Total Nonstop Action Wrestling

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a empresa de luta profissional extinta em 2017, veja Global Force Wrestling.
Out of date clock icon.svg
Este artigo pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

Anthem Wrestling Exhibitions, LLC[1]
Razão social NWA: Total Nonstop Action (2002–2004)
Total Nonstop Action Wrestling (2004–2017)
Impact Wrestling (2017)
Global Force Wrestling (2017–presente)
Tipo Privada
Indústria Wrestling profissional
Entretenimento desportivo
Fundação 10 de maio de 2002 (15 anos)[2]
Fundador(es) Jeff Jarrett
Jerry Jarrett
Sede Estados Unidos Nashville, Tennessee, Estados Unidos[2][3]
Área(s) servida(s) Mundial
Proprietário(s) Anthem Sports & Entertainment [4]
Aroluxe Marketing [4]
Dixie Carter [4]
Presidente Ed Nordholm
Pessoas-chave

Al Ovadia (Diretor de marketing)[5]

  • John Gaburick (Vice-Presidente Executivo de Produção de Televisão)[5]
Website oficial impactwrestling.com/

Global Force Wrestling[6] (anteriormente conhecido como Total Nonstop Action Wrestling e Impact Wrestling e cujo acrônimo é GFW)[7] é uma promoção de wrestling profissional estadunidense, fundada por Jeff Jarrett e o seu pai Jerry Jarrett, em maio de 2002. A empresa transmite seus eventos na televisão e na internet 52 semanas por ano em seu programa de televisão, o Impact Wrestling na Pop TV.[8] A GFW também gera receita através de eventos ao vivo, licenciamento de produtos e vendas de produtos. Em 2002, a Panda Energy International e seu chefe-executivo, Robert Carter, adquiriu uma participação de controle (71%) na TNA de Jerry Jarrett.[9] Em 2009, Carter e Panda Energy adquiriram o restante da TNA (28%) de seu vice-presidente e co-fundador, Jeff Jarrett, colocando Carter como proprietário e presidente da TNA.[10]

A sede da GFW está localizada em Nashville, Tennessee; A empresa é controlada pela sua acionista majoritária Anthem Sports & Entertainment e opera como Anthem Wrestling Exhibitions.[11] A companhia já teve o nome "NWA Total Nonstop Action", como, no momento de sua formação, era um membro da National Wrestling Alliance (NWA). Foi concedido a TNA direitos exclusivos sobre o NWA World Heavyweight Championship e do NWA World Tag Team Championship. A TNA se desligou da NWA em 2004, mas foi autorizada a continuar usando os cinturões até o fim do contrato em maio de 2007, a partir deste momento a TNA criou seus próprios cinturões.[12]

Em 2004, tornou-se a primeira promoção estadunidense a fazer uso exclusivo de um ringue hexagonal (por oposição ao ringue quadrado, mais convencional). Em 2010, a empresa passou a usar o ringue quadradro e em 2014 voltou a seu antigo padrão. A TNA produz pay-per-views e mais de 100 shows ao vivo por ano. A programação da TNA é transmitida em mais de 120 países de todo o mundo, alcançando uma audiência global.[13] A partir de 8 de março de 2015 começa a ser transmitida no Brasil pelo canal Esporte Interativo.

Em 2 de março de 2017, a empresa foi renomeada para Impact Wrestling.[14]

Em abril de 2017, Karen Jarrett anunciou uma "fusão" entre Impact Wrestling e a Global Force Wrestling (empresa fundada por Jeff Jarrett em 2014). A partir disso, a empresa foi renomeada novamente, passando a se chamar Global Force Wrestling.[15]

História[editar | editar código-fonte]

Formação[editar | editar código-fonte]

O conceito da TNA originou-se após o fechamento da World Championship Wrestling (WCW). Bob Ryder, Jeff Jarrett e Jerry Jarrett foram para uma viagem de pesca e contemplaram o seu futuro negócio. A World Wrestling Federation tornou-se, nesse momento, o único produto de wrestling profissional a passar nas TVs estadunidenses - a WWF tinha comprado a WCW em março de 2001 e a Extreme Championship Wrestling tinha encerrado as atividades em abril de 2001. Ryder considerou que esta situação levou muitas emissoras de televisão a considerar o wrestling como "ruim para os negócios" e sugeriu uma empresa que não precisasse de televisão, mas que produzisse apenas pay-per-views. Dos três, apenas Jeff Jarrett levou a conversa a sério (os outros dois pensaram nisso como "apenas conversa de pesca"). Os Jarretts encontraram a ajuda necessária, e a empresa realizou seu primeiro show em 19 de junho de 2002. Nesta noite, porém, em uma luta preliminar, um lutador chamado Cheex de 450 lb (204 kg), bateu nas cordas com tanta força que uma delas arrebentou. O tempo para repararação foi estimado em 30-60 minutos, tempo que não tinham, porque iriam ao ar em poucos minutos, e não tinham certeza se estaria consertado para o início do evento. Nos bastidores, os produtores embaralharam o cronograma para que os segmentos viessem antes das lutas, para que houvesse mais tempo para o conserto. A equipe do anel fixou a corda com a ajuda de Ron e Don Harris, e todos começaram o show esperando o melhor.[16]

Expansão[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2006, a TNA passou a realizar pay-per-views fora de seu ambiente normal, o TNA Impact! Zone em Orlando. Em abril de 2006, a TNA anunciou uma parceria com o YouTube, onde a TNA fornece ao YouTube conteúdo de vídeos exclusivos em troca de hospedagem, levando à produção de shows transmitidos na internet. Em janeiro de 2007, a TNA juntamente com New Motion, Inc. conduziu à criação da TNA Mobile e votação através dos celulares.[17] TNA lançou programa TNA U, para ajudar a promover a marca e começou a ser exibido podcasts através do YouTube que eles chamam de TNA U TV.[18]

Em 21 de junho, TNA lançou um serviço de assinatura de vídeos online, onde os assinantes poderão assistir pay-per-views anteriores, escolhendo qualquer uma das três opções de pagamento.[19]

Em 23 de outubro de 2008, a TNA fez a transição para HD e, desde então, todos os Impacts! e pay-per-views são transmitidos em Alta Definição.[20] Além disso, a TNA introduzido um novo conjunto em HD, que incluiu nova iluminação e várias telas em seu stage. Este conjunto é utilizado atualmente para todos os Impacts! e pay-per-views, mesmo que tenha sido alterado várias vezes.[21]

