Tourigo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brasão da Freguesia do Tourigo (administrativamente extinta)
Tourigo
Portugal Tourigo 
  Freguesia portuguesa extinta  
RegoEsporao.jpg
Localização
Tourigo está localizado em: Portugal Continental
Tourigo
Localização de Tourigo em Portugal Continental
Mapa de Tourigo
Coordenadas 40° 29' 34" N 8° 11' 20" O
Concelho primitivo Tondela
História
Fundação 13 de julho de 1986
Extinção 28 de janeiro de 2013
Características geográficas
Área total 8,90 km km²
Outras informações
Orago Santo Amaro
Tourigo e Serra do Caramulo
Tourigo, Tourigo (Tondela, Viseu)

Tourigo é uma freguesia portuguesa administrativamente extinta do concelho de Tondela, com 8,90 km² de área e 512 habitantes (2011) que compreende as povoações de Tourigo e Pousadas. A sua densidade populacional era 57,5 hab/km². Com a reorganização administrativa de 2012, foi integrada na União das Freguesias de Barreiro de Besteiros e Tourigo.[1]

Situada a 15 km da cidade de Tondela, é uma vila constituída por um povo de gente alegre e hospitaleira que ao longo dos anos foi desenvolvendo ofícios e tradições ligadas, sobretudo, aos trabalhos agrícolas.

Tourigo e Pousadas confinam em si a beleza e a rusticidade própria da vida agrícola onde predomina o verde floresta do sopé da Serra do Caramulo e dos inúmeros campos de pastorícia. É atravessado por duas linhas de água que em tempos foram de fulcral importância na implantação de moinhos de água. Faz parte, ainda da sua história, o histórico Rego do Esporão que continua a dar vida à agricultura local.

No que respeita a serviços sociais a população é servida pelo Centro Social do Tourigo, do qual faz parte o Centro do Dia, com a valência de Apoio Domiciliário, por uma Escola Primária, um Jardim de Infância, uma Zona de Lazer, entre outros serviços e locais a visitar e instituições de distinguível valor.

Apear de ser uma localidade afastada da cidade de Tondela (sede de concelho) e dos problemas que os meios rurais portugueses vivem devido ao decréscimo da população, o Tourigo, em comparação com povoações vizinhas, conserva muitos dos serviços básicos e alguns locais de trabalho. A nível cultural e associativo, o Tourigo além da paróquia, possui a AFERT (Associação Folclórica e Recreativa do Tourigo), o CCDT (Centro Cultural e Recreativo do Tourigo) e o Centro Social do Tourigo em cima descrito.

Actualmente, os habitantes desta localidade trabalham essencialmente na madeira, construção civil, avicultura, tendo simultaneamente como ocupação a agricultura e pastorícia de subsistência.

Serviços[editar | editar código-fonte]

  • Bomba de gasolina
  • Cabeleireiros
  • Cafés
  • Centro de dia, apoio domiciliário e infantil (IPSS)
  • Centro social e desportivo
  • Centro cultural
  • Comercio e têxtil
  • Diversos espaços para a prática de desporto
  • Farmácia
  • Junta de freguesia
  • Materiais de construção
  • Mercearia
  • Multibanco
  • Padarias
  • Paróquia
  • Parque de Lazer
  • Posto Médico(enfermagem)
  • Restaurante
  • Serralharia

História[editar | editar código-fonte]

A luta da população do Tourigo e Pousadas para a conquista do estatuto de freguesia, já vem de longe. Em 1904, D. José Manuel de Carvalho, bispo de Macau e bispo de Angra, natural da povoação do Tourigo, começou dar os primeiros passos para que o Tourigo fosse freguesia. Para isso, mandou seu sobrinho Cónego Maximino para que desse ajuda material a fim de ser construído no Tourigo um cemitério e uma Igreja.

Em 1946 esboçou-se a primeira tentativa de organização do processo para a elevação do Tourigo a freguesia, mas falhou assim como em 1967.

Mas o povo do Tourigo não desistiu e em 1981 o Sr. Prof. Alberto Coimbra, deputado do CDS e vereador da câmara de Tondela, é abordado nesse sentido por uma comissão composta por habitantes do Tourigo. É formado um processo mas mais uma vez não se concretizou.

Mas a luta continuou, e em 1985 algumas pessoas contactam o deputado do PSD à Assembleia da República, Luís Martins, a quem dão conhecimento dos factos. Verificando-se que ao abrigo da Lei 11/82, o Tourigo e Pousadas reuniam todas as condições necessárias, foi enviada à Assembleia da República uma proposta apresentando o projecto Lei 180/IV e votado, favoravelmente, na manhã do dia 13 de Julho de 1986.

A nível administrativo e para descontentamento generalizado da população de ambas as freguesias, a freguesia do Tourigo e a de Barreiro de Besteiros formou a União de Freguesias de Barreiro de Besteiros E Tourigo, pela reorganização administrativa de 2012.

Património[editar | editar código-fonte]

  • Capela da Nossa Senhora da Conceição (Pousadas)
  • Escola E.B.1 n.º1-Tourigo (Tourigo)
  • Escola E.B.1 n.º2-Tourigo, desativada (Pousadas)
  • Edifício do Jardim de Infância (Tourigo)
  • Igreja de S. José
  • Igreja de Santo Amaro (matriz-Tourigo)
  • Junta de Freguesia
  • Moinhos da Azenha (visitáveis na Zona de Lazer) (à beira do ribeiro a montante do "Esporão" e no "Patameiro")
  • Rego do Esporão
  • Zona de Lazer
    • Campo de futebol
    • Edifício destinado a museu
    • Moinhos
    • Piscina
    • Polidesportivo
    • Parque de lazer
  • Zona do "Patameiro" (percursos BTT e beleza paisagística)

Feira e Festividades[editar | editar código-fonte]

  • Corpo de Deus* - Corpo de Deus
  • Cortejo carnavalesco - Domingo de Carnaval
  • Feira anual - Agosto
  • Festival da Juventude - Agosto
  • Nossa Senhora da Conceição (Padroeira das Pousadas) - 8 de dezembro
  • São Luís de Gonzaga (Tourigo) - 21 de junho
  • Santo Amaro (Padroeiro do Tourigo e da freguesia) - 15 de janeiro

*Nota: construção da passadeira de vários kms à base de pétalas totalmente preenchida.

População[editar | editar código-fonte]

Evolução da População 1864 / 2011
População da freguesia de Tourigo [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
632 571 512

Criada pela lei nº 27/86, de 23 de Agosto, com os lugares Pousadas e Tourigo desanexados da freguesia de Barreiro de Besteiros

Evolução da População 1864 / 2011
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 96 73 280 122 16,8% 12,8% 49,0% 21,4%
2011 66 53 236 157 12,9% 10,4% 46,1% 30,7%

Média do País no censo de 2001: 0/14 Anos-16,0%; 15/24 Anos-14,3%; 25/64 Anos-53,4%; 65 e mais Anos-16,4%

Média do País no censo de 2011: 0/14 Anos-14,9%; 15/24 Anos-10,9%; 25/64 Anos-55,2%; 65 e mais Anos-19,0%

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.