Torre Piemonte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Torre Piemonte
Belo Horizonte
Altavila.JPG
História
Arquiteto
Humberto Gontijo
Período de construção
1998 - 2005
Abertura
julho de 2005 (15 anos)
Status
Completa
Uso
observação, eventos e restaurante.
Arquitetura
Estilo
Material
Antena
107 m[1]
Altura do último andar
82 m
Altura
101 mVisualizar e editar dados no Wikidata
Pisos
34 (equivalente)
Elevador
2
Administração
Contratante
Asti e Torre Piemonte S/A
Proprietário
Torre Piemonte S/A
Website
Localização
Localização
Endereço
Coordenadas

A Torre Piemonte, também conhecida como Torre Alta Vila, é uma estrutura turística[2] que compõe o centro comercial Alta Vila Class Center,[3] inaugurado em 2005 na divisa dos municípios de Nova Lima e Belo Horizonte,[4][5] em Minas Gerais. Sua altura total é de 101 metros,[6] mas o que ressalta a torre é sua localização no topo de um maciço montanhoso, entre a Serra do Curral e a Serra do Rola-Moça, estando a 432 metros acima do nível do centro de Belo Horizonte[7] e a menos de 10 quilômetros da Praça Sete.[8] A esta altitude, a torre proporciona uma ampla visão em 360° da cidade de Belo Horizonte e cidades vizinhas, além das montanhas de minas.[9]

A torre é toda revestida de aço inoxidável, tendo sido usado um total de 50 toneladas do material no revestimento.[3] A Piemonte também recebeu iluminação noturna com tecnologia LED, que permite a alternância das cores branco, azul, vermelho e âmbar na iluminação. Tais feitos enaltecem a visibilidade da torre, que pode ser vista praticamente de qualquer ponto da Região Metropolitana de Belo Horizonte.[2] Fato notável em sua construção foi a utilização de dois helicópteros para colocar o cone da torre, conforme divulgado no site do empreendimento à época de sua inauguração. Dadas as características de altitude em que a torre foi construída, tomou-se como base a incidência de ventos com velocidade de até 190 km/h, exercendo força de 4 kN/metro sobre a estrutura.[1]


Os espaços[editar | editar código-fonte]

A Torre Piemonte ao lado das sedes comerciais da Fiat Chrysler e da Iveco, no Brasil.

A torre[editar | editar código-fonte]

O topo da torre possui dois pisos: No primeiro piso, fica o espaço para observação panorâmica e também há espaço destinado a eventos;[9] Já o segundo piso da torre é hoje ocupado por um restaurante mineiro de gastronomia contemporânea.[10]

Centro comercial[editar | editar código-fonte]

O prédio, originalmente construído para ser um shopping, possui ao todo quatro andares: Hoje, o primeiro o primeiro andar é ocupado pela administração do complexo, onde há também espaço alocado para feiras, com área de 2.900 m2;[11] O segundo e terceiro andares são todos ocupados pelo escritório da empresa de consultoria Accenture;[12] e no quarto andar é onde fica o "Salão Bela Vista", área de eventos, com capacidade para até 1.200 pessoas.[13] Sob o complexo comercial, há um grande estacionamento com capacidade para 850 vagas distribuídas em cinco andares, com sistema de monitoramento por câmeras.[14]


Da decadência à readaptação[editar | editar código-fonte]

Salto de Bungee Jumping a partir de base fixa.