Em 7 de novembro de 2011, TNA anunciou que havia chegado a um acordo com a Ohio Valley Wrestling (OVW) para se tornar a formação oficial da TNA e território de desenvolvimento.[22]

Em dezembro de 2011, a TNA estreou sua nova subsidiária sediada na Índia, a promoção Ring Ka King.[23]

Antiga programação[editar | editar código-fonte]

Inicialmente, os shows da TNA funcionariam como pay-per-views semanais e seriam a principal fonte de receita da empresa, no lugar de pay-per-views mensais utilizados por outras promoções. Esses shows começaram em 19 de junho de 2002 e foram realizados principalmente no Asylum em Nashville, Tennessee. Depois de 27 meses e 111 pay-per-views, a TNA sentiu que tinham uma base de fãs para começar a realizar um programa de televisão semanal e pay-per-views com três horas de duração. O último pay-per-view realizado neste formato foi em 8 de setembro de 2004.

O TNA Xplosion foi lançado em 27 de novembro de 2002, como primeiro programa semanal da TNA e contou com lutas exclusivas realizadas no TNA Asylum, bem como entrevistas exclusivas com superstars da TNA. Em 18 de novembro de 2004, se tornou um show que exibe o resumo do Impact! da semana, em função de alterações no cronograma de gravação. No entanto, voltou a ser exibido lutas exclusivas (anunciado como "Xplosion Xclusives") mais uma vez em 7 de outubro de 2005, além do resumo do Impact!. As "Xplosion Xclusives" também foram ao ar no extinto programa de internet da TNA, o TNA Global Impact!. O Airing of Xplosion nos Estados Unidos deixou de ser exibido no final de 2006, embora algumas das lutas exclusivas podem ser vistas no TNA Today.

Em dezembro de 2009, Dixie Carter anunciou em uma entrevista que a TNA Epics, que teve sua primeira temporada exibida exclusivamente no Reino Unido, iria ser exibido nos Estados Unidos a partir de janeiro de 2010. O primeiro episódio da segunda temporada foi exibido em 14 de janeiro de 2010. O programa TNA Epics exibiu lutas e eventos da história da TNA Wrestling, assim como WWE Vintage Collection. O show foi apresentado por Mick Foley até abril de 2010. Em 12 de abril de 2010, a TNA Wrestling exibiu um episódio piloto de seu novo programa, o TNA Reaction, que era um show de estilo de documentário, que apresentava um olhar exclusivo para as estrelas da TNA, falando sobre suas rivalidades. Quando a TNA anunciou que o Impact! voltaria a ser exibido nas noites de quinta-feira, a empresa também anunciou que a Spike TV iria exibir o Reaction, que começaria a ser exibido semanalmente antes de cada episódio do Impact!, a partir 24 de junho.[24] A data de estreia para o Reaction foi posteriormente alterado para 15 de julho, quando iria começar a ser exibido após o Impact!.[25] No entanto, no final de junho o Reaction foi retirado da programação da Spike.[26] Em 3 de agosto de 2010, a TNA anunciou que o Reaction iria estrear em 12 de agosto e iria ser exibido todas as quintas-feira após o Impact!.[27] Em 27 de dezembro de 2010, o Reaction foi oficialmente cancelado pela Spike, e seu último episódio foi ao ar três dias depois.[28][29]

Programação atual[editar | editar código-fonte]

A TNA começou a exibir o TNA Impact! (oficialmente estilizado "TNA iMPACT!") em 4 de junho de 2004 na Fox Sports Net. Depois que o contrato da TNA com a Fox Sports Net não foi renovado, no ano seguinte, a TNA foi forçada a transmitir o Impact! a partir de seu site oficial, enquanto buscava um novo canal televisão para transmiti-lo. Após a TNA assinar um contrato com a Spike TV, o Impact! teve seu primeiro espisódio transmito em 1 de outubro de 2005.[30] O Impact! começou a ser exibido com duas horas de duração em 4 de outubro de 2007.[31] Em 15 de fevereiro de 2010, a TNA fez um novo contrato com a Spike TV, e o Impact! começou a ser exibido nas noites de segunda-feira, diferentemente do primeiro contrato, onde o Impact! era transmitido nas noites de quinta-feira. O primeiro episódio "foi ao ar" em 8 de março de 2010.[32]

Em 3 de maio de 2010, a TNA anunciou que o TNA Impact! voltaria a ser exibido nas noites de quinta-feira, que foi rebatizadas como "TNA Thursdays".[33] Em junho de 2010, o TNA Xplosion foi renovado, e começaria a ser exibido internacionalmente, tornando-o mais um show semanal, em vez de um programa que exibia os melhores momentos do Impact!.[34][35] No Reino Unido, o Impact! foi transmitido no canal Bravo, que deixou de fazer parte da programação da British Sky Broadcasting em 1 de janeiro de 2011. Um novo acordo foi realizado mais tarde, em 25 de janeiro de 2011 com a Sky para exibir o Impact! na Challenge TV.[36] Em 3 de maio de 2011, o TNA Impact! foi re-nomeado para Impact Wrestling.[7][37][38] Em 31 de maio de 2012, o Impact Wrestling começou a ser exibido ao vivo nas noites de quinta-feira.[39] A partir de 12 de julho, a TNA criou um bloco de uma hora de duração que teve o nome de Rewind que ia ao ar antes do Impact Wrestling.[40] No entanto, o programa foi cancelado depois de apenas um episódio, que teve uma audiência de 0,2 ponto.[41] Em 11 de julho de 2012, a DirecTV bloqueou todos os canais da Viacom, assim afetando a audiência do Impact.[42] Em 20 de julho, a DirecTV anunciou que chegou a um acordo com a Viacom e tinha adicionado de volta todos os 17 canais removidos, que incluia a SpikeTV.[43]

