Antônio Carlos Pires Vieira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Toninho Vieira)
Ir para: navegação, pesquisa

Antônio Carlos Pires Vieira (Ituiutaba 22 de abril de 1959) é um ex-futebolista brasileiro. Foi ídolo do Santos Futebol Clube.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Toninho Vieira foi um dos integrantes da geração conhecida como Meninos da Vila, campeã paulista em 1978. O título foi conquistado sob o comando do treinador Chico Formiga.

Começou a jogar futebol aos 9 anos e disputava campeonatos estudantis e municipais. Os garotos que se destacavam nessas partidas eram convidados por olheiros a fazer testes em equipes grandes de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Bonifácio Machado, o Ditão, era um desses observadores de atletas e foi por meio dele que Toninho chegou ao Santos FC.

O volante tinha 14 anos quando passou pela primeira peneira no Santos FC. Foi reprovado devido à sua compleição franzina, mas não desistiu. No ano seguinte voltou ao clube, se submeteu novamente às avaliações, e desta vez obteve êxito. Na base do Alvinegro Praiano foi campeão santista (categoria de 14 a 16 anos) e campeão paulista (16 a 18 anos). Essas equipes foram o embrião dos Meninos da Vila.

O ex-jogador defendeu as cores do Peixe de 1975 a 1983. Ele lembra como se formou o selecionado campeão em 1978. “O time principal do Santos FC não estava apresentando bons resultados. Já a equipe da base estava indo muito bem. A torcida começou a pedir que a garotada fosse alçada ao profissional. E foi o que aconteceu”.

Para ele, um grande ídolo é Clodoaldo. “Quando me profissionalizei, um dos companheiros que me deu mais apoio foi o Clodoaldo. Eu o respeitava muito, porque era tricampeão mundial pela seleção brasileira, havia jogado com Pelé e ainda cabia a mim a função de substituí-lo. Ele me incentivou bastante nessa época. Somos amigos até hoje”.

Após a saída do Santos FC, integrou o elenco do Pinheiros de Curitiba e entrou para a história do clube quando marcou o primeiro gol do Estádio Érton Coelho de Queiroz, em sua inauguração no dia 7 de setembro de 1983.[1]

Também jogou por cinco anos no Barcelona do Equador, alcançando os títulos nacionais de 1985 e 1987.

Em 1989, encerrou a carreira e voltou ao Brasil. Comprou uma indústria de pesca em Iguape (SP), que manteve até 2007. Nesse período formou-se em Direito e concluiu Pós-Graduação em Direito Desportivo.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Santos Futebol Clube
Seleção Brasileira de Futebol
Barcelona Sporting Club

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]