Toyota TS050

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Toyota TS050 [1][2]
Toyota TS050 Hybrid durante as 24 Horas de Le Mans
Visão Geral
Nomes
alternativos
Toyota TS050 Hybrid
Produção 2016-2020
Fabricante Toyota
Modelo
Classe LMP1
Carroceria Fibra de carbono e alumínio
Designer Murata Hisatake (Desenvolvedor líder)
Pascal Vasselon (Diretor técnico)
Ficha técnica
Motor Toyota 2.4 L Twin Turbo V6 de 90°, com injeção direta e montado longitudinalmente
Potência 1000 cv (motor a combustão + geração híbrida)
Transmissão 7 marchas semiautomáticas + ré
Bateria Nisshinbo/Aisin/DENSO
Dimensões
Comprimento 4650 mm
Largura 1900 mm
Altura 1050 mm
Cronologia
Toyota TS040

O Toyota TS050 (ou Toyota TS050 Hybrid), é um esporte-protótipo LMP1 desenvolvido pela fabricante japonesa de automóveis Toyota para competir inicialmente no Campeonato Mundial de Endurance FIA WEC e as 24 Horas de Le Mans, como prova integrante do campeonato, em 2016 [3][4][5]. Sucedendo o projeto de campanha da montadora, o Toyota TS040 Hybrid, o veículo foi o primeiro da montadora a entrar na categoria de carros de 8MJ em recuperação de energia. Participaram das provas com o TS050 Hybrid os ex-pilotos de Fórmula 1 Kazuki Nakajima, Fernando Alonso, Anthony Davidson, Kamui Kobayashi e Sébastien Buemi. Foi o carro vencedor geral das 24 Horas de Le Mans nas edições de 2018 [6][7], 2019 [8][9] e 2020 [10][11] e do campeonato mundial de resistência da FIA temporada 2018-2019 com os pilotos Sébastien Buemi, Fernando Alonso e Kazuki Nakajima [12][13][14].

Desenvolvimento e especificações técnicas[editar | editar código-fonte]

Em resultado da perda de competitividade do Toyota TS040 para seus concorrentes na temporada de 2015, a Toyota optara por desenvolver um novo carro para a temporada de 2016. Murata Hisatake, líder da equipe de desenvolvimento do carro, afirmara que "o TS050 Hybrid foi desenvolvido para vencer as 24 de Le Mans e todo o seu layout foi desenvolvido especificamente para isso", durante uma entrevista a uma revista japonesa [15].

O protótipo introduziu o uso de baterias de íon-lítio [2][16][1] para armazenamento de energia no lugar de supercapacitores. Melhorias em aerodinâmica foram introduzidas com a modificação do bico do carro para o ajuste do fluxo do ar [17].

O motor originalmente V8 de 3.7l biturbo fora substituído para o carro de 2016 por um motor V6 biturbo de 2,4l com potência combinada ao sistema híbrido com 1000cv de potência e ainda com duas unidades MGU motor-gerador Aisin/Denso para geração de potência extra nos eixos traseiro e dianteiro tornando o carro AWD [2][16][18]. Para temporada de 2017 foram introduzidos refinamentos no sistema híbrido e nos turbocompressores [19][20][21].

Histórico de corridas e pilotos do Toyota TS050 Hybrid[editar | editar código-fonte]

Temporada de 2016[editar | editar código-fonte]

