas William Heinsohn (nascido em 26 de agosto de 1934) é um jex-jogador e técnico de basquete profissional. Ele foi associado ao Boston Celtics da National Basketball Association (NBA) por seis décadas como jogador, treinador e comentarista. Ele jogou nos Celtics de 1956 a 1965 e depois treinou a equipe de 1969 a 1978.

Tom Heinsohn foi introduzido no Basketball Hall of Fame por suas contribuições como jogador e posteriormente por seu sucesso como treinador principal. Ele também ajudou a formar a Associação de Jogadores da NBA.

Heinsohn é a única pessoa a estar envolvido com a equipe em cada um dos 17 titulos do Celtics, bem como em cada uma das 21 aparições nas Finais da NBA.

Ele é atualmente o comentarista nas transmissões dos Celtics na NBC Sports Boston.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Universitário[editar | editar código-fonte]

Nascido em Jersey City, Nova Jersey, Heinsohn foi destaque na St. Michael's High School, em Union City. Ele aceitou uma bolsa de estudos na Holy Cross e se tornou o cestinha de todos os tempos da universidade com 1.789 pontos, uma média de 22,1 pontos por jogo.[1] Durante seu último ano, Heinsohn marcou um recorde escolar de 51 pontos em um jogo contra o Boston College.

Profissional[editar | editar código-fonte]

Heinsohn durante um jogo contra o Philadelphia Warriors em 1962

Em 1956, Heinsohn foi a escolha de Boston no Draft da NBA de 1956.[2] Em sua primeira temporada, Heinsohn foi eleito para o All-Star Game, foi nomeado o Novato do Ano (Vencendo Bill Russell) e ganhou seu primeiro título da NBA.

Ele fez parte de um time dos Celtics que ganhou oito títulos da NBA em nove anos, incluindo sete títulos consecutivos entre 1959 e 1965.[3][4] Na história da NBA, apenas os companheiros de equipe Russell e Sam Jones ganharam mais anéis de campeão durante suas carreiras.[5]

Durante sua carreira de jogador, Heinsohn foi nomeado para seis equipes All-Star. No dia em que seu companheiro de equipe e companheiro de Holy Cross, Bob Cousy, se aposentou, Heinsohn marcou seu ponto de número 10.000 na carreira. Seu número 15 foi aposentado pelo Celtics em 1965.

Fora da quadra, Heinsohn desempenhou um importante papel de liderança na Associação de Jogadores da NBA. Ele foi o segundo presidente da associação (seguindo o presidente-fundador Bob Cousy), e foi fundamental na aceitação da Free Agency após o jogo All-Star Game de 1964, no qual os jogadores, liderados por Heinsohn, ameaçaram começar uma greve.

Treinador[editar | editar código-fonte]

Heinsohn tornou-se o treinador do Celtics na temporada de 1969-1970. Ele liderou a equipe para um recorde de 68-14 na liga durante a temporada 1972-73 e foi nomeado Treinador do Ano, embora Boston não tivesse se classificado para os playoffs. Na próxima temporada, Heinsohn e os Celtics venceram o campeonato e conquistaram outro título em 1976. Ele acumulou um recorde de 427 vitórias e 263 derrotas.[6]

Em 14 de fevereiro de 2015, foi anunciado que Heinsohn vai ser introduzido no Basketball Hall of Fame pela segunda vez, dessa vez como treinador.[7] Ele é apenas uma das quatro pessoas a serem indicadas como jogador e como treinador.

Pós-Carreira[editar | editar código-fonte]

A carreira na midia de Heinsohn começou em 1966, sendo o comentarista das transmissões dos Celtics na WKBG.[8] Ele passou três temporadas neste papel antes de se tornar treinador em 1969. De 1990 a 1999, Heinsohn foi o comentarista das transmissões dos Celtics fora de casa na WFXT, WSBK e WABU.

Em 1981, Heinsohn se juntou a Mike Gorman como comentarista do canal dos Celtics; Desde então, eles se tornaram uma das mais antigas duplas da história da transmissão esportiva. Ocasionalmente, Bob Cousy faz aparições. Por um tempo na década de 1980, Heinsohn comentou os playoff da NBA na CBS (com Dick Stockton), partipando de quatro Finais de 1984 a 1987, três dos quais envolveram o Boston Celtics contra o Los Angeles Lakers.

Nas transmissões dos Celtics, Heinsohn gosta de destacar os jogadores que ajudam o time, dando-lhes "Tommy Points". Durante as transmissões, ele é conhecido por seu senso de humor e por questionar os árbitros do jogo.

Longe das quadras, Heinsohn gosta de pintar e jogar golfe; Ele já dirigiu uma companhia de seguros de vida.

Recentemente, Heinsohn trabalhou menos jogos devido a problemas de idade e saúde. Brian Scalabrine substitui Heinsohn durante suas raras ausências em jogos em casa e agora assumiu o lugar de Heinsohn em todos os jogos fora de casa. Ele começou a assumir esse papel durante a temporada de 2012–13.