Ação judicial[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2012, TNA entrou com um processo judicial contra o ex-WWE e empregado da TNA Brian Wittenstein, alegando que ele revelou "segredos comerciais confidenciais" a WWE e ajudou a WWE ganhar uma vantagem "injusta" na negociação de contratos com talentos da TNA. Segundo o processo, a TNA foi informada da violação de Wittenstein três semanas mais tarde por um oficial da WWE, após o qual a promoção demitiu Wittenstein. De acordo com a TNA, Ric Flair tentou rescindir o seu contrato TNA dois dias após a demissão de Wittenstein. As alegações apresentadas pela TNA na ação incluem "a interferência com os contratos existentes, violação do dever de lealdade, de conversão, quebra de contrato, conspiração civil, concorrência desleal e violação do Tennessee Uniform Trade Secrets Act".[44][45] Uma audiência liminar foi marcada para 12 de julho.[46]

2013-2014[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2013, a TNA firmou um parceria com a promoção japonesa Wrestle-1, com um encontro entre o fundador da TNA, Jeff Jarrett, e o chefe da Wrestle-1 Keiji Mutoh.[47] Jarrett foi convidado para lutar pela W-1 em outubro de 2013.[48] Em Novembro, AJ Styles defendeu com sucesso o Campeonato mundial dos pesos-pesados da TNA em um evento da Wrestle-1 no Japão.[49]

De 2013 a 2014, muitos nomes bem conhecidos e veteranos da empresa deixaram a TNA. O contrato de Hulk Hogan com a TNA expirou em outubro de 2013[50], ele retornou à WWE no início de 2014.[51] Em dezembro de 2013, A.J. Styles deixou a TNA após seu contrato com a empresa expirar.[52] Também em dezembro de 2013, o fundador da TNA, Jeff Jarrett, "desligou-se" da empresa.[53] A TNA aceitou seu desligamento da empresa, mas esclareceu que Jarrett ainda era um "investidor" na TNA. Apesar de seu status de investidor, no ano seguinte, Jarrett revelou planos para iniciar uma nova promoção de luta profissional, a Global Force Wrestling.[54] As saídas não pararam em 2014, com os veteranos Sting [55], Chris Sabin[56], Hernandez[57], Christopher Daniels e Kazarian todos deixando a empresa naquele ano [58], e os contratos dos Hall of Famers Bully Ray e Devon expiraram em outubro de 2014, com TNA movendo-os para a seção de alumni de seu plantel em janeiro de 2015.[59]

No final de julho, o site TMZ informou que a Spike TV não estaria renovando a transmissão do Impact Wrestling após outubro.[60] Em resposta, a TNA refutou o relatório, afirmando que as negociações ainda estavam em andamento.[61] Em 14 de agosto, a TNA moveu o Impact Wrestling para às noites de quarta-feira.[62] Em 20 de agosto, a TNA assinou uma extensão de contrato com a Spike TV até o final de 2014.[63]

O pay-per-view Bound for Glory (2014) foi realizado em parceria com a Wrestle-1 em Toquio, Japão em 12 de outubro; a luta principal do evento contou com os lutadores da TNA James Storm e The Great Sanada enfrentando os lutadores da Wrestle-1 The Great Muta e Tajiri.[64] Após o Bound for Glory, a TNA efetivamente entrou em hiato devido ao termino do contrato do Impact Wrestling com a Spike TV e sua subsequente mudança para o Destination America.[65]

2015-2016[editar | editar código-fonte]

Conforme revelado em novembro de 2014, a TNA encerrou suas relações com a Spike e, após isso, associou-se a Discovery Communications para distribuir sua programação a partir de janeiro de 2015. Nos Estados Unidos, os programas da TNA, incluindo o "Impact Wrestling", passaram a ser exibidos pelo Destination America.[66] O Impact Wrestling fez sua estreia no Destination America na quarta-feira, 7 de janeiro, às 9:00 da noite.[67] A TNA também estreou dois novos shows: O Impact Wrestling: Unlocked, apresentado por Mike Tenay, e o TNA Wrestling's Greatest Matches, uma série que apresenta as melhores lutas na história da empresa.[68] Em 27 de abril de 2015, Billy Corgan juntou-se à TNA como produtor sênior de desenvolvimento criativo e de talentos.[69] O contrato com a Discovery Communications não foi renovado, e assim, os programas da TNA deixaram a grade do Destination America posteriormente.

2016-presente[editar | editar código-fonte]

Em 19 de novembro, a TNA assinou um acordo com a PopTV para exibir o Impact Wrestling, que fez sua estreia numa Terça-feira, 5 de janeiro de 2016 em um especial ao vivo realizado no Sands Hotel and Casino em Bethlehem, Pensilvânia. Com a mudança para a PopTV, o Impact Wrestling introduziu um novo conjunto de gráficos e música tema. Neste show, ocorreram as semifinais e finais do TNA World Title Series, vencido por Ethan Carter III. Em março, Eric Young e Bobby Roode deixaram a TNA, após longos 12 anos de companhia.[70]

Em 12 de agosto de 2016, Billy Corgan tornou-se o novo presidente da promoção, enquanto Dixie Carter tornou-se chairwoman e Diretora de Estratégia. Em 13 de outubro de 2016, Billy Corgan processou a TNA Wrestling devido a uma dívida não paga que Corgan afirma TNA Wrestling tem incumprimento. O estado do Tennessee também colocou uma advertência sobre a TNA Wrestling por impostos não pagos.[71] A Fight Network ,desde então, ofereceu ajudar a TNA Wrestling e reembolsar Corgan para os empréstimos. Eles também ofereceram assistência financeira adicional à TNA Wrestling para ajudar a mantê-los de depósito de falência. Em 31 de outubro de 2016, Billy Corgan perdeu sua injunção que manteve a TNA de vender a empresa, mas a TNA foi obrigada a pagar Billy Corgan em 1 de novembro de 2016. Em 3 de novembro de 2016, a empresa revelou que a Anthem Sports & Entertainment forneceu uma facilidade de crédito para financiar operações para a TNA, e que Billy Corgan deixou de ser o presidente da companhia.[72] No entanto, o próprio Corgan declarou recentemente que nem a TNA, nem a Anthem Sports & Entertainment, reembolsaram a dívida de US$ 2,7 milhões que lhe é devida pela TNA e, como tal, ele está considerando processar, bem como converter a dívida em 36%. Como resultado de um acordo entre Corgan e TNA, a Anthem Sports & Entertainment adquiriu os empréstimos que a Corgan fez à Dixie.