Após a aposentadoria de Alexander Wurz na equipe, o ex-piloto de Formula 1 Kamui Kobayashi foi promovido no seu lugar, saindo do cargo de piloto de testes da Toyota para o posto de titular na equipe, integrando-se ao carro n°6 [22][23] junto dos pilotos Stéphane Sarrazin e Mike Conway[24]. Kazuki Nakajima, Sebastian Buemi e Anthony Davidson formaram o mesmo trio da temporada anterior ingressando no carro n°5 [23][24]. Na prova inaugural da temporada da FIA WEC 2016 em Silverstone, o TS050 Hybrid n°6 marca o tempo de 1'58.200 contra os 2'00.109 do carro n°5 [25], garantindo aos dois carros o 5° e 6° lugar após uma sessão de 20 minutos na chuva. Na corrida o Toyota n°6 ganha 4 posições ao terminar em 2° lugar atrás do carro da equipe Porsche, o 919 Hybrid, após a equipe Audi ser excluída do resultado final da prova das 6h de Silverstone por ter cometido uma infração no regulamento da FIA durante uma inspeção pós-corrida[26]. O TS050 Hybrid marcou apenas a única vitória da temporada nas 6h de Fuji com o carro n°6 de Kamui Kobayashi, Stephane Sarrazin e Mike Conway.[27][28] A equipe conquistou o 3° lugar no mundial de montadoras atingindo 229 pontos com os dois carros durante toda a temporada.[29]

24 Horas de Le Mans de 2016[editar | editar código-fonte]

Na qualificação da 84ª edição das 24 Horas de Le Mans o Toyota n°6 larga em 3° lugar após completar uma volta em 3'20.737 enquanto o n°5 garantiu o 4° lugar com uma volta de 3'21.903 [30]. As 24 Horas de Le Mans de 2016 começaram com chuva forte e fizeram com que o safety car ficasse na pista por mais de 50 minutos até a largada[31]. Nos minutos finais da prova, um defeito no conector da linha de ar entre o turbo e o intercooler do carro [32][33][34][35], fez o Toyota TS050 Hybrid n°5 de Kazuki Nakajima perder potência durante a penúltima volta parando no grid de largada antes de iniciar a ultima volta da corrida no encerramento das 24h[36][37][38]. O resultado frustra a montadora japonesa em conquistar sua primeira vitória na prova francesa.

Temporada de 2017[editar | editar código-fonte]

Na temporada de 2017, a Toyota inscreveu dois TS050 Hybrid para a categoria LMP1 que competiram durante todo o Campeonato de Endurance FIA WEC 2017. Além disso, um terceiro carro foi introduzido nas 6 Horas de Spa-Francorchamps e nas 24 Horas de Le Mans deste ano [39][40][41][42]. Por conta disso, três novos pilotos foram anunciados pela equipe, José María López integrou a equipe do terceiro carro na sua primeira prova do campeonato em Le Mans, e, substituiu Stéphane Sarrazin, ao lado Mike Conway e Kamui Kobayashi já confirmados no carro nº7, para o restante do campeonato [41][43]. Kazuki Nakajima, Sebastian Buemi e Anthony Davidson formaram o mesmo trio da temporada anterior com carro. Anthony Davidson foi substituído por Stéphane Sarrazin em apenas uma prova [44]. Yuji Kunimoto e Nicolas Lapierre formaram a equipe restante do terceiro carro na prova francesa[45]. A estreia do TS050 Hybrid se deu no prólogo do Autodromo Nazionale di Monza na Itália no dia 1 de abril.[46]

A primeira corrida da temporada de 2017 do WEC ocorreu no Circuito de Silverstone, Inglaterra, durante os dias 14, 15 e 16 de abril, em que a equipe obteve os melhores tempos nos treinos livres [47][48] e na qualificação [49], conquistando assim os dois primeiros lugares no grid da corrida, com a primeira pole position desde a temporada de 2014 [50][51]. O carro n°7 TS050 liderou a corrida em seu início mas uma derrapagem na curva "Copse" da pista de Silverstone colidiu o carro em uma barreira de pneus enquanto o mesmo era pilotado por José María López. O argentino José María López foi encaminhado ao hospital de Northampton, no Reino Unido devido a gravidade do acidente e ao protocolo médico da FIA [52]. Sébastien Buemi ultrapassou Brendon Hartley em seu seu Porsche 919 Hybrid para a primeira vitória do TS050 Hybrid em 2017 [53][54]. Nas 24 Horas de Le Mans de 2017 a equipe havia inscrito três carros como prometido. Durante a prova a equipe japonesa enfrentou diversos problemas com seus TS050, levando ao pitstop com quatro horas e meia o carro de Sebastian Buemi e o abandono quase simultâneo dos carros de Kamui Kobayashi, com problemas na embreagem, e de Yuji Kunimoto por uma colisão com um carro LMP2 [55]. A equipe terminou a prova com apenas a 8º colocação geral.[56] Entretanto, o Toyota TS050 Hybrid com Kamui Kobayashi marcou o tempo recorde do Circuito de La Sarthe de 3:14.791[57][58] durante uma sessão de qualificação, sendo a volta mais rápida no circuito desde a colocação de chicanes na reta Mulsanne em 1990.