O centro comercial Alta Vila Class Center, com a imponente torre anexa, foi projetado para oferecer um novo conceito de diversão em Belo Horizonte e região metropolitana.[6][15] No entanto, o complexo, com capacidade para 72 lojas, foi inaugurado em 2005 com apenas metade dos pontos comerciais ocupados, dos quais nem mesmo o cinema resistiu ao primeiro ano de funcionamento.[6][16] Os motivos apontados pelo fracasso do empreendimento como espaço comercial foram: a inauguração precipitada de lojas, o preço do estacionamento, a ausência de lojas-âncora, e até a falta de planejamento de transporte público para atender à região, que de certa forma é isolada do restante da cidade. [6] O local é atendido por duas linhas de ônibus municipais de Belo Horizonte, as linhas 2104 e 4110 da BHTRANS. [17]

Seis meses após a inauguração do complexo, o Hard Rock Café, famoso restaurante americano, abriu sua segunda unidade no Brasil no Alta Vila. Permanecendo no espaço por quase dez anos, o Hard Rock chegou a ser a única unidade desta rede mundial no país.[6] Com o escasso público durante os dias de semana, a casa de shows e também restaurante acabou fechando as portas no Alta Vila em 2014, deixando de atuar no Brasil.[18][19][20]

Neste cenário, a administração do empreendimento vem adaptando o uso de seus espaços, passando a abrigar escritórios corporativos de empresas como a Accenture, que desde 2013 ocupa todo o terceiro andar do centro comercial.[12] Da mesma maneira, o quarto andar do Mall hoje é usado como espaço de eventos, com capacidade para até 1,2 mil pessoas, sendo disputado semanalmente por bufês de festas de casamento, aniversários, desfiles e outras produções.[15]

Vista noturna da cidade de Belo Horizonte, com reflexo das luzes internas nos vitrais da torre.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Projeção da Torre Piemonte (Alta Vila) com potencial acoplagem de antena de telecomunicações.

Referências

  1. a b Grupo Galtier. «AltaVila Center e Torre Piemonte - MG». Consultado em 2 de Maio de 2019 
  2. a b Guia BH .com. «A Torre Altavila é um dos tradicionais pontos de turismo em BH.». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  3. a b Revista Finestra (Editora ARCOweb) (28 de novembro de 2005). «Humberto Gontijo: AltaVila Center Class e torre Piemonte - TORRE METÁLICA NA PAISAGEM MINEIRA». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  4. Oba Oba .com. «Cidade Negra no Hard Rock Café de BH». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  5. Portal Sou BH (16 de maio de 2006). «A Torre – um marco arquitetônico em BH». Consultado em 9 de Março de 2018 
  6. a b c d e Revista Encontro (3 de fevereiro de 2015). «Por que a torre Alta Vila não deu certo?». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  7. Ronaldo Roscoe. «Torre Altavila - um ícone do Vila da Serra». Consultado em 6 de Maio de 2018 
  8. Google Maps. «Trajeto Praça Sete - Torre Piemonte». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  9. a b Alta Vila Class Center. «A Torre». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  10. Portal Sou BH (20 de fevereiro de 2018). «Novidade! Restaurante Topo do Mundo volta a funcionar mais perto da capital». Consultado em 8 de Março de 2018 
  11. Alta Vila Class Center. «Primeiro andar». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  12. a b Accenture. «OFFICES: LOCATIONS AND ADDRESSES». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  13. Alta Vila Class Center. «Estacionamento». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  14. Alta Vila Class Center. «4º Andar - Bela Vista». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  15. a b Jornal Estado de Minas (5 de março de 2012). «Só dois restaurantes e um espaço para eventos sobrevivem na torre do AltaVila». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  16. Jornal O Tempo (16 de maio de 2006). «Alta Vila Center não consegue desabrochar». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  17. Google Places. «Ponto de Ônibus - Alameda Milton Campos - 98». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  18. Jornal Hoje em Dia (28 de maio de 2014). «Hard Rock Cafe fecha as portas no Alta Vila». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  19. Jornal O Tempo (28 de maio de 2014). «Hard Rock Cafe de BH fecha as portas após oito anos de funcionamento». Consultado em 8 de Maio de 2018 
  20. Jornal Estado de Minas (28 de maio de 2014). «Hard Rock Café em Nova Lima fecha as portas após oito anos de funcionamento». Consultado em 8 de Maio de 2018