Em janeiro de 2017, a CBS Corporation, proprietária do canal PopTV, ingressou no novo serviço de transmissão ao vivo da Hulu para transmitir a programação da TNA.

A Anthem Sports and Entertainment adquiriu uma participação maioritária de 85% da TNA, e assim, tornou-se a principal moderadora da companhia; Dixie Carter reteve uma participação minoritária de 5% na empresa, mas renunciou como presidente depois de quatorze anos com a empresa, e juntou-se ao conselho consultivo da Fight Media Group. O vice-presidente executivo da Anthem, Ed Nordholm, tornou-se presidente da nova empresa-mãe da TNA.[73] Em 5 de janeiro de 2017, Jeff Jarrett foi trazido de volta pela Anthem para servir como consultor.[74]

Em 20 de abril, o Impact Wrestling anunciou uma fusão com a Global Force Wrestling, que foi totalmente concluída no mês de junho.[75] Posteriormente, a empresa foi renomeada para Global Force Wrestling (GFW).[76]

Eventos ao vivo e turnês[editar | editar código-fonte]

Além de seus shows semanais na Universal Studios, a TNA começou a realizar eventos ao vivo em 17 de março de 2006.[77] Em agosto de 2007, o coordenador de eventos ao vivo Craig Jenkins, afirmou que a TNA pretendia realizar oito pay-per-views e 96 eventos ao vivo fora de Orlando, Flórida em 2008.[78] Em 2008, a TNA realizou sua primeira turnê no Reino Unido, e em 2009 realizou eventos na Alemanha. Em 2 de julho de 2010, o MCU Park recebeu um evento ao vivo da TNA, que quebrou recorde de público da TNA e é atualmente o mais frequentado evento ao vivo realizado pela TNA, com uma multidão de 5.550 fãs da TNA.[79]

Características[editar | editar código-fonte]

De 2004–2010, a TNA usou um ringue hexagonal.

Forma do ringue e localizações[editar | editar código-fonte]

A TNA originalmente usava um rinque com quatro lados. Em 2004, em uma tentativa para tornar-se diferente de outras promoções de wrestling profissional dos Estados Unidos, a TNA começou a usar um ringue hexagonal. Em 2010, a TNA voltou a usar um ringue com quatro lados. Durante o Destination X de 2011, foi utilizado um ringue de seis lados.[80] Em 17 de junho de 2014, a TNA anunciou uma enquete para os fãs decidirem qual ringue a TNA usaria.[81] A votação acabou em 25 de junho e em 10 de julho, Dixie Carter anunciou o retorno do ringue hexagonal.[82]

X Division[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: X Division
High-Flyers, ataques aéreos são peças centrais da X Division.

Desde sua origem, a TNA tem apresentado high-flyers, o estilo de alto risco com constantes golpes aéreos, chamados de X Division. Em vez de enfatizar o fato de que a maioria dos lutadores que realizam este estilo estão abaixo de 220 lb (100 kg), chamando-a de divisão cruiserweight, a TNA decidiu enfatizar a natureza de alto risco dos movimentos que estes lutadores executam, eliminando todas as restrições em seus lutadores, permitindo-lhes realizar quase todos os golpes da lucha libre. Originalmente, não havia limite de peso na X Division, embora, na prática, a maioria dos lutadores nesta divisão foram cruiserweights, com Samoa Joe (130 kg), Kurt Angle (100 kg) e Abyss (160 kg), sendo exceções notáveis. Para enfatizar ainda mais este ponto, o slogan "Não é sobre os limites de peso, é sobre nenhum limite" foi usado para descrever a divisão. Apesar de ter sido enfatizado ao longo de 2007, a X Division é geralmente considerada como uma das principais atrações da TNA e foi replicada em várias outras promoções. Em agosto de 2011, a divisão começou a ter 225 lb (102 kg) como limite de peso.

Sistema de classificação[editar | editar código-fonte]

Em 26 de abril de 2010, Eric Bischoff apareceu no Impact! para revelar o sistema de classificação do TNA Heavyweight Championship. De acordo com Bischoff, o sistema combina diversos fatores para determinar o #1 Contender pelo TNA Heavyweight Championship. Esses fatores incluem o desempenho e conquistas ao longo da carreira de um lutador, os números (vitória/derrota) do lutador na TNA, e o voto online pelos fãs, que acontece no site da promoção. Também foi anunciado que um comitê tinha sido criado para tornar a decisão final com base nesses fatores. O comitê era constituído por Dixie Carter, Hulk Hogan e Bischoff.[83]

Os 10 lutadores escolhidos para aparecer na primeira votação foram Kurt Angle, Jeff Hardy, Mr. Anderson, D'Angelo Dinero, Sting, Jeff Jarrett, Abyss, Rob Terry, Desmond Wolfe e A.J. Styles. A primeira rodada da votação terminou em 3 de maio e foi ganha por Desmond Wolfe, que recebeu a chance pelo título naquela noite durante o Impact! contra Rob Van Dam.[84] A segunda rodada começou na mesma noite. Novos nomes foram incluídos na nova pesquisa, eram Matt Morgan, Brother Ray, Brother Devon, Rhino e Hernandez.[85] O primeiro ranking de 10 Top foi revelado em 20 de maio, com Sting alegando-se o número um.[86] No segundo Top 10, Abyss, Jeff Hardy e Anderson ocupavam os três primeiros lugares.[87] Um mês depois, Abyss afirmou ser o #1 Contender.[88] O sistema de classificação foi abandonado pouco tempo depois.

Hall da Fama da TNA[editar | editar código-fonte]

O Hall da Fama da TNA (originalmente conhecido como TNA Hall of Fame) é o salão da fama para lutadores profissionais da TNA. Foi oficialmente criado no episódio de 31 de maio de 2012 do Impact Wrestling. Os homenageados são escolhidos de acordo com sua história dentro da TNA.[89][90] No dia 10 de junho de 2012 no Slammiversary, foi anunciado seu primeiro integrante, Sting. Ele foi introduzido um dia antes do Bound for Glory de 2012, maior evento da companhia.[91]

Introduções[editar | editar código-fonte]

Classe de 2012[editar | editar código-fonte]

Nome de ringue
(Nome real)
Introduzido por Notas
Sting
(Steve Borden)
Lex Luger Quatro vezes campeão Mundial dos Pesos-Pesados da TNA, uma vez campeão Mundial de Duplas da TNA e duas vezes campeão Mundial dos Pesos-Pesados da NWA.