Temporada de 2018-2019[editar | editar código-fonte]

Para a temporada Anthony Davidson foi substituído pelo piloto de Fórmula 1 Fernando Alonso que integrou a equipe para uma temporada completa simultânea ao campeonato de Fórmula 1 de 2018 [59] junto de Sebastian Buemi e Kazuki Nakajima.[60] José María López, Kamui Kobayashi e Mike Conway reeditaram o trio da temporada passada.[60] Nas 24 Horas de Le Mans de 2018 a Toyota se tornou o segundo fabricante de automóveis japonês a vencer as 24 Horas de Le Mans depois da Mazda em 1991 com o Mazda 787B, com a Toyota marcando a 1° e 2º colocação geral [61]. A equipe repetiu novamente em 2019 a vitória em Le Mans com a mesma dupla de pilotos em 2019[62]. Apesar de aplicada uma restrição de equivalência de tecnologia (EoT) nas provas finais do ano de 2019, em questão de equivalência de desempenho com os protótipos LMP1 não híbridos que passaram a integrar a mesma categoria dos carros da montadora japonesa[63] o TS050 Hybrid obteve o título da temporada sagrando a montadora japonesa pela segunda vez campeã do campeonato mundial de resistência FIA WEC de construtores e de pilotos com Sebastian Buemi, Kazuki Nakajima e Fernando Alonso obtendo a conquista[62].

Temporada de 2019-2020[editar | editar código-fonte]

A equipe manteve suas duplas da temporada passada[64] apenas com a substituição do espanhol Fernando Alonso pelo ex-piloto de Fórmula 1 Brendon Hartley que competirá a temporada completa.[65][66] Devido as restrições de equivalência de tecnologia os TS050 Hybrid obteram dificuldades em se manter competitivos mantendo-se abaixo do ritmo contra o os LMP1 modelo R13 da equipe Rebellion em algumas provas. A montadora japonesa obteve a terceira vitória em Le Mans em 2020.[67] O trio Mike Conway, José Maria Lopez e Kamui Kobayashi foram os campeões da temporada 2019-2020 do campeonato de endurance da FIA WEC pela categoria LMP1 [68].

Toyota TS050 Hybrid: Resultados no Campeonato Mundial de Endurance FIA WEC[editar | editar código-fonte]

Resultados em negrito indicam pole position. Resultados em itálico indicam volta mais rápida. O fundo rosa indicam a entrada do terceiro carro com pontos de fabricante atribuídos apenas em Le Mans.

Temporada Equipe Classe Pilotos 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Pontos Classificação

