Tomas Lindahl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tomas Lindahl
Conhecido(a) por Pesquisas sobre o câncer
Nascimento 28 de janeiro de 1938 (79 anos)
Estocolmo
Nacionalidade Suécia Sueco

Reino Unido Britânico (naturalizado)

Alma mater Instituto Karolinska, Universidade de Princeton, Universidade Rockefeller
Prêmios Medalha Real (2007), Medalha Copley (2010), Medalha do prêmio Nobel Nobel de Química (2015)
Instituições London Research Institute
Campo(s) Pesquisas sobre o câncer

Tomas Robert Lindahl FRS (Estocolmo, 28 de janeiro de 1938) é um médico sueco.

Especialista em pesquisa do câncer. Recebeu a Medalha Real, em 2007, e a Medalha Copley, em 2010.

Foi laureado com o Nobel de Química de 2015, juntamente com Paul Modrich e Aziz Sancar, por estudos mecanicísticos para reparo de DNA.[1]

Referências


Precedido por
David Baulcombe, Richard Timothy Hunt e John Pendry
Medalha Real
2007
com Cyril Hilsum e James Feast
Sucedido por
Robert Hedges, Philip Cohen e Alan Fersht
Precedido por
Martin Evans
Medalha Copley
2010
com David Cox
Sucedido por
Dan McKenzie
Precedido por
Eric Betzig, Stefan Hell e William Moerner
Nobel de Química
2015
com Paul Modrich e Aziz Sancar
Sucedido por
Jean-Pierre Sauvage, Fraser Stoddart e Bernard Feringa


Ícone de esboço Este artigo sobre um médico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.