Classe de 2013[editar | editar código-fonte]

Nome de ringue
Introduzido por Notas
Kurt Angle Dixie Carter Uma vez campeão Peso-Pesado da IWGP, seis vezes campeão Mundial dos Pesos-Pesados da TNA, duas vezes campeão Mundial de duplas da TNA, uma vez campeão da X Division e duas vezes vencedor da luta King of the Mountain (2007, 2009).

Classe de 2014[editar | editar código-fonte]

Nome de ringue
Introduzido por Notas
Team 3D Tommy Dreamer Uma vez campeões mundial de duplas da NWA, duas vezes campeões de duplas da IWGP e duas vezes campeões Mundial de duplas da TNA.

Classe de 2015[editar | editar código-fonte]

Nome de ringue
Introduzido por Notas
Jeff Jarrett Dixie Carter e Mike Tenay Co-fundador da TNA, uma vez campeão Mundial Peso-Pesado da AAA, seis vezes campeão Mundial dos Pesos-Pesados da NWA, uma vez campeão King of the Mountain da TNA e três vezes vencedor da luta King of the Mountain (2004, 2006 e 2015).
Earl Hebner Billy Corgan Primeiro árbitro a ser induzido em um grande Hall da Fama. Principal árbitro da TNA desde 2006.

Classe de 2016[editar | editar código-fonte]

Nome de ringue
Introduzido por Notas
Gail Kim Dixie Carter Inaugural e seis vezes Campeã das knockouts, campeã de duplas das Knockouts da TNA por uma vez e vencedora do torneio Queen of the Knockouts (2013).

Datas e locais das cerimônias[editar | editar código-fonte]

Data Cidade Local Evento
13 de outubro de 2012 Phoenix, Arizona[92] Pointe Hilton Tapatio Cliffs Resort[93] Bound for Glory (2012)
19 de outubro de 2013 San Diego, Califórnia[94] San Diego Marriott Mission Valley[95] Bound for Glory (2013)
11 de outubro de 2014 Tóquio, Japão[94] Korakuen Hall Bound for Glory (2014)[96]
27 de junho de 2015 Orlando, Florida Universal Studios Impact Wrestling[97]
3 de outubro de 2015 Salem (Virginia) Salem Civic Center TNA Bound For Glory Live Tour[98]
2 de outubro de 2016 Orlando, Florida Universal Studios Bound for Glory (2016)[99]

Diretoria[editar | editar código-fonte]

Jeff Jarrett, fundador da TNA.

Equipe de criação[editar | editar código-fonte]

Desde de 2011, Bruce Prichard opera como o roteirista-chefe da TNA, com a colaboração de Dave Lagana e Matt Conway.[100] Prichard foi demitido em 2013.

Figuras autoritárias[editar | editar código-fonte]

Quando a TNA estreou, foi cobrado a figura de autoridade no ar como um representante nomeado pela National Wrestling Alliance. A TNA fez isso apenas para fins de história, no entanto, e os reais "representantes" já trabalhavam na TNA. De 19 de fevereiro de 2003, a TNA não tinha a figura de autoridade ativa até 23 de julho de 2003, quando Erik Watts fez seu retorno a TNA como Diretor de Autoridade.[101] Watts começou a rivalizar com Don Callis (Consultor de Gestão da TNA), a rivalidade terminou com Watts sendo forçado a sair da TNA. Em 18 de fevereiro de 2004, a TNA nomeou Vince Russo o novo Diretor de Autoridade, cargo que ocupou até 7 de novembro de 2004, quando derrotou Dusty Rhodes e o substituiu.

A Comissão do Cinturão da NWA, criada em 2004, composta por um grupo de veteranos de wrestling, que atuaram como árbitros, determinavam um vencedor, em um prazo pré-estabelecido. O comitê era constituído por Harley Race, Larry Zbyszko e Terry Funk, com Funk mais tarde substituído por Roddy Piper, sem nunca ter aparecido durante qualquer transmissão da TNA. Depois de Race e Piper saíram da TNA, o Comitê essencialmente deixou de existir, embora Zbyszko continuou a ser referido como um membro da comissão, ao mesmo tempo agindo como figura de autoridade, marcando lutas e dando chances de lutarem pelo título. Em março de 2012, Hulk Hogan se tornou a figura de autoridade.[102]

Contratos da TNA[editar | editar código-fonte]

Lutadores da TNA são proibidos por contrato de trabalhar para outras empresas com espectáculos de wrestling na televisão, mas estão livres para realizar eventos ao vivo para outras promoções de wrestling independentes, nacionais ou internacionais, bem como os eventos televisionados por promoções que a TNA está ligada ou tem uma relação de trabalho, como Ring Ka King, New Japan Pro Wrestling, Pro Wrestling Noah e Asistencia Asesoría y Administración.[103] Muitos lutadores da TNA realizam lutas para várias promoções no circuito independente, além de shows semanais da TNA. As principais estrelas da TNA tem contratos garantidos, mas a maioria dos lutadores da TNA são pagos em por aparição.[103] Como qualquer outra empresa de wrestling, os lutadores da TNA são classificados como contratantes independentes e não têm direito a formar sindicatos de trabalhadores ou cobrar planos de saúde da TNA.[103][104]

Jogos[editar | editar código-fonte]

A TNA também se expandiu para outras áreas, com o desenvolvimento de um jogo com a Midway Games, intitulado TNA Impact!, lançado em 2008.[105] Em maio de 2011, a Namco Bandai lançou um jogo baseado na TNA para celular, iPhone e iPad.[106]

Atuais campeões[editar | editar código-fonte]


