Tony DiCicco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tony DiCicco
Tony DiCicco
DiCicco em 2010, no jogo que marcou
a despedida de Brandi Chastain.
Informações pessoais
Nome completo Tony DiCicco
Data de nasc. 5 de agosto de 1948 (68 anos)
Local de nasc. Wethersfield,  Estados Unidos
Informações profissionais
Equipa atual Sem clube
Posição Treinador (Ex-goleiro)
Clubes de juventude
1966–1970 Estados Unidos Springfield College
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)

Estados Unidos Connecticut Wildcats
Estados Unidos Rhode Island Oceaneers

Seleção nacional
1973 Flag of the United States.svg Estados Unidos 1 (0)
Times/Equipas que treinou
1991
1993
1994–1999
2009–2011
Estados Unidos Estados Unidos (treinador de goleiros)
Estados Unidos Estados Unidos (treinador de goleiros)
Estados Unidos Estados Unidos (feminino)
Estados Unidos Boston Breakers



Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Atlanta 1996 Equipe

Tony DiCicco (Wethersfield, 5 de agosto de 1948) é um ex-futebolista, treinador e comentarista de futebol norte-americano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Mais conhecido pelo seu trabalho como treinador da seleção de Futebol Feminino dos Estados Unidos entre 1994 e 1999, período em que o time ganhou a medalha de ouro nas olimpíadas de 1996[1], DiCicco foi campeão da Copa do Mundo de Futebol Feminino de 1999. Ele também foi treinador de goleiros da equipe, em 1991 e 1993.

A única equipe que treinou, fora a Seleção Feminina dos EUA, foi o Boston Breakers, entre 2009 e 2011[2].

Referências

  1. FIFA.com. «Plantel dos Estados Unidos no futebol feminino das Olimpíadas de 1996» (em inglês).  
  2. Smartschan. «Boston Breakers: Moving on after Tony DiCicco». metro.us. Consultado em 18 de novembro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.