geral

2016 [29] Toyota Gazoo Racing LMP1-H SIL SPA LMN NÜR MEX COA FUJ SHA BHR 229
Suíça Sébastien Buemi 5 16 17 NC 5 Ret 5 4 3 4
Reino Unido Anthony Davidson 16 17 NC 5 Ret 5 4 3 4
Japão Kazuki Nakajima 16 17 NC 5 Ret 5 4 3 4
Reino Unido Mike Conway 6 2 Ret 2 6 3 3 1 2 5
França Stéphane Sarrazin 2 Ret 2 6 3 3 1 2 5
Japão Kamui Kobayashi 2 Ret 2 6 3 3 1 2 5
2017 [69] Toyota Gazoo Racing LMP1 SIL SPA LMN NÜR MEX COA FUJ SHA BHR 286.5
Reino Unido Mike Conway 7 23 2 Ret 3 4 4 2 4 4
Japão Kamui Kobayashi 23 2 Ret 3 4 4 2 4 4
Argentina José María López 23 3 4 4 2 4 4
França Stéphane Sarrazin Ret
Suíça Sébastien Buemi 8 1 1 8 4 3 3 1 1 1
Japão Kazuki Nakajima 1 1 8 4 3 3 1 1 1
Reino Unido Anthony Davidson 1 1 8 4 3 1 1 1
França Stéphane Sarrazin 3
França Nicolas Lapierre 9 5 Ret
Japão Yuji Kunimoto 5 Ret
França Stéphane Sarrazin 5
Argentina José María López Ret
2018–19 [13] Toyota Gazoo Racing LMP1 SPA LMN SIL FUJ SHA SEB SPA LMN 216
Reino Unido Mike Conway 7 2 2 DSQ 1 1 2 6 2
Japão Kamui Kobayashi 2 2 DSQ 1 1 2 6 2
Argentina José María López 2 2 DSQ 1 1 2 6 2
Espanha Fernando Alonso 8 1 1 DSQ 2 2 1 1 1
Suíça Sébastien Buemi 1 1 DSQ 2 2 1 1 1
Japão Kazuki Nakajima 1 1 DSQ 2 2 1 1 1
2019-20 [70] Toyota Gazoo Racing LMP1 SIL FUJ SHA BHR COA SPA LMN BHR 241
Reino Unido Mike Conway 7 1 2 3 1 3 1 3 1
Japão Kamui Kobayashi 1 2 3 1 3 1 3 1
Argentina José María López 1 2 3 1 3 1 3 1
Nova Zelândia Brendon Hartley 8 2 1 2 2 2 2 1 2
Suíça Sébastien Buemi 2 1 2 2 2 2 1 2
Japão Kazuki Nakajima 2 1 2 2 2 2 1 2
Legenda
Abreviação Prova
SIL 6 Horas de Silverstone
SPA 6 Horas de Spa-Francorchamps
LMN 24 Horas de Le Mans
NÜR 6 Horas de Nürburgring
MEX 6 Horas do Mexico
COA 6 Horas do Circuito das Americas
FUJ 6 Horas de Fuji
SHA 6 Horas de Xangai
BHR 6 e 8 Horas do Bahrein