Campeonato Atual(ais) campeão(ões) Reinado Data da vitória Mantém o
título há
(em dias)
Local Notas
Campeonato Global da GFW Eli Drake 1 17 de agosto de 2017 61 Orlando, Flórida Venceu o título vago após eliminar por último Eddie Edwards em uma luta 20-man Gauntlet for the Gold durante as gravações do GFW Impact!.
Campeonato da X Division da GFW Trevor Lee 3 19 de agosto de 2017 59 Orlando, Flórida Derrotou Sonjay Dutt nas gravações do GFW Impact!.
Campeonato Impact Grand Ethan Carter III 1 5 de julho de 2017 104 Orlando, Flórida Derrotou Moose por decisão dos árbitros no Impact Wrestling. Exibido em 3 de agosto de 2017.
Campeonato Mundial de Duplas da GFW Ohio Versus Everything
(Dave e Jake Crist)
1 20 de agosto de 2017 58 Orlando, Flórida Derrotaram The Latin American Xchange durante as gravações do GFW Impact!.
Campeonato das Knockouts da GFW Sienna 2 2 de julho de 2017 107 Orlando, Flórida Derrotou Rosemary o para unificar Impact Wrestling Knockouts Championship e o GFW Women's Championship no Slammiversary XV.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Sapp, Sean Ross (4 de Janeiro de 2017). «Dixie Carter Resigns As TNA Chairman, Anthem Forms New Company For TNA». Fightful. Consultado em 4 de Janeiro de 2017 
  2. a b «TNA Entertainment LLC Business Review in Nashville, TN». bbb.org. 2011 [last update]. Consultado em 30 de outubro de 2011  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  3. Contact Info and ShopTNA Orders. Impactwrestling.com (2011-01-01). Retrieved on 2012-05-15.
  4. a b c Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome tnacontrolchange
  5. a b c «Company Overview of TNA Entertainment LLC». Bloomberg Business. bloomberg.com. Consultado em 15 de Março de 2016 
  6. «TNA wrestling rebrands as GFW, eyes global expansion» (em inglês). 30 de junho de 2017 
  7. a b Martin, Adam (16 de maio de 2011). «Release: "Impact Wrestling" rebrands on Spike». WrestleView. Consultado em 16 de maio de 2010 
  8. Caldwell, James (5 de agosto de 2010). «TNA News: Impact Wrestling TV ratings for Thursday's show – viewership, cable TV rank Thursday night». Pro Wrestling Torch. Consultado em 8 de julho de 2011 
  9. Varsallone, Jim (27 de agosto de 2009). «Not just whistling Dixie: Carter's impact on TNA iMPACT». Miami Herald. Consultado em 6 de novembro de 2009 [ligação inativa] 
  10. Cygy, Marcus. «Bob Carter Purchases Jeff Jarrett's TNA Ownership Share». Cygy.com. Consultado em 6 de outubro de 2011 
  11. Clark, Ryan (29 de novembro de 2016). «​More On The Ongoing Billy Corgan vs. TNA Wrestling Lawsuit». EWn. Consultado em 4 de julho de 2017  zero width space character character in |título= at position 1 (ajuda)
  12. «NWA/Trobich strips TNA/Cage/Team 3-D of NWA branded Championships». National Wrestling Alliance. 13 de maio de 2007. Consultado em 14 de maio de 2007 
  13. «Direct Auto partners with TNA – 7/18». Direct Auto Insurance. 18 de julho de 2011. Consultado em 13 de agosto de 2011 
  14. «It's official...the TNA name is dead, former WWE star makes his Impact Wrestling debut». wrestlingnews.co (em inglês). Consultado em 28 de março de 2017 
  15. «IMPACT Wrestling Acquires Global Force Wrestling». Impact Wrestling (em inglês). Consultado em 24 de julho de 2017 
  16. The History of TNA: Year 1 (DVD). TNA Home Video. 2006 
  17. «TNA Wrestling Announces Mobile Content Deal – Details». Total Nonstop Action Wrestling. 12 de janeiro de 2007. Consultado em 12 de janeiro de 2007 
  18. «Info on TNA U». TNA Wrestling.com. 30 de novembro de 2007. Consultado em 13 de março de 2008. Cópia arquivada em 18 de outubro de 2007 
  19. Umstead, R. Thomas (22 de junho de 2009). «TNA Jumps Into the Broadband Ring». Consultado em 21 de junho de 2009 
  20. Vassallo, Colin (28 de outubro de 2008). «New iMPACT! HDTV set to debut this Thursday». wrestling-online.com. Consultado em 30 de outubro de 2011 
  21. «TNA News: TNA To Debut A New Set?, HD Update, & More News». tnawrestlingnews.com. 1 de outubro de 2008. Consultado em 30 de outubro de 2011 
  22. Caldwell, James (7 de novembro de 2011). «TNA News: TNA announces official training program with WWE's former developmental territory». Pro Wrestling Torch. Consultado em 7 de novembro de 2011 
  23. Caldwell, James (20 de dezembro de 2011). «TNA News: Updates on TNA India project – first champion crowned, near-riot, former WWE wrestlers involved». Pro Wrestling Torch. Consultado em 30 de dezembro de 2011 
  24. Caldwell, James (3 de maio de 2010). «TNA News: TNA rebranding Impact on Thursday nights; "Reaction" start date announced in press release on Thursday move» 🔗. Pro Wrestling Torch. Consultado em 4 de maio de 2010 
  25. Gerweck, Steve (16 de junho de 2010). «Spike TV Moves TNA‏ Reaction». WrestleView. Consultado em 17 de junho de 2010 
  26. Martin, Adam (24 de junho de 2010). «Spike TV pulls Reaction, original plans for Thursday». WrestleView. Consultado em 12 de julho de 2010 
  27. Martin, Adam (3 de agosto de 2010). «Press release: TNA Reaction returns August 12». WrestleView. Consultado em 3 de agosto de 2010 
  28. Martin, Adam (27 de dezembro de 2010). «TNA Reaction officially canceled by Spike TV». WrestleView. Consultado em 31 de dezembro de 2010 
  29. Meltzer, Dave (27 de dezembro de 2010). «Mon. update: Wrestling show done; Lots of trouble with trans getting from MSG to Raw, UFC vs. WWE». Wrestling Observer Newsletter. Consultado em 31 de dezembro de 2010 
  30. Cantor, Brian (21 de julho de 2005). «Breaking News: Spike TV confirms deal with TNA in press release». Lords of Pain. Consultado em 10 de março de 2007. Cópia arquivada em 30 de agosto de 2007 
  31. «TNA Wrestling Goes Two Hours On SpikeTV Starting October 4». Total Nonstop Action Wrestling. 9 de setembro de 2007. Consultado em 16 de setembro de 2007 
  32. «TNA Wrestling Moves To Monday Nights Starting March 8th 2010». Total Nonstop Action Wrestling. 16 de fevereiro de 2010. Consultado em 26 de fevereiro de 2010 [ligação inativa] 
