Toyota TS050

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Toyota TS050 Hybrid
TOYOTA GAZOO Racing - Toyota TS050 Hybrid -5 (27726936021)

Toyota TS050 Hybrid durante as 24 Horas de Le Mans

Categoria Protótipo de Le Mans
Construtora Toyota Motorsport GmbH
Projetista Murata Hisatake (Desenvolvedor líder)
Pascal Vasselon (Diretor técnico)
Predecessor Toyota TS040 Hybrid
Ficha Técnica
Chassis Fibra de carbono e alumínio monocoque
Suspensão
Dianteira
Independente com double wishbone e sistema pushrod
Suspensão
Traseira
Independente com double wishbone e sistema pushrod
Comprimento 4650 milímetros
Largura 1900 milímetros
Altura 1050 milímetros
Motor Toyota 2.4 L Twin Turbo V6 de 90°,
com injeção direta e montado longitudinalmente
Transmissão Transversal de aluminio com
7 marchas semiautomáticas + ré
Combustível Shell (Apenas no WEC)
Esso (Outras competições)
Lubrificante Mobil
Pneus Michelin radial
Histórico de Competições
Equipes Utilizadoras Japão Toyota Gazoo Racing
Pilotos Japão Kazuki Nakajima

Reino Unido Mike Conway
Reino Unido Anthony Davidson
França Stéphane Sarrazin
Suíça Sébastien Buemi
Japão Kamui Kobayashi
Argentina José María López
Japão Yuji Kunimoto
França Nicolas Lapierre

Estréia 6 Horas de Silverstone de 2016
Corridas Vitórias Poles Podiums Melhor volta
10 2 1 8 1
Mundial de Construtores 0
Mundial de Pilotos 0
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Toyota TS050
#5 Toyota TS050 Hybrid e todos os 6 pilotos da equipe em Paul Ricard
#5 Toyota TS050 durante testes no circuito de Paul Ricard, na França
Visão mais detalhada da parte frontal do Toyota TS050 Hybrid
Toyota TS050 em um evento da Osaka Auto Messe de 2016, no Japão
#5 Toyota TS050 Hybrid durante as 24 Horas de Le Mans de 2016

O Toyota TS050 Hybrid, geralmente abreviado para "TS050", é um protótipo de Le Mans desenvolvido pela fabricante japonesa Toyota para competir no Campeonato Mundial de Endurance da FIA de 2016. Ele é o sucessor direto do TS040 e foi revelado ao publico pela primeira vez no dia no 24 de março de 2016, durante o prólogo do campeonato no circuito de Paul Ricard, na França.
A nova pintura do TS050 é o símbolo de uma parceria da Toyota com a Lexus atráves da Gazoo Motorsport.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Devido ao Toyota TS040 ter sido superado pelos seus concorrentes em 2015, a Toyota optou por desenvolver um novo carro para a temporada de 2016 aproveitando algumas peças de seu antecessor com o objetivo de voltar a ser competitiva e repetir o resultados conquistados na temporada de 2014, além da vitória durante as 24 Horas de Le Mans de 2016.

O TS050 levou cerca de 10 meses para ser desenvolvido e fez a sua estréia no Mundial de Endurance durante o dia 17 de abril nas 6 Horas de Silverstone de 2016. Após a aposentadoria de Alexander Wurz na equipe, o ex-piloto de Formula 1 Kamui Kobayashi foi promovido do cargo de piloto de testes da Toyota para o de titular na equipe, integrando-se ao time do carro n°5 junto ao Anthony Davidson e Sebastien Buemi.

Murata Hisatake, líder da equipe de desenvolvimento do carro, afirmou que "O TS050 foi desenvolvido para vencer as 24 de Le Mans e todo o seu layont foi desenvolvido especificamente para isso", durante uma entrevista da revista japonesa Response no dia 21 de Maio de 2016.

Histórico de corridas[editar | editar código-fonte]

Temporada de 2016[editar | editar código-fonte]

Silverstone

Durante a qualificação, o Toyota n°6 marcou um tempo de 1'58.200 contra os 2'00.109 do carro n°5, garantindo aos dois Toyota's o 5° e 6° lugar após uma sessão de 20 minutos na chuva.

Já na corrida o Toyota n°6 ganhou 4 posições ao terminar em 2° lugar atrás do Porsche 919, após o Audi R18 que havia terminado em 1° lugar, ser excluído do resultado final da prova por ter cometido uma infração no regulamento da FIA durante uma inspeção pós-corrida. O Toyota n°5 completou a corrida em 16° lugar e ficou 24 voltas atrás do líder da prova não garantindo pontos para a equipe.