Galeria de fotos do Toyota TS050 Hybrid[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Toyota TS050 Hybrid WEC car revealed». Toyota UK (em inglês). 24 de março de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  2. a b c «TS050 HYBRID TECHNICAL INFORMATION». web.archive.org. Toyota Hybrid Racing. 15 de junho de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  3. «TS050 HYBRID: NEW CAR, NEW CHALLENGE FOR TOYOTA GAZOO RACING – TOYOTA GAZOO Racing Europe». racing.tgr-europe.com (em inglês). 24 de março de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  4. Watkins, Gary (24 de março de 2016). «Toyota launches V6-powered TS050 HYBRID LMP1 racer for 2016 WEC». Autosport.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  5. «Prologue 2016: Session reports from Day One | FIA World Endurance Championship». web.archive.org. Fia WEC. 25 de março de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  6. «Toyota wins the 2018 Le Mans 24 Hours!». Top Gear (em inglês). 17 de junho de 2018. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  7. «Le Mans 24h: Toyota breaks curse, Alonso wins on debut». www.motorsport.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  8. «Le Mans 24h: Alonso, Buemi, Nakajima win again for Toyota». www.motorsport.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  9. «Com sorte, trio de Alonso repete triunfo nas 24h de Le Mans. Negrão, Serra e Fraga também vencem - Endurance». Grande Prêmio. 16 de junho de 2019. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  10. «Toyota #8 conta com sorte novamente e vence Le Mans pela 3ª vez». Grande Prêmio. 20 de setembro de 2020. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  11. «24 Hours of Le Mans won by Toyota's No. 8 car for third consecutive year». MotorSportsTalk | NBC Sports (em inglês). 20 de setembro de 2020. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  12. «Fernando Alonso wins Le Mans again and World Endurance title». Sky Sports (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  13. a b «Season 2018 - 2019 results - FIA World Endurance Championship». www.fiawec.com. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  14. «What The World Champions Said....After the 24 Hours of Le Mans». Federation Internationale de l'Automobile (em inglês). 17 de junho de 2019. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  15. «【ルマン24時間 2016】トヨタ TS050 は「ルマン勝利のために超短期開発した」…開発リーダー語る». レスポンス(Response.jp) (em japonês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  16. a b «Toyota TS050 Hybrid for 2016 WEC revealed with twin-turbo V-6, 986 hp: Video». Motor Authority (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  17. Collins, Sam. «Toyota TS050 2017». Racecar Engineering (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  18. «La nouvelle Toyota TS050 LMP1 se dévoile». fr.motorsport.com (em francês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  19. «Toyota estabelece 'metas ambiciosas' para bater Porsche em 2017». motorsport.uol.com.br. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  20. «Toyota reveals 2017 TS050 Hybrid LMP1 endurance racer». Motor Authority (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  21. «GALERIA: Porsche e Toyota revelam carros para LMP1 em 2017». motorsport.uol.com.br. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  22. «Kobayashi é anunciado como piloto da Toyota no WEC - WEC». F1Mania. 4 de fevereiro de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  23. a b «WEC unveils 32-car entry list for 2016». www.motorsport.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  24. a b «Toyota GAZOO Racing Outlines 2016 Motorsports Activities». web.archive.org. Toyota JP. 4 de novembro de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  25. «2016 Silverstone results - FIA World Endurance Championship». www.fiawec.com. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  26. Dagys, John. «No. 7 Audi Excluded; Porsche Inherits 6H Silverstone Win – Sportscar365». sportscar365.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  27. «Fuji WEC: Toyota scores first win since 2014 on home soil». www.motorsport.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  28. «Correndo em casa, Toyota conquista vitória emocionante - WEC». F1Mania. 16 de outubro de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  29. a b «Season 2016 results - FIA World Endurance Championship». www.fiawec.com. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  30. «84º Edition des 24 Heures du Mans-Provisional Starting Grid» (PDF). web.archive.org. Automobile Club de l'Ouest. 17 de junho de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  31. «Le Mans 24 Hours 2016 update: safety car dramas». Top Gear (em inglês). 18 de junho de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  32. Watkins, Gary. «Toyota identifies failure that cost it Le Mans 24 Hours win». Autosport.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  33. Perkins, Chris (23 de junho de 2016). «Toyota's Le Mans Heartbreak Was the Result of a Tiny Turbo Malfunction». Road & Track (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  34. Dagys, John. «Toyota Reveals Cause of Last-Lap Failure – Sportscar365». sportscar365.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  35. «Após análise na sede na Alemanha, Toyota enfim identifica defeito técnico que custou vitória nas 24 Horas de Le Mans / Grande Prêmio». web.archive.org. Grande Prêmio. 