  33. [1] [ligação inativa]
  34. Caldwell, James (14 de junho de 2010). «TNA News: TNA revamping Xplosion show with new format and lead announcer». Pro Wrestling Torch. Consultado em 12 de julho de 2010 
  35. «TNA Relaunches "Xplosion" Program». TNAwrestling.com. Consultado em 12 de julho de 2010 
  36. Allely, Phil (25 de janeiro de 2011). «TNA set for Freeview». The Sun. London 
  37. Caldwell, James (3 de maio de 2011). «TNA News: Impact spoilers from Tuesday's Impact taping – big re-branding, debut, two returns, Sacrifice matches». Pro Wrestling Torch. Consultado em 6 de maio de 2011 
  38. Caldwell, James (6 de maio de 2011). «TNA News: Jeff Jarrett addresses TNA re-branding – name of the show or name of the company changing?». Pro Wrestling Torch. Consultado em 6 de maio de 2011 
  39. Caldwell, James (17 de maio de 2012). «TNA News: Breaking - Impact Wrestling going live this summer as part of new timeslot». Pro Wrestling Torch. Consultado em 11 de junho de 2012 
  40. Meltzer, Dave (9 de julho de 2012). «TNA announces move to three hours». Wrestling Observer Newsletter. Consultado em 10 de julho de 2012 
  41. Martin, Adam (18 de julho de 2012). «TNA Rewind gets the boot from Spike after one week». WrestleView. Consultado em 19 de julho de 2012 
  42. Caldwell, James (11 de julho de 2012). «DirecTV pulls Spike from line-up». Pro Wrestling Torch. Consultado em 11 de julho de 2012 
  43. Caldwell, James (20 de julho de 2012). «DirecTV & Viacom end dispute; channels restored day after Impact». Pro Wrestling Torch. Consultado em 20 de julho de 2012 
  44. Caldwell, James (25 de maio de 2012). «TNA/WWE News: Details on TNA suing WWE & former TNA employee, Flair central figure in allegations, what's next in court». Pro Wrestling Torch. Consultado em 4 de junho de 2012 
  45. Greenberg, Pierce (24 de maio de 2012). «TNA wrestling files injunction against WWE over contract, trade secrets violations». The City Paper. Consultado em 4 de junho de 2012 
  46. Caldwell, James (4 de junho de 2012). «Result from TNA vs. WWE hearing today». Pro Wrestling Torch. Consultado em 4 de junho de 2012 
  47. Namako, Jason. «The Great Muta meets with Jeff Jarrett at TNA offices». Wrestleview. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  48. «Japan News: Jeff Jarrett announced for Muta's next show». PW Torch. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  49. «AJ Styles Japan update». PW Insider. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  50. Caldwell, James. «Hogan news: Big AP Report on Hogan's future – TNA or WWE?, Hogan says he could wrestle again, talks TNA status, more». PW Torch. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  51. «Hulk Hogan returns to WWE». SLAM! Wrestling. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  52. Namako, Jason. «AJ Styles issued statement on departure from TNA». wrestleview.com. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  53. Johnson, Mike. «Shocking name gone from TNA». PW Insider. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  54. Kapur, Bob. «Jarrett's new promotion has a name: Global Force Wrestling». Canoe.ca. SLAM! Wrestling. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  55. Caldwell, James. «WWE video: Sting talks in-depth on joining WWE». PW Torch. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  56. Johnson, Mike. «TNA signing, TNA departure and more». PW Insider. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  57. Caldwell, James. «TNA NEWS: Another departure, updated TNA roster break down». PW Torch. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  58. Murphy, Jan. «ROH, indies keeps Christopher Daniels young». Canoe.ca. SLAM! Wrestling. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  59. Namako, Jason. «TNA moves a number of talents to Alumni section today». Wrestleview. Consultado em 10 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 3 de janeiro de 2015 
  60. Waldman, Jon. «Mat Matters: Does Spike cutting TNA mean the end of the line». SLAM! Wrestling. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  61. Martin, Adam. «Dixie Carter says that negotiations with Spike TV are ongoing». Wrestleview. Consultado em 10 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 6 de outubro de 2014 
  62. Caldwell, James. «TNA News: Breaking – Impact moving to new night of the week». PWTorch.com. Consultado em 10 de setembro de 2014 
  63. Caldwell, James. «TNA News: Big TNA TV update – Carter announces 2014 contract extension, issues statement on future». PW Torch. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  64. «TNA Bound For Glory PPV results – 10/12/14 (from Tokyo, Japan)». Wrestleview. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  65. «TNA Wrestling announces final shows on Spike TV, tapings for Destination America». Sporting News 
  66. «Discovery's Destination America Adds TNA Impact Wrestling To Lineup». Deadline.com. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  67. «DESTINATION AMERICA PINS DOWN DEBUT DATE FOR IMPACT WRESTLING». Impact Wrestling. Cópia arquivada em 30 de dezembro de 2014 
  68. «TNA Wrestling's Greatest Matches Joins Destino America Lineup!». Impact Wrestling. Cópia arquivada em 31 de dezembro de 2014 
  69. «Billy Corgan Wants to Flip Professional Wrestling on Its Ear». Variety. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  70. Meltzer, Dave (20 de março de 2016). «Eric Young and Bobby Roode leave TNA Impact Wrestling». f4wonline.com. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  71. DiMoro, Anthony. «Billy Corgan Files Lawsuit Against TNA And Dixie Carter, Tennessee Going After TNA For Unpaid Taxes». Forbes. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  72. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome impactwrestling.com