Spa-Framcorchamps

Na segunda etapa do Campeonato Mundial da FIA, o Toyota n°6 conseguiu se qualificar em 3° lugar no grid após fazer uma volta em 1'57.698 enquanto o n°5 garante o 5° lugar com 1'57.750.

Durante a prova no dia 7 de Maio, o Toyota n°5 do Nakajima liderava a corrida mas uma falha no motor fez o carro do japonês ir para a garagem enquanto restavam apenas duas horas para o termino da prova, isso acabou deixando o carro 48 voltas atrás do Audi R18 e fora da zona de pontuação. O n°6 também teve problemas durante a corrida e teve que abandonar a prova após completar 87 voltas.

Le Mans

Na qualificação da 84ª edição das 24 Horas de Le Mans o Toyota n°6 largou em 3° lugar após completar uma volta em 3'20.737 enquanto o n°5 garantiu o 4° lugar com uma volta de 3'21.903.

As 24 Horas de Le Mans de 2016 começaram com chuva forte e fizeram com que o safety car ficasse na pista por mais de 50 minutos até a largada. Utilizando a estratégia de fazer stints mais longos, a Toyota assumiu a liderança da prova depois de 6 horas de corrida com o carro n°5 em 1° lugar e o n°6 em terceiro. Nos minutos finais da prova, um defeito no conector da linha de ar entre o turbo e o intercooler, fez o Toyota n°5 de Kazuki Nakajima perder potência para engatar a quinta marcha, isso acabou fazendo com que o carro parasse no grid de largada antes de completar a ultima volta da corrida, esse fato acabou dando a vitória da equipe japonesa para a equipe alemã do Porsche 919 que seguia atrás do TS050 durante quase toda a corrida antes da falha técnica. Esse acontecimento que relembrou os momentos finais da corrida de 1999 quando o seu antecessor, o Toyota GT-One perdeu a corrida para a BMW por conta de um furo nos pneus dianteiros.

Nürburgring

Durante a qualificação da 4° etapa da temporada no circuito alemão de Nurburgring, o carro de n°6 marca o 5° melhor de tempo na carrida com 1'40.639 enquanto o Toyota n°5 alcança o 6° lugar no grid com um tempo de 1'40.748.

Já durante a prova a equipe nipônica conseguiu garantir o 5° e 6° lugar com os seus dois carros na corrida. Sendo que o n°5 ficou com uma volta de desvantagem atrás do lider da prova enquanto o n°6 ficou 4 voltas atrás do vencedor da corrida.

México

Na qualificação da quinta etapa no circuito Hermanos Rodríguez, na Cidade do México, o carro n°5 de Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima marca o quinto melhor tempo com 1'25.960, enquanto o carro n°6 de Stéphane Sarrazin, Mike Conway e Kamui Kobayashi conquista o sexto melhor tempo com 1'26.183.

Durante a corrida a equipe japonesa não se mostrou muito competitiva em relação a Porsche e a Audi, mesmo assim a equipe conseguiu garantir o terceiro lugar com o Toyota n°6 enquanto o outro carro acabou abandonando a corrida por problemas técnicos no sistema híbrido.

Circuito das Américas

Durante a qualificação da sexta etapa do WEC o Toyota n°6 conquista o 4° lugar no grid com um tempo de 1'47.218 enquanto o n°5 marca 1'48.584 conquistando o 6° lugar.

Durante a primeira corrida da segunda metade da temporada no Circuito das Américas, em Austin, nos Estados Unidos, a Toyota conseguiu garantir o terceiro lugar com o Toyota n°6 de Stéphane Sarrazin, Mike Conway e Kamui Kobayashi ficando 3 segundos atrás do Audi R18 n°8. O carro n°5 da Toyota completou a corrida em quinto lugar, 2 voltas atrás do lider da prova.

Fuji

A qualificação da Toyota durante a sétima etapa do mundial de endurance terminou com a equipe nipônica conquistando o 3° lugar com o Toyota n°5 após realizar uma volta com 1'23.739 enquanto o n°6 conquistou um tempo de 1'23.781 em Fuji, no Japão.