Títulos e Homenagens[editar | editar código-fonte]

A camisa número 15 foi aposentada pelo Boston Celtics em 1966.


  • 10x Campeão da NBA (8 como treinador e 2 como Treinador)
  • Novato do Ano de 1957
  • 6x All-Star da NBA
  • Treinador do Ano de 1973
  • 2x Eleito para o Basketball Hall of Fame (como jogador em 1986 e como treinador em 2015)[9]
  • Número 15 aposentado pelo Boston Celtics.
  • Número 24 aposentado pelo Holy Cross

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira
Campeão da NBA

Temporada regular[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ AP LL RT AS PPJ
1956–57 Boston 72 29.9 .397 .790 9.8 1.6 16.2
1957–58 Boston 69 32.0 .382 .746 10.2 1.8 17.8
1958–59 Boston 66 31.7 .390 .798 9.7 2.5 18.8
1959–60 Boston 75 32.3 .423 .733 10.6 2.3 21.7
1960–61 Boston 74 30.5 .400 .767 9.9 1.9 21.3
1961–62 Boston 79 30.2 .429 .819 9.5 2.1 22.1
1962–63 Boston 76 26.4 .423 .835 7.5 1.3 18.9
1963–64 Boston 76 26.8 .398 .827 6.1 2.4 16.5
1964–65 Boston 67 25.5 .383 .795 6.0 2.3 13.6
Carreira 654 29.4 .405 .790 8.8 2.0 18.6

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ AP LL RT AS PPJ
1957† Boston 10 37.0 .390 .710 11.7 2.0 22.9
1958 Boston 11 31.7 .351 .778 10.8 1.6 17.5
1959† Boston 11 31.6 .414 .661 8.9 2.9 19.9
1960† Boston 13 32.5 .419 .750 9.7 2.1 21.8
1961† Boston 10 29.1 .408 .767 9.9 2.0 19.7
1962† Boston 14 31.8 .399 .763 8.2 2.4 20.7
1963† Boston 13 31.8 .456 .765 8.9 1.2 24.7
1964† Boston 10 30.8 .389 .810 8.0 2.6 17.4
1965† Boston 12 23.0 .365 .625 7.0 1.9 12.7
Carreira 104 31.0 .402 .743 9.2 2.1 19.8

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Playoffs
Time Ano Jogos Vitórias Derrota % Classificação Jogos Vitórias Derrota % Resultado final
Boston 1969–70 82 34 48 .415 6th no Leste Não foi para os Playoffs
Boston 1970–71 82 44 38 .537 3rd no Leste Não foi para os Playoffs
Boston 1971–72 82 56 26 .683 4th no Leste 11 5 6 .455 Perdeu nas Finais de Conf.
Boston 1972–73 82 68 14 .829 1st no Atlântico 13 7 6 .538 Perdeu nas Finais de Conf.
Boston 1973–74 82 56 26 .683 1st no Atlântico 18 12 6 .667 Campeão da NBA
Boston 1974–75 82 60 22 .732 1st no Atlântico 11 6 5 .545 Perdeu nas Finais de Conf.
Boston 1975–76 82 54 28 .659 1st no Atlântico 18 12 6 .667 Campeão da NBA
Boston 1976–77 82 44 38 .537 2nd no Atlântico 9 5 4 .556 Perdeu nas Semi-finais de Conf.
Boston 1977–78 34 11 23 .324 3rd no Atlântico (Demitido)
Carreira 690 427 263 .619 80 47 33 .588

Fonte:[10]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Thomas W. Heinsohn Bio». GoHolyCross.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  2. «1956 NBA Draft». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  3. «The Celtics Dynasty of the 1960's – HistoryLocker». historylocker.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  4. «NBA.com: The Foundation of a Dynasty». www.nba.com. Consultado em 27 de abril de 2019 
  5. «NBA Championships: Players With Most Championship Rings». www.landofbasketball.com. Consultado em 27 de abril de 2019 
  6. «Tom Heinsohn Coaching Record - CelticStats.com». www.celticstats.com. Consultado em 27 de abril de 2019 
  7. «Tommy pointed to Hall again as coach». ESPN.com (em inglês). 14 de fevereiro de 2015. Consultado em 27 de abril de 2019 
  8. Gay, Jason (7 de abril de 2016). «Celtics' Tommy Heinsohn Is Forever Green». Wall Street Journal (em inglês). ISSN 0099-9660 
  9. «The Naismith Memorial Basketball Hall of Fame - News - Five Direct-Elect Members Announced for the Class of 2015 by the Naismith Memorial Basketball Hall of Fame». web.archive.org. 14 de fevereiro de 2015. Consultado em 27 de abril de 2019 
  10. «Tom Heinsohn Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Maurice Stokes
NBA Rookie of the Year
1957
Sucedido por
Woody Sauldsberry
Precedido por
Bob Cousy
Presidente do NBA Players Association
1958-1965
Sucedido por
Oscar Robertson
Precedido por
Bill Russell
Treinador do Boston Celtics
1969–1978
Sucedido por
Satch Sanders