Totia Meireles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Totia Meireles
Totia Meireles em 2015, no 26º Prêmio da Música Brasileira
Nome completo Maria Elvira Meirelles
Nascimento 11 de outubro de 1958 (57 anos)
Rio de Janeiro, RJ
 Brasil
Ocupação Atriz
Atividade 1988 - Presente
Cônjuge Jaime Rabacov
Página oficial
IMDb: (inglês)

Maria Elvira Meirelles (Rio de Janeiro, 11 de outubro de 1958) mais conhecida pelo nome artístico de Totia Meireles, é uma atriz brasileira.[1] Apesar de carioca, Totia viveu parte da sua vida em Cuiabá e tem bastante carinho pela capital mato-grossense.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Fez inúmeros papeis na televisão. Totia iniciou sua carreira como bailarina e logo depois descobriu-se como cantora durante as audições do Musical Chorus Line, que tinha como protagonista Cláudia Raia. Em 2010, interpretou a personagem Mamma Rose, do musical Gypsy, o qual lhe rendeu indicação ao Prêmio Shell de Teatro e é tida como um dos grandes nomes brasileiros do gênero televisivo e teatral. Na década de 90 trabalhou fazendo participações em novelas e séries da Rede Globo, como a secretária Sonia, em Mulheres de Areia (1993) e Elaine, na temporada de 1995 de Malhação, além da simplória Matilde em Suave Veneno (1999), amiga da desmemoriada Inês/Lavínia (Gloria Pires). Em 2001/2002, participou da novela O Clone com a personagem Laurinda, amiga de Ivete, personagem de Vera Fisher, iniciando a partir de então uma parceria constante em produções da novelista Gloria Perez. Em 2005, viveu Vera Tupã em América de Glória Perez, na novela a sua personagem se envolve com Jatobá, personagem de Marcos Frota que fazia um deficiente visual super ativo e engajado. Totia atuou em 2006 como a carismática e batalhadora Silvana Munhoz, uma vendedora de perfumes de descendência árabe no Saara, tia de Duda (Daniel de Oliveira), um dos protagonistas da trama Cobras & Lagartos de João Emanuel Carneiro. Entre 2007 e 2008 participou da minisérie Amazônia, da novela Duas Caras e da série Casos e Acasos. Em 2009, atuou como Dr. Aída Motta, que se envolve com Dario (Victor Fasano), em Caminho das Índias. Em 2011, trabalhou com Aguinaldo Silva, como Zambeze Maciel em Fina Estampa. Em 2012/2013, encarnou a grande vilã da trama Salve Jorge, de Glória Perez, Wanda Rodrigues, que aliciava pessoas para o tráfico humano e infernizava a vida da mocinha Morena (Nanda Costa) e das outras traficadas. Sua primeira vilã em novelas foi aclamada pelo público[3] [4] [5] [6] [7] [8] O bordão de sua personagem Wanda: Querida, quer trabalhar na Turquia? foi muito comentado nas redes sociais durante a novela. Em 2014, interpretou a médica Adriana em Alto Astral. [9] Em 2015, participa do Musical Nine, de versão brasileira de Botelho e Moeller, interpretando Lilli la Fleur, produtora de cinema e ex-vedete do Cabaret Folies Bergère. Ela ainda estreiou em novembro o musical Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos em São Paulo, juntamente com Marisa Orth.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É casada há 21 anos com o médico Jaime Rabacov, um casamento a distância, já que acha que casais que moram separados e vivem como namorados são mais felizes. Ela não tem filhos porque nunca quis ser mãe. Ela mora no bairro da Lagoa, no Rio e ele, em Miguel Pereira, cidade do interior do Rio. Ela revelou que a distância não é problema, pois o amor é grande. Ela morou com ele nos dois primeiros anos de casamento, mas viu que morando juntos não deram certo. Ela tem 19 sobrinhos, 5 sobrinhos-netos e um neto emprestado (filho de sua enteada, neto verdadeiro de seu marido).

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1989 Que Rei Sou Eu? Monah[10]
1990 Lua Cheia de Amor Rosa Maria [11]
1991 O Fantasma da Ópera Vera Gonzaga
1993 Mulheres de Areia Sonia
1994 Escolinha do Raimundo Tereza Mercantil
1995 Malhação Elaine
1996 Perdidos de Amor Sofia
O Fim do Mundo Cacilda
1998 Malhação Dulce Magalhães
1999 Suave Veneno Matilde
2001 O Clone Laurinda de Albuquerque
2003 Malhação Sandra
2004 A Diarista Susana (ep: Quem Vai Ficar com Marinete?)
Carga Pesada Matilde (ep: Direção Perigosa) [12] [13]
2005 América Vera Tupã do Nascimento
2006 Cobras & Lagartos Silvana Salgado Munhoz
2007 Amazônia Dalva
Duas Caras Jandira Alves
2008 Casos e Acasos Catarina (ep: A Prova, a Namorada e a Isca)
2009 Caminho das Índias Drª Aída Motta
Episódio Especial Ela Mesma
Chico e Amigos Stella
Episódio Especial Ela Mesma
2011 Divã Tânia
Fina Estampa Zambeze Siqueira Maciel
2012 Salve Jorge Wanda Rodrigues/ Adalgisa [3] [4] [14]
2014 Alto Astral Adriana Máximo
2015 Super Chef Celebridades Participante

Trabalhos no cinema[editar | editar código-fonte]

Filmes
Ano Título Papel Notas
2003 Apolônio Brasil, o Campeão da Alegria Namorada de Apolônio
2015 Divã a 2 Cristina [15]

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • Chorus Line
  • Noviças Rebeldes
  • A Pequena Loja dos Horrores
  • Cinderela
  • 5X Comédia
  • Don Juan
  • Um Caso de Vida ou Morte
  • Meu Primo Walter
  • Baixa Sociedade
  • Sweet Charity
  • Os Monólogos da Vagina
  • Na Era do Rádio
  • Metralha
  • Company
  • Cristal Bacharach
  • Garota Glamour
  • Gypsy
  • Uma Luz Cor de Luar
  • Nine
  • Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
2010 Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz Gypsy Venceu
2013 Prêmio Contigo! de TV Melhor Atriz Coadjuvante
Wanda em Salve Jorge
Venceu
2013 Prêmio Extra de Televisão Melhor Atriz Coadjuvante
Wanda em Salve Jorge
Indicado
2013 Prêmio Quem de Televisão Melhor Atriz Coadjuvante
Wanda em Salve Jorge
Indicado

Referências

  1. ANA PAULA BAZOLLI (18/01/2013). «Totia Meireles: "Quando fiz 50, achei muito ruim" - Edição 645 (18/01/2013)». QUEM. Consultado em 28 de janeiro de 2015. 
  2. Maria Lucia Rangel (07/04/2013). «Memórias da filha famosa do coronel Meirelles». Governo do Estado do Mato Grosso. Consultado em 04 de setembro de 2015. 
  3. a b «Velha conhecida do público de TV, Totia Meirelles surpreende com primeira vilã». Patrícia Kogut - O Globo. Consultado em 10 de dezembro de 2012. 
  4. a b «Totia Meireles vive sua primeira vilã». Rede Globo. Consultado em 25 de dezembro de 2012. 
  5. «Totia Meireles fala sobre sua primeira vilã». Papo Feminino. Consultado em 25 de dezembro de 2012. 
  6. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas cl.C3.A1udiaetotiavil.C3.A3s
  7. «'Essa frieza da Wanda me espantou' diz Totia Meirelles». Diversão Terra. Consultado em 10 de dezembro de 2012. 
  8. «Totia Meirelles é o destaque entre os vilões da novela». Nilson Xavier. Consultado em 28 de fevereiro de 2013. 
  9. Carla Bittencourt (13 de dezembro de 2014). «Totia Meirelles entra em 'Alto astral' como a misteriosa médica Adriana». Extra. Telinha. Consultado em 27 de dezembro de 2014. 
  10. Nilson Xavier. «Rainha da Sucata - Elenco». Teledramaturgia. Consultado em 27 de dezembro de 2014. 
  11. Nilson Xavier. «Lua Cheia de Amor - Elenco». Teledramaturgia. Consultado em 27 de dezembro de 2014. 
  12. «Tonico Pereira faz participação especial em 'Direção Perigosa'». Canal Viva. Matérias - Carga Pesada. 22 de agosto de 2014. Consultado em 27 de dezembro de 2014. 
  13. «Carga Pesada - 2ª versão - Lista de episódios». Memória Globo. Consultado em 27 de dezembro de 2014. 
  14. «Totia Meirelles rouba a cena de Cláudia Raia e causa ciumeira em Salve Jorge». Entretenimento r7. Consultado em 1 de janeiro de 2013. 
  15. «Estreia: Sem Lilia Cabral, 'Divã a 2' perde charme e originalidade». G1. 13 de maio de 2015. Consultado em 26 de setembro de 2015. 
Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.