Transcontinental FM

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Transcontinental FM
{{{alt}}}
País  Brasil
Frequência(s) 104.7 MHz
Sede Band MCruzes.jpg Mogi das Cruzes, SP
Slogan O Brasil em primeiro lugar
Fundação 10 de outubro de 1981 (35 anos)
Proprietário Cid Luiz de Souza Jardim
Maria Elena dos Santos
Género Musical
Afiliações Transcontinental FM
Idioma (português brasileiro)
Prefixo ZYD 808
Cobertura Grande São Paulo, Vale do Paraíba, partes do (Sul de Minas e Regiões de Campinas): 150 km
Potência 48.1 kW
Classe E3
RDS Sim
Sítio oficial www.transcontinentalfm.com.br

Rádio Transcontinental é uma estação de rádio brasileira de Mogi das Cruzes, com torre e com sede nesse município, e que opera nos 104.7 MHz em FM para ouvintes da Região Metropolitana de São Paulo.[1] Pertence a Cid Luiz de Souza Jardim e Maria Elena dos Santos.

História[editar | editar código-fonte]

Inaugurada em 10 de outubro de 1981, a Transcontinental visava inicialmente ao público de classe A. Sua programação era bastante elitizada, composta por músicas internacionais e orquestradas, MPB e raramente samba.[1] Em 1991, a emissora passou por uma profunda reformulação em sua grade de programação, que passou a ser composta quase essencialmente de música brasileira, em especial samba (com seu seu sub-gênero pagode. O novo projeto também apostou na participação de ouvintes durante a programação, o que levou a significativa ampliação da audiência.[1]

Desde então, a rádio tem figurado entre as três emissoras de FM mais ouvidas da Grande São Paulo, fechando o "top 3" da Grande São Paulo.[2] Além da região metropolitana da capital paulista, a Transcontinental atinge a Baixada Santista, Litoral Norte, Vale do Paraíba Paulista e até algumas cidades do Sul de Minas Gerais.

Programação e locutores[editar | editar código-fonte]

Entre seus principais programas está Gosto não se discute, criado após a reformulação da grade e no ar desde então.[1] Apresentado por Kiko Russo, o programa vai ao ar das 10 até as 14h. Jota Santos e Patrícia Liberato são outros comunicadores de grande audiência.[1]

A Transcontinental não possui horário específico de programas jornalísticos, mas investe durante o dia em informativos, com ênfase em notícias de utilidade pública e variedades.[1]

Referências

  1. a b c d e f BUFARAH, Álvaro; FERREIRA, Gisele Sayeg Nunes; SILVA, Júlia Lúcia de Oliveira Albano da; VILLAÇA, Lenize; PRADO, Magaly; SERGL, Marcos Júlio; RANGEL, Patrícia; (2010). Panorama do Rádio em São Paulo (PDF) (Caxias do Sul: Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação). 
  2. Starck, Daniel (7 de dezembro de 2016). «Exclusivo: Nativa FM assume a liderança geral em São Paulo. Metropolitana FM dispara». tudoradio.com. tudoradio.com. Consultado em 7 de dezembro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]