  73. «dixie-carter-resigns-tna-chairman-anthem-forms-new-company-tna». Consultado em 10 de setembro de 2017 
  74. «jeff-jarrett-tna-return-executive». Consultado em 10 de setembro de 2017 
  75. «IMPACT Wrestling Acquires Global Force Wrestling». Impact Wrestling. 28 de julho de 2017. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  76. TNA wrestling rebrands
  77. «TNA Announces First Ever House Show». Pro-Wrestling News Direct. 17 de janeiro de 2006. Consultado em 20 de março de 2007 [ligação inativa] 
  78. Marvez, Alex (3 de agosto de 2007). «Benoit case could slam promoter growth plans». South Florida Sun-Sentinel. Consultado em 4 de agosto de 2007. Cópia arquivada em 30 de setembro de 2007 
  79. Martin, Adam (6 de julho de 2010). «TNA sets company attendance record in Brooklyn». WrestleView. Consultado em 6 de julho de 2010 
  80. Caldwell, James (12 de junho de 2011). «TNA News: TNA releases official details on next month's Destination X PPV including talent roster». Pro Wrestling Torch. Consultado em 13 de junho de 2011 
  81. Ryan Clark. Retrieved on 03 September 2015. «TNA Talents Unhappy With The Six-Sided Ring Returning». Prowrestling.com 
  82. «Dixie Carter Comments On The Return Of TNA's Six-Sided Ring, Teases Surprises For Bully Ray». WrestlingInc.com 
  83. Caldwell, James (26 de abril de 2010). «TNA News: Full details on new Championship Ranking system announced». Pro Wrestling Torch. Consultado em 5 de maio de 2010 
  84. Keller, Wade (3 de maio de 2010). «TNA Impact Results 5/3: Keller's ongoing "virtual time" coverage of live show from Orlando». Pro Wrestling Torch. Consultado em 5 de maio de 2010 
  85. «New TNA Ranking Voting Now Online». Total Nonstop Action Wrestling. 3 de maio de 2010. Consultado em 5 de maio de 2010 
  86. Keller, Wade (20 de maio de 2010). «TNA Impact Results 5/20: Keller's ongoing "virtual time" coverage of show on Spike TV including Top Ten Contenders revealed». Pro Wrestling Torch. Consultado em 21 de maio de 2010 
  87. Caldwell, James (17 de junho de 2010). «Caldwell's TNA Impact results 6/17: Ongoing "virtual time" coverage of Impact on Spike TV». Pro Wrestling Torch. Consultado em 28 de julho de 2010 
  88. Boutwell, Josh (15 de julho de 2010). «Impact Results – 7/15/10». WrestleView. Consultado em 28 de julho de 2010 
  89. Caldwell, James (31 de maio de 2012). «Caldwell's TNA Impact Wrestling results 5/31: Ongoing "virtual-time" coverage of live Impact in new timeslot - Roode vs. Sting». Pro Wrestling Torch. Consultado em 5 de setembro de 2012 
  90. Caldwell, James (1 de junho de 2012). «TNA official Hall of Fame announcement». Pro Wrestling Torch. Consultado em 5 de setembro de 2012 
  91. Caldwell, James (10 de junho de 2012). «Caldwell's TNA Slammiversary PPV results 6/10: Ongoing "virtual time" coverage of live PPV - Roode vs. Sting headlines 10th Anniv. PPV». Pro Wrestling Torch. Consultado em 5 de setembro de 2012 
  92. Giri, Raj (8 de maio de 2012). «All TNA 2012 PPVs In Orlando From July». Devin Cutting. Wrestlinginc.com. Consultado em 5 de setembro de 2012 
  93. «TNA Inaugural Hall of Fame Induction Celebration». Total Nonstop Action Wrestling. 20 de julho de 2012. Consultado em 5 de setembro de 2012 
  94. a b «Bound For Glory: October 20 in San Diego». Total Nonstop Action Wrestling. Consultado em 31 de maio de 2013  Texto " Tickets On Sale June 7 " ignorado (ajuda); Texto " VIP Packages Available" ignorado (ajuda) Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Anuncio_Bound_for_Glory" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  95. «TNA Hall of Fame Location». TNA Wrestling News. 14 de junho de 2013. Consultado em 14 de junho de 2013 
  96. BFG '14 in Tokyo - Impact Wrestling.com
  97. «Dixie Carter and Mike Tenay Induct Jeff Jarret into the TNA Hall of Fame» 
  98. «Earl Hebner Makes History With TNA Wrestling Hall of Fame Induction» 
  99. http://impactwrestling.com/gail-kim-joins-tna-hall-of-fame-becomes-6-time-knockouts-champion/  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  100. Caldwell, James (6 de outubro de 2011). «TNA News: Creative team shake-up – Russo out as head writer, when will the change take effect?». Pro Wrestling Torch. Consultado em 6 de outubro de 2011 
  101. Martin, Adam (24 de julho de 2003). «Full NWA TNA PPV Results – 7/23/03». WrestleView. Consultado em 31 de maio de 2007 
  102. Turner, Scott (30 de março de 2012). «Turner's TNA Impact Wrestling results 3/29: Will Hulk Hogan accept the GM position?, Jeff Hardy vs. Mr. Anderson, Morgan vs. Crimson, and more». Pro Wrestling Torch. Consultado em 30 de março de 2012 
  103. a b c Dixie Carter – pp. 9, 13, 17. (PDF) . Retrieved on 2012-05-15.
  104. Jenner, Kandell (24 de julho de 2003). «Complete TNA PPV Results – 7/23/03». Wrestling. Consultado em 31 de maio de 2007 
  105. «Midway Acquires Exclusive Worldwide Videogame Rights to TNA Wrestling». Midway. 7 de novembro de 2005. Consultado em 12 de janeiro de 2007. Cópia arquivada em 15 de outubro de 2007 
  106. «NAMCO Bandai Games – TNA Wrestling iMPACT!». namcobandaigames.com. 2011 [last update]. Consultado em 30 de outubro de 2011  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  107. Prichard, Bill (17 de agosto de 2017). «New Global Force Wrestling Champion Crowned In Gauntlet For The Gold At Tonight's Impact Wrestling TV Tapings *Spoilers*» (em inglês). Wrestle Zone. Consultado em 18 de agosto de 2017 
  108. «IMPACT WRESTLING SPOILERS – AUGUST 19TH, 2017» (em inglês). Consultado em 19 de agosto de 2017 
  109. «Spoiler: New Grand Champion Crowned At Impact Wrestling Taping» (em inglês). 6 de julho de 2017 
  110. «IMPACT WRESTLING SPOILERS - AUGUST 20TH, 2017» (em inglês). 20 de agosto de 2017. Consultado em 21 de agosto de 2017 
  111. «Impact Slammiversary XV Results (7/2): Alberto El Patron Vs. Lashley, Multiple Titles Unified». 2 de julho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Total Nonstop Action Wrestling