A Toyota conquistou a vitória nas 6 Horas de Fuji com o carro n°6 de Stéphane Sarrazin, Mike Conway e Kamui Kobayashi após ficar a frente do Audi n°8 por apenas 1.439 segundos de diferença, enquanto o carro n°5 encerrou a corrida no 4° lugar. Essa foi a primeira vitória da equipe desde as 6 Horas do Bahrein de 2014 e também a primeira do TS050 no WEC.

Xangai

As 6 Horas de Xangai (Shangai), foi a penultima etapa no WEC de 2016, a prova foi realizada no dia 6 de novembro no Circuito Internacional de Xangai, na China. Durante a qualificação, a Toyota conquistou o 2° lugar com o carro n°5, após um volta de 1'44.522 e o 4° lugar com o TS050 n°6 depois de um tempo de 1'44.810.

Na corrida a equipe liderou a prova por apenas algumas voltas e acabou sendo superada pela Porsche, o carro n°6 acabou conquistando o 2° lugar, seguido pelo n°5 em 3° lugar.

Bahrain

A ultima etapa do Mundial de Endurance de 2016 aconteceu no dia 19 de novembro, na cidade de Sakhir, localizada no Golfo Pérsico, no Oriente Médio. A qualificação da corrida se encerrou com um resultado não muito promissor para a equipe nipônica, o carro n°6 conquistou o 5° lugar no grid de largada com um tempo de 1'40.222, enquanto que o n°5 largou na 6ª posição após marcar um tempo de 1'40.776.

Durante a corrida conseguiu ficar a frente do Porsche n°2, no final da prova a Toyota conquistou o 4° lugar com o TS050 n°5 enquanto o n°6 finalizou a corrida em 5° lugar. Isso acabou dando a equipe o 3° lugar no Mundial de Montadoras após a equipe conquistar 229 pontos com os dois carros durante toda a temporada.

Temporada de 2017[editar | editar código-fonte]

Na temporada de 2017, a Toyota inscreveu dois carros para a categoria dos LMP1, que competirão durante todo o Campeonato de Endurance, além disso, um terceiro carro irá competir nas 6 Horas de Spa-Francorchamps e nas 24 Horas de Le Mans deste ano.

Por conta disso, três novos pilotos foram anunciados pela equipe, José María López deverá ficar no lugar de Stéphane Sarrazin, que anteriormente fazia parte do trio do carro n°6 com Mike Conway e Kamui Kobayashi. Os dois ultimos pilotos, junto com José María López deverão fazer parte do trio do carro n°7, enquanto que Stéphane Sarrazin deverá compor o trio do carro n°9 com o japonês Yuji Kunimoto e o francês Nicolas Lapierre que retornou a equipe após sua saída no final da temporada de 2014. O trio do carro n°8 não sofreu mudanças em seu time.

O Prólogo de 2017 ocorreu no Autodromo Nazionale di Monza na Itália no dia 31 de março. Durante o evento apenas Mike Conway e Kamui Kobayashi conduziram o carro nº7 enquanto que Anthony Davidson e Kazuki Nakajima ficaram responsáveis pelo carro nº8.

A versão de 2017 do TS050 acabou por ser uma atualização dos componentes do carro. O Toyota continua rodando com um motor de 2.4 L Twin Turbocharged V6 de 90° e um sistema híbrido de 8 megajoule (MJ) combinados com 986 cavalos de força (cv). A diferença é o novo design do motor que possui uma eficiência térmica melhorada, aumentando a taxa de compressão através do desenvolvimento da câmara de combustão, do bloco e da cabeça do cilindro. O sistema híbrido também foi otimizado, os geradores foram reduzidos em tamanho e peso enquanto a bateria de íon-lítio de alta potência foi desenvolvida ainda mais. O chassi de fibra de carbono do carro também foi otimizado para ganhos maiores de desempenho, além claro do aumento da altura do bico em 15 mm requerido pelas novas regras.

Cockpit do #6 Toyota TS050 no circuito de Suzuka durante o dia de Ação de Graças em 2017, no Japão


Silverstone

A primeira corrida da temporada de 2017 do WEC ocorreu no Circuito de Silverstone, Inglaterra, durante os dias 14, 15 e 16 de abril. Durante o evento, a Toyota obteve os melhores tempos tanto nos treinos livres, quanto na qualificação, conquistando assim os dois primeiros lugares no grid da corrida. O time do Toyota n°7 de Mike Conway, Kamui Kobayashi e José María López conquistou a Pole Position com um tempo de 1:37.304, fazendo desta a primeira Pole Position da equipe desde as 6 Horas de Shangai de 2014. Enquanto isso, o TS050 n°8 de Anthony Davidson, Kazuki Nakajima e Sébastien Buemi marcou o segundo melhor tempo na qualificação com 1:37.593, 0.289 atrás do carro n°7. Ambos os tempos foram em média 1s3 mais rápidos do que os tempos da Porsche, a diferença se deve ao fato de a Toyota ter escolhido o pacote de alta pressão aerodinâmica para a corrida.

Durante as primeiras 4 horas da prova, o carro n°7 liderava a corrida mas uma derrapagem na curva "Copse" devido as condições umidas da pista fez o carro colidir na barreira de pneus enquanto o mesmo era pilotado por José María López, isso acabou fazendo com que o carro tivesse que fazer alguns reparos nos boxes perdendo assim algumas posições e a liderança para a Porsche. Nos minutos finais da corrida, o Toyota nº8 de Sébastien Buemi conseguiu ultrapassar o Porsche 919 nº2 de Brendon Hartley na curva "Arena" faltando apenas 12 minutos para o final da corrida, isso fez com que a Toyota conquistasse a sua primeira vitória na temporada com 6.173 segundos de vantagem em relação ao segundo colocado.

Durante a 4ª volta da prova, Mike Conway bateu o recorde da pista na categoria, fazendo a volta mais rápida com carro nº7 marcando um tempo de 1:39.656.

Ao final das 6 Horas de Silverstone, o Toyota n°8 finalizou a corrida em primeira lugar completando 196 voltas enquanto que o n°7 finalizou a corrida em quarto lugar entre os LMP1 e 23º no geral, ficando 38 voltas atrás do vencedor da corrida.

Após a corrida, o argentino José María López foi encaminhado ao hospital de Northampton, no Reino Unido devido a gravidade do acidente e ao protocolo médico da FIA. No hospital foi realizada uma bateria de exames e o piloto recebeu alta no mesmo dia, já que não havia sido constatada nenhuma lesão devido ao acidente.

Resultados no Campeonato Mundial de Endurance[editar | editar código-fonte]

Resultados em negrito indicam pole position e resultados em itálico indicam a volta mais rápida durante a corrida.

Consulte a legenda para entender mais sobre os resultados da tabela abaixo.

Ano Equipe Classe Pilotos No. Corridas Pontos WEC
1 2 3 4 5 6 7 8 9
2016 Japão Toyota Gazoo Racing LMP1 Reino Unido
Suíça
Japão
Anthony Davidson
Sébastien Buemi
Kazuki Nakajima
5 Reino Unido
SIL
3
Bélgica
SPA
26
França
LMS
NC
Alemanha
NÜR
5
México
MEX
Ret
Estados Unidos
COA
5
Japão
FUJ
4
China
SHA
3
Bahrain
BHR
4
229
França
Reino Unido
Japão
Stéphane Sarrazin
Mike Conway
Kamui Kobayashi
6 Reino Unido
SIL
2
Bélgica
SPA
Ret
França
LMS
2
Alemanha
NÜR
6
México
MEX
3
Estados Unidos
COA
3
Japão
FUJ
1
China
SHA
2
Bahrain
BHR
5
2017 Japão Toyota Gazoo Racing LMP1 Argentina
Reino Unido
Japão
José María López
Mike Conway
Kamui Kobayashi
7 Reino Unido
SIL

23
Bélgica
SPA

-
França
LMS

-
Alemanha
NÜR
-
México
MEX

-
Estados Unidos
COA

-
Japão
FUJ

-
China
SHA

-
Bahrain
BHR

-
26.5
Reino Unido
Suíça
Japão
Anthony Davidson
Sébastien Buemi
Kazuki Nakajima
8 Reino Unido
SIL

1
Bélgica
SPA

-
França
LMS

-
Alemanha
NÜR
-
México
MEX

-
Estados Unidos
COA

-
Japão
FUJ

-
China
SHA

-
Bahrain
BHR

-
França
França
Japão
Stéphane Sarrazin
Nicolas Lapierre
Yuji Kunimoto
9 - Bélgica
SPA

-
França
LMS

-
- - - - - -

(Obs.: A temporada de 2017 do WEC continua em progresso)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Audi R18 e-tron quattro
Nissan GT-R LM Nismo
Toyota TS040 Hybrid
Porsche 919 Hybrid
Rebellion R-One
CLM P1/01

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:

Site oficial da Toyota Motorsport GmbH
Site oficial da Toyota Gazoo Racing
Site oficial da Toyota Hybrid Racing

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.