Traço (álgebra linear)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Setembro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Na álgebra linear, o traço de uma matriz quadrada é a função matricial que associa a matriz à soma dos elementos da sua diagonal principal.[1] Se A=[aij], então

.

O traço de uma aplicação linear num espaço vectorial de dimensão finita é o traço da matriz que representa essa aplicação em relação a uma dada base. Este traço está bem definido porque o traço de uma matriz é invariante por semelhanças (o que é uma consequência do facto de que tr(AB)=tr(BA), para quaisquer matrizes quadradas A e B da mesma ordem).

Propriedades[editar | editar código-fonte]

tr(A+B)=tr(A)+tr(B)
tr(λA)=λtr(A)
  • o traço de uma matriz quadrada é igual ao da sua transposta:
tr(A)=tr(AT)
  • o traço de uma matriz quadrada é igual à soma dos seus valores próprios (autovalores).[2]
  • o traço de um produto de matrizes quadradas não depende da ordem do produto:
tr(AB)=tr(BA)
  • Seja uma base ortonormal para o espaço linear em questão, então a definição pode ser reescrita como:


Generalização[editar | editar código-fonte]

Seja um espaço de Hilbert separável e uma família ortonormal densa em . O traço de um operador é definido como:

contanto que a série:
convirja.

Um operador para o qual o traço está definido é chamado de operador classe tracial e é sempre compacto.

Referências

  1. Mathematik.de, Matrizen, 3.4 Spur einer quadratischen Matrix [em linha]
  2. «Faça exemplos com O Monitor». omonitor.io. Consultado em 2016-03-19. 
Ícone de esboço Este artigo sobre matemática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.