Torre del Oro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Torre del Oro
Sevilla Torre del oro.JPG
Apresentação
Tipo
Estilo
Arte almohade (d), Arte hispano-muçulmanaVisualizar e editar dados no Wikidata
Período de construção
Estatuto patrimonial
Bien en el Catálogo General del Patrimonio Histórico Andaluz (d)
Bem de Interesse Cultural (, , , , )Visualizar e editar dados no Wikidata
Website
Localização
Endereço
Coordenadas

A Torre del Oro é uma atalaia que remonta ao século XIII, localizada na cidade de Sevilha, Espanha.

Foi erguida com a função de vigilância pelo Califado Almóada, visando evitar possíveis invasões pelo rio Guadalquivir. Uma das formas de proteção era uma gigantesca corrente que se desenrolava sob a água e era erguida para impedir a passagem de barcos indesejados.[1]

Posteriormente serviu como prisão. A sua atual designação deve-se à época do Antigo Sistema Colonial quando abrigava as riquezas chegadas nas frotas que vinham das Índias Orientais e Ocidentais.

Passando a citar do espanhol: "Tras ser conquistada, se utilizó como capilla dedicada a San Isidoro de Sevilla. Después se utilizó como prisión. Es completamente falsa la leyenda que presenta la torre como almacen del oro y la plata venidos de América."


Atualmente as suas dependências abrigam um museu naval.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. A History of the Early Medieval Siege, C.450-1200, pág. 345. Peter Purton. Boydell & Brewer Ltd. ISBN 9781843834489 (2009)
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.