31 de outubro de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  36. «Porsche consegue 18ª vitória em Le Mans». revistaautoesporte.globo.com. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  37. «Porsche wins in Le Mans – 5,233 kilometres on the limit». www.motorsport.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  38. «24 Horas de Le Mans: Toyota quebra nos minutos finais e entrega vitória para a Porsche - WEC». F1Mania. 19 de junho de 2016. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  39. «WEC revela lista de 28 carros para temporada 2017». motorsport.uol.com.br. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  40. Watkins, Gary. «Toyota expands to three cars for 2017 Le Mans 24 Hours». Autosport.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  41. a b «Toyota anuncia 'Pechito' López e terceiro carro em Le Mans». motorsport.uol.com.br. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  42. «TOYOTA GAZOO RACING CONFIRMS 2017 WEC PLANS – TOYOTA GAZOO Racing Europe». racing.tgr-europe.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  43. CORPORATION, TOYOTA MOTOR. «TOYOTA GAZOO Racing Outlines 2017 Motorsports Activities | PRESS RELEASE | 2017 | OTHER MOTORSPORTS». TOYOTA GAZOO Racing (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  44. «Sarrazin Supersubs For Davidson At CoTA – dailysportscar.com». www.dailysportscar.com. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  45. CORPORATION, TOYOTA MOTOR. «TOYOTA GAZOO Racing COMPLETES DRIVER LINE-UP». TOYOTA GAZOO Racing (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  46. «Prologue 2017: new season, new faces, new places». www.fiawec.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  47. «WEC - Toyota 1-2 in Second Free Practice at Silverstone». Federation Internationale de l'Automobile (em inglês). 14 de abril de 2017. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  48. «Davidson fastest for Toyota in final Free Practice session». www.fiawec.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  49. «Toyota to start 1-2 at Silverstone». www.fiawec.com (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2020 
  50. «Toyota faz 1-2 em Silverstone; Derani é pole na LMGTE-Pro». motorsport.uol.com.br. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  51. «Toyota domina a primeira fila do grid das 6 Horas de Silverstone - WEC». F1Mania. 15 de abril de 2017. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  52. «Argentino bate forte durante 6 Horas de Silverstone e é hospitalizado». ESPN. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  53. «WEC - Toyota win epic battle at Silverstone». Federation Internationale de l'Automobile (em inglês). 16 de abril de 2017. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  54. «2017 Silverstone results - FIA World Endurance Championship». www.fiawec.com. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  55. «Porsche victorious at 2017 Le Mans 24 Hours as unreliability rocks LMP1». Sky Sports (em inglês). Consultado em 29 de setembro de 2020 
  56. «85º Edition des 24 Heures du Mans-Final Classification» (PDF). FIA WEC. Fédération Internationale de l'Automobile. 21 de outubro de 2017. Consultado em 29 de setembro de 2020 
  57. «Le Mans: Toyota crê que "não é impossível" bater tempo da pole de 2017». esportes.yahoo.com. Consultado em 29 de setembro de 2020 
  58. Staff, Reuters (15 de junho de 2017). «Motor racing-Kobayashi record lap puts Toyota on pole at Le Mans». Reuters (em inglês). Consultado em 29 de setembro de 2020 
  59. «Fernando Alonso to race at Le Mans in 2018 and 2019 after joining Toyota». The Independent (em inglês). 30 de janeiro de 2018. Consultado em 29 de setembro de 2020 
  60. a b Smith, Luke. «Toyota Sets 'Super Season' Lineup, Drops Davidson – Sportscar365». sportscar365.com (em inglês). Consultado em 29 de setembro de 2020 
  61. «Alonso faz história e vence 24H de Le Mans com a Toyota». motorsport.uol.com.br. Consultado em 29 de setembro de 2020 
  62. a b «Champions Crowned at end of the Super Season at Le Mans». Federation Internationale de l'Automobile (em inglês). 16 de junho de 2019. Consultado em 29 de setembro de 2020 
  63. «2019 24 Hours of Le Mans - EoT & BoP». 24h-lemans.com (em inglês). Consultado em 29 de setembro de 2020 
  64. CORPORATION, TOYOTA MOTOR. «TEAM & DRIVER | 2019-2020 | WEC». TOYOTA GAZOO Racing (em inglês). Consultado em 29 de setembro de 2020 
  65. «Hartley confirmed as Alonso's WEC replacement». RACER (em inglês). 1 de maio de 2019. Consultado em 29 de setembro de 2020 
  66. «Fernando Alonso deixará Toyota e será substituído por Brendon Hartley no Mundial de Endurance». ge. Consultado em 29 de setembro de 2020 
  67. «Toyota #8 conta com sorte novamente e vence Le Mans pela 3ª vez». Grande Prêmio. 20 de setembro de 2020. Consultado em 29 de setembro de 2020 
  68. «Toyota No. 7 wins LMP1 drivers' title in Bahrain». www.fiawec.com (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2020 
  69. «Season 2017 results - FIA World Endurance Championship». www.fiawec.com. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  70. «Season 2019 - 2020 results - FIA World Endurance Championship». www.fiawec.com. Consultado em 24 de setembro de 2020 